Header Ads

Segunda temporada de Jessica Jones será 100% dirigida por mulheres


Se lá fora o mundo é cada vez mais delas, aqui, dentro do nosso mundo nerd, ele é mais e mais delas também. A prova? Séries como Supergirl e Jessica Jones, os dois maiores exemplos de feminismo no entretenimento atual. E para a segunda temporada, a detetive mais cabeça quente de Hell's Kitchen promete trazer um baita reforço: todos os 13 episódios serão dirigidos por mulheres.

Durante um painel do Transforming Hollywood, conferência focada em questões de representação no entretenimento, Melissa Rosenberg, showrunner de Jessica Jones, confirmou o rumor levantado pela Variety de que apenas mulheres irão dirigir a nova temporada. Quem são ou serão elas no momento não se sabe, mas com as gravações de Jessica Jones previstas para começar após Defensores, cujos trabalhos começam em novembro, é possível que logo tenhamos mais informações.


Diferente de séries como Game of Thrones, alvo constante da crítica pela forma como lida com temas pesados feito assédio sexual e estupro, a primeira temporada de Jessica Jones foi muito elogiada pela forma como abordou dois dos temas mais pesados e sensíveis que existem. Na série tivemos um retrato realista de assédio sexual, porém muito interessante ao mostrar a luta para sobreviver ao trauma, um total exemplo de superação.

Mas na ocasião apenas três dos nove diretores eram mulheres.

E Melissa Rosenberg realmente vem se engajando na causa atrás e na frente das lentes. Quem não viu o destaque dado a personagens como Trish e Walker e Jeri Hogarth? A cineasta Alexia Prichard, presente no mesmo painel, mencionou que a série Sugar Queen de Ava DuVernay também escalou um time inteiro de diretoras para a primeira temporada que estreou em setembro desse ano. Inclusive a série teve diretoras negras, começando pela própria DuVernay.

Dito isso, não tem como não falar de outra coisa: é um milagre essa iniciativa vir da Marvel! Ok, não diretamente da Marvel, mas ela permitir tudo isso acontecer, é incrível, afinal, a Marvel nunca foi o maior e melhor exemplo em matéria de representação feminina, mesmo tendo atrizes excelentes. Do lado vizinho, a Warner se prepara para lançar Mulher Maravilha, dirigido pela Patty Jenkins, Esquadrão Suicida a gente meio que segue em frente, olha para o lado e ignora... 

Na segunda temporada a tendência é de que, embora pouco se saiba sobre a trama, Jessica Jones continue a lidar com o trauma do assédio sexual que sofreu do vilão Killgrave (David Tennant). um viva para a continuidade! Além da promessa de termos mais do relacionamento entre Jessica e Trish (Rachael Taylor).

Mulheres unidas como melhores amigas, sem se comportarem feito rivais brigando pelo príncipe louro e malhadão no cavalo branco? Quero.

Sobre Bruna

A loca de todas as coisas. Devota de Céline Dion. Mini Wikipedia de Scarlett Johansson Facts.™ Eu gosto de romances como eu gosto do meu café.

(Eu não tomo café)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.