Header Ads

Guerra Civil II: lutas, mudanças de aliança, tensão e o fim cada vez mais próximo


Não importa se é na versão original ou no soft reboot: quando a Guerra Civil vem, ela nunca pega leve com os envolvidos. É só ver o resultado do embate entre Steve Rogers e Tony Stark. Dessa vez, Capitão América e Homem de Ferro estão do mesmo lado, mas o caos é o mesmo: discordâncias, brigas, e dois times de super heróis incapazes de resolver a situação sem recorrer a outro meio que não seja o punho.

E enquanto a luta se intensifica na edição #5 de Guerra Civil II, a única coisa que impede antigos amigos e aliados de se matarem é outra visão repentina do Inumano Ulysses, onde o Homem-Aranha aparece segurando o corpo morto e empalado do bandeiroso. Nessa hora vem o dilema que pausa as lutas, mas não diminui a tensão: Carol Davers e Tony Stark precisam decidir entre prender o jovem Miles Morales, ou deixar ele livre e causar a morte do Capitão América.

A prisão que deu errado


A medida que as pessoas se reúnem ao redor de Miles, caído no chão com a máscara acima do nariz, Carol Danvers e Tony discutem sobre os méritos da prisão do jovem Homem-Aranha. Enquanto isso o ainda-não-morto Capitão América (e agente duplo da Hydra) interfere, deixando todos em choque ao permitir que o cabeça de teia deixe a cena sem maiores complicações. Miles parte, deixando uma Capitã Marvel extremamente frustrada para trás.

No pós conflito, Maria Hill tenta prender Steve Rogers e o restante do Time Homem de Ferro... O que dá tão certo quanto a prisão de Miles Morales. A tensão retorna com a possibilidade da breve trégua voar pela janela, mas antes que outra luta aconteça, um dos aliados de Carol interfere no imbróglio: ele mesmo T'Challa.

Ta-da! O Pantera Negra muda de lado


Em alguns aspectos Guerra Civil II tem dinâmicas únicas, mas ao mesmo tempo carrega alguns paralelos com a história clássica. Na primeira versão a grande mudança de lado é do Homem-Aranha. Aqui é o Pantera Negra - cujo papel no filme foi deveras importante - que se une a Tony Stark por estar cansado da paranoia da Capitã Marvel. Com mais uma intervenção, o Doutor Estranho tem a chance de teleportar o time do local antes que algo a mais aconteça.

Com a partida do Homem de Ferro e seus aliados, Carol pede ajuda a Medusa para localizá-los com Dentinho, o cão da Família Real Inumana. Sim, esse é o nome dele. Mas o pedido é negado. Entretanto, Peter Quill confessa concordar com a abordagem da Capitã. Apesar do aparente cessar fogo, a verdade é dura: as forças de Carol Danvers foram reduzidas, e o time do Stark está deveras abatido.

Os Campeões se separam (por enquanto)

Clique para ampliar

Longe de celebrar o escape por pouco e a pequena vitória, as tensões continuam altas entre Tony Stark & cia. Doutor Estranho claramente não fica feliz com as brigas internas, e os mais novos como Ms. Marvel, Nova, Cyclops, e Gavião Arqueiro estão extremamente preocupados com Miles. A medida que os novatos de forma quieta deixam o time, eles se encontram com uma garota dentro de uma armadura musculosa ala Máquina de Guerra: a primeira e única Riri Williams.

Riri oferece ajuda na busca pelo Homem-Aranha, unindo-se a eles enquanto os heróis mais velhos observam, de certa forma assustados. Ambos os times discutem sobre os méritos das suas futuras decisões, e ironicamente, sobre um Inumano (Ulysses) cujas previsões se mostram mais e mais erráticas, mas de alguma forma escondendo a chave de como os eventos irão se alinhar no Universo Marvel.

Confuso, eu sei. Coisas de Treta Civil.

O futuro espera na capital


Se a edição #5 de Guerra Civil II foi basicamente sobre lutas, a sequência é toda sobre as repercussões, com o último capítulo chegando perto de um final anti-climático. Miles Morales aguarda seu destino nos degraus de um prédio da ainda não demolida capital Washington DC, Danvers e sua equipe aparentemente o localizam, mas Stark e seus aliados -incluindo os novatos- certamente estarão logo atrás.

O fim está próximo


Embora o autor Brian Michael Bendis, o artista David Marquez e seu time tenham sido "acusados" de perder alguma energia durante o quase final anti-climático, ficaram pontas soltas que podem levar a uma conclusão de impacto, tal como aconteceu na primeira Guerra Civil. Se você cansou de todas as lutas internas, respire fundo, pois o fim da Treta Civil II logo estará entre nós:

Com o lançamento da edição #6 no dia 26 de outubro, estamos prestes a descobrir o resultado de mais um grande conflito, e ver se ele é capaz de superar ou se igualar ao seu antecessor. Torçam para que os seus favoritos sobrevivam!

Sobre Bruna

A loca de todas as coisas. Devota de Céline Dion. Mini Wikipedia de Scarlett Johansson Facts.™ Eu gosto de romances como eu gosto do meu café.

(Eu não tomo café)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.