Header Ads

Saiba como foi criada a Capa de Levitação de Doutor Estranho


Apesar das expectativas altas que o mundo nerd tinha com a estreia de Doutor Estranho, sejamos sinceros: ninguém tinha noção exata de como o filme mais mágico (e sem trocadilho) da Marvel seria recebido. Mas até o momento as coisas vão bem: reviews positivos (incluindo o nosso), a marca de 86 milhões de dólares faturados na estreia, e 325 milhões no primeiro final de semana.

Nada mal pra quem usa e abusa dos efeitos e viagens visuais como Stephen Strange, hein? Com isso vão surgindo aquelas dúvidas de "nossa como foi feito isso?," "incrível! nem parece que foi feito no computador!," sobretudo porque o filme tem uma longa lista de artefatos mágicos, entre eles a Capa de Levitação que antes da estreia ganhou o melhor comercial de todos:


Como você viu, a Capa de Levitação é retratada como uma entidade consciente, e para muitos fãs foi o destaque do filme. Ela tem personalidade, e acaba trazendo momentos de humor em meio ao caos, além de ajudar e proteger o Feiticeiro Supremo na luta contra o vilão Kaelicius (Mads Mikkelsen). Tudo ao melhor estilo tapete mágico de Aladdin.

(Ou vai me dizer que você ainda não pensou em Aladdin?)

Sobre isso, o supervisor de efeitos visuais Stephane Ceretti (que também trabalhou em Guardiões da Galáxia) revelou que outro favorito dos fãs inspirou o trabalho com a simpática capa vermelha:

Para a maioria das filmagens da capa nós usamos a mesma companhia que fez o Rocket em Guardiões, porque queríamos que ela fosse um personagem real. Acho que o resultado foi muito bom.

E poucos fãs podem dizer que a Framestore não teve parte no sucesso de Guardiões, certo? Um guaxinim falante, uma árvore que anda... Já a personificação da Capa de Levitação tem origem no material de base e no roteiro do filme, mas Ceretti explica que tudo isso ficou muito maior que o planejado:

Meio que já estava no roteiro, mas não tão profundamente como agora. E então, à medida que nós avançávamos, tivemos uma grande discussão sobre o arco da história da capa no filme. Começa como a história do cavaleiro e do cavalo. A primeira vez que se encontram, eles não se conhecem, certo? O cavalo é meio louco e controla o cavaleiro, mas eles começam a conhecer um ao outro e no fim, a trabalharem juntos. É o mesmo tipo de história.

Mas não fica só nisso. Ceretti ainda revela que os dublês tiveram parte na criação, o que explica a cena onde a capa envolve um dos inimigos de Strange, nocauteando o pobre coitado várias vezes, de forma que o feiticeiro possa escapar. "Existe um monte de pessoas com boas ideias e tentamos fazer o melhor de tudo. Acho que acabou muito bem."

Afinal, não é só um amontoado de detalhes para dar leveza ao filme, mas sim uma parte importante da história: a capa escolhe salvar o feiticeiro, os dois passam a trabalhar juntos e desenvolvem uma conexão, fazendo link com as origens mágicas, mas principalmente, as origens espirituais do Doutor Estranho. Bem jogado, Strange.

Via Screen Rant

Sobre Bruna

A loca de todas as coisas. Devota de Céline Dion. Mini Wikipedia de Scarlett Johansson Facts.™ Eu gosto de romances como eu gosto do meu café.

(Eu não tomo café)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.