Header Ads

Review: Os Mercenários 3 (2014)

(Publicado originalmente no HMBR em 27/08/2016)

O primeiro filme foi bem oitentista e com um roteiro mais trabalhado, dentro do limite da coerência inexistente em filmes de ação absurdas, no segundo foi mais auto-zuera bem feita e com ótimas cenas de ação mais Vandeco de Villain. E o que veio no terceiro? Vamos conferir.

Em Os Mercenários 3, Barney (Sylvester Stallone), Christmas (Jason Statham) e o resto do time ficam cara a cara com Conrad Stonebanks (Mel Gibson), que anos atrás co-fundou Os Mercenários com Barney. Stonebanks tornou-se um traficante de armas cruel e Barney foi forçado a matá-lo... Ou assim ele pensava. Stonebanks, que escapou da morte, tem como missão acabar com Os Mercenários, mas Barney tem outros planos. Ele decide que precisa encarar o sangue velho com sangue novo e traz uma nova era de membros para a equipe, recrutando indivíduos que são mais jovens, mais rápidos e mais tecnológicos. A última missão se tornará um embate entre o estilo clássico dos veteranos contra conhecimento em alta tecnologia na batalha mais pessoal dos Mercenários..

No terceiro filme Sly encontrou um ótimo equilibrio de enredo do primeiro com o segundo, conseguindo ainda mitar ao melhorar as cenas de ação. Juntam-se aos mercenários Doki (Wesley Snipes), que estava preso há oito anos por sonegação fiscal (qualquer semelhança com o fato de Snipes ter sido preso pelo mesmo motivo, não é mera coincidência de roteiro). Além dele, outros são novatos que conheceremos no decorrer da história. Galgo (Antonio Bandeiras) um belo dum mercenário tagarela (not Deadpool).

Em meio a busca por um grande procurado, Barney (Sylvester Stallone) descobre que o "vilão" é um ex-amigo seu no qual ele teria matado, porém, não morreu: Conrad Stonebanks (Mel Gibson). Stonebanks é um ótimo vilão, extremamente calculista e de executar o que se propõem sem medo de ser feliz, além da sua aura de "ninguém me toca".


Como resultado da busca, o grupo correr o risco de perder Caesar (Terry Crews, eterno pai do Chris) que fora baleado por Stonebanks. Por não querer ver seus amigos correndo o risco de morrerem e serem esquecidos, Barney decide aposenta-los e recruta novatos.

Formasse uma equipe com um nerd de sistemas e parkour, uma lutadora de MMA: Luna (Ronda Rousey), outro lutador de MMA, um rebelde. Com o novo grupo, Barney se vê um pouco a sair do modo anos 80 de agir, ao sugerir o belo plano de simplesmente invadir um local extremamente seguro e metralhar geral, wow very serious.

O filme se sai muito bem com o elenco original e peca um pouco o entusiasmo com os novatos. Eles até possuem algumas cenas legais, porém, o elenco velho consegue ser mais carismatico e até Doki de novato velho, empolga mais. O terceiro ato merece toda a atenção do pessoal que curte Battlefield, fica a dica.

Elenco: Sylvester Stallone, Jason Statham, Jet Li, Dolph Lundgren, Randy Couture, Terry Crews, Arnold Schwarzenegger, Wesley Snipes, Antonio Banderas, Mel Gibson, Harrison Ford, Kellan Lutz, Ronda Rousey, Robert Davi, Victor Ortiz, Glen Powell
Direção: Patrick Hughes (II)
Gênero: Ação
Duração: 126 min.
Distribuidora: California Filmes
Classificação: 14 Anos

Sobre Wakashimazu

Gamer de nascimento, guitarrista por insistência, se divide em três para dar conta de dominar o mundo da música, dos jogos e dos otakus, enquanto lida com a caixinha de surpresas chamada de vida. Pode ser encontrado no Last FM, na Live ou no fórum!

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.