Header Ads

Saiba como foi criada a Capa de Levitação de Doutor Estranho


Apesar das expectativas altas que o mundo nerd tinha com a estreia de Doutor Estranho, sejamos sinceros: ninguém tinha noção exata de como o filme mais mágico (e sem trocadilho) da Marvel seria recebido. Mas até o momento as coisas vão bem: reviews positivos (incluindo o nosso), a marca de 86 milhões de dólares faturados na estreia, e 325 milhões no primeiro final de semana.

Nada mal pra quem usa e abusa dos efeitos e viagens visuais como Stephen Strange, hein? Com isso vão surgindo aquelas dúvidas de "nossa como foi feito isso?," "incrível! nem parece que foi feito no computador!," sobretudo porque o filme tem uma longa lista de artefatos mágicos, entre eles a Capa de Levitação que antes da estreia ganhou o melhor comercial de todos:


Como você viu, a Capa de Levitação é retratada como uma entidade consciente, e para muitos fãs foi o destaque do filme. Ela tem personalidade, e acaba trazendo momentos de humor em meio ao caos, além de ajudar e proteger o Feiticeiro Supremo na luta contra o vilão Kaelicius (Mads Mikkelsen). Tudo ao melhor estilo tapete mágico de Aladdin.

(Ou vai me dizer que você ainda não pensou em Aladdin?)

Sobre isso, o supervisor de efeitos visuais Stephane Ceretti (que também trabalhou em Guardiões da Galáxia) revelou que outro favorito dos fãs inspirou o trabalho com a simpática capa vermelha:

Para a maioria das filmagens da capa nós usamos a mesma companhia que fez o Rocket em Guardiões, porque queríamos que ela fosse um personagem real. Acho que o resultado foi muito bom.

E poucos fãs podem dizer que a Framestore não teve parte no sucesso de Guardiões, certo? Um guaxinim falante, uma árvore que anda... Já a personificação da Capa de Levitação tem origem no material de base e no roteiro do filme, mas Ceretti explica que tudo isso ficou muito maior que o planejado:

Meio que já estava no roteiro, mas não tão profundamente como agora. E então, à medida que nós avançávamos, tivemos uma grande discussão sobre o arco da história da capa no filme. Começa como a história do cavaleiro e do cavalo. A primeira vez que se encontram, eles não se conhecem, certo? O cavalo é meio louco e controla o cavaleiro, mas eles começam a conhecer um ao outro e no fim, a trabalharem juntos. É o mesmo tipo de história.

Mas não fica só nisso. Ceretti ainda revela que os dublês tiveram parte na criação, o que explica a cena onde a capa envolve um dos inimigos de Strange, nocauteando o pobre coitado várias vezes, de forma que o feiticeiro possa escapar. "Existe um monte de pessoas com boas ideias e tentamos fazer o melhor de tudo. Acho que acabou muito bem."

Afinal, não é só um amontoado de detalhes para dar leveza ao filme, mas sim uma parte importante da história: a capa escolhe salvar o feiticeiro, os dois passam a trabalhar juntos e desenvolvem uma conexão, fazendo link com as origens mágicas, mas principalmente, as origens espirituais do Doutor Estranho. Bem jogado, Strange.

Via Screen Rant

Sobre Bruna

Entusiasta dos jogos de luta, indie e mobile. Devota de deus MOV e Lorde Daigo e Senhor. Mini Wikipedia de Scarlett Johansson Facts™. Eu só jogo um MMO, que é o Trove. Me xinga de tudo, menos de "jornalista."Aí dá briga.

Siga no Twitter!

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.