Header Ads

Redação: J Rock no Sekai

(Originalmente publicado no HMBR em 06/03/2011)

Domingo de Carnaval e por causa disso, o Power Chord dessa semana tira uma folga porém, para não ficarmos sem assunto (você já comprou sua Tekpix hoje? hahaha) vamos falar de um tema que bombou na net e foi muito inesperado para os fãs. Como de costume, ao entrar redação no título, vamos a algo fora da "área" do colunista entretanto, nessa sei umas coisinhas. Sibora.

No dia 25 de Fevereiro a Rede Tv surpreendeu os fãs de j-music e os otakus, ao passar um especial sobre J-Music. No dia anterior, fomos agraciados com uma matéria sobre a banda mais influente do Japão segundo pesquisas, o L'Arc~en~Ciel (nome originário do francês e sua tradução é Arco-Íris). Confira os videos no final do post.

Em torno de 5 minutos, passamos por vários estilos da música oriental, desde algo mais pop alá boys/girls band, ao peso do visual kei, que é fortemente ligado ao heavy metal japonês (X Japan, aquele abraço). O visual kei choca, e é essa uma das idéias porém, muitas bandas aproveitam o embalo para fazerem shows temáticos, vide Malice Mizer e Psycho Le Cemu.

Não se deixe enganar pelo visual, ecute com atenção a música, foque no isntrumental pois é comum você criar na sua mente que, por ser em japonês você não entende mas veja bem, quado você não sabia inglês, as músicas ocidentais tinham o mesmo efeito e você as julgava pelo instrumental e videoclips.

Algo que admiro nas bandas da terra dos yakuzas, é que não há medo de inovar/arriscar. Note que muitas músicas tem uma mistura que parece estranha porém, o resultado final é muito bom. Um solo de 9 minutos de piano no meio da musica e depois voltar para o peso a toda velocidade? Sim, por que não? X Japan já nos mostrou que é possível, e por ai vai.

Meu gosto pelo j-rock veio com os seriados, tanto animes quanto tokusatsus, pois os temas costumam ficar em nossas mente. Quem é da chamada "Geração Manchete", lembra bem dos seriados na tv como Wispector, Kamen Rider, Jiraya, Jaspion, Saint Seiya, Captain Tsubasa e outros. Começar pelas OPs da série, é um caminho interessate pois, a partir de uma música, você acaba tendo a vontade de buscar mais do artista responsável pela mesma.

Através de Kamen Rider Decade, conheci o trabalho do cantor Gackt. Curti bastante as músicas que ele compos para a série e, no mesmo período acidentalmente, um colega português me apresentou Malice Mizer do nada. E eis que quem lá estava cantado? Sim, Gackt. Particularmente, gosto de sua fase na banda, apesar de ter fugindo do foco que Mana sempre quis, tivemos um belo trabalho, o Merveilles.

Com isso, comecei a prestar atenção no chamado visual kei (muitas vezes ironizado como visual gay. As bandas pedem as vezes ... xD) e conheci outras bandas como o já citado Psycho Le Cemus, The Gazette e a maior banda de heavy japonês, e a única que me levou pro lado metal, o X Japan. Aliás, o X foi o precursor do movimento visual, depois seguido por outras bandas e hoje muito popular na Terra do Sol Nascente.

Finalizando, um momento Power Chords, escute bem o som de algumas bandas e tente ter um novo caminho no ouvir e tocar. Novidades sempre são bem vindas no universo musical.

Sayonará ...



Sobre Wakashimazu

Gamer de nascimento, guitarrista por insistência, se divide em três para dar conta de dominar o mundo da música, dos jogos e dos otakus, enquanto lida com a caixinha de surpresas chamada de vida. Pode ser encontrado no Last FM, na Live ou no fórum!

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.