Header Ads

A última retrospectiva semanal de 2016


Agora não é mais brincadeira, acabou tudo. Estamos na curva de terminar 2016 e tanta coisa eu já disse, tantas ainda eu teno pra dizer, é muito doido. Essa é a última retrospectiva de um ano que não foi fácil (Kátia cega bem avisou), mas que nós, todos nós (incluo você nessa) viemos, vivemos e sobrevivemos, o que significa alguma coisa, e coisa boa, certo? É como diz o Monday Metal de final de ano: estamos lutando pelo sonho.

Vou dizer isso mais algumas várias vezes até você perder a paciência comigo, mas muito obrigada pelo voto de confiança dado ao Armadura Nerd. Faz pouco tempo que nós estamos no ar, é verdade, mas os números não deixam mentir que vocês ainda confiam em mim e no Waka: mais de 12 mil views e mais de 7 mil acessos nesses três meses que em 2017 vão se transformar no nosso primeiro ano completo. Vamos recompensar você com ainda mais rage, piadas de gosto duvidoso, nerdice e umas notícias assim, como quem não quer nada.

E como é de costume, sim, a pessoa que vos fala vai comentar os assuntos dessa última retrospectiva semanal. Antes, entretanto, veja as retrôs de dezembro porque relembrar é viver:


Agora sim, vamos lá.

O anime de Saintia Shö

O grande projeto que a franquia Saint Seiya ganhou nesse 2016 onde os cavaleiros completaram 30 anos foi o... Anime de Saintia Shö. Você que não conhece a mortadela, se ligue no vídeo do Waka:


Sou mega fã de Saint Seiya, feminista, mas... Cara. What is life. Saintia Shö vai ter um provável grande desafio em fazer os fãs das antigas, e mesmo os casuais em mostrar por que é relevante dentro do universo Saint Seiya porque so far, eu mal consigo entender a deusa da guerra ter cavaleiros que a protejam e a postura pacifista (que eu tenho meus palpites). Imagine então guarda-costas. Até vejo um jeito de fazerem esse samba ter lógica, mas não sei se vão partir por aí.

Só vem, filme de Tomb Raider

Eu estou animada por muitos filmes, mas o reboot de Tomb Raider bate cabeça lá no topo com Logan, Mulher Maravilha, Capitã MarvelGhost in the Shell e o Episódio VIII de Star Wars. Tomb Raider é amorzinho! Domingo eu estive conversando com uma amiga sobre coisas que aconteceram, e mudaram na história da franquia nesses 20 anos, e esse filme tende a ser um marco (pelo menos em teoria ele é) para os filmes de games, a franquia em si, e a tão falada representação feminina.

Tá certo que eu sonhei tanto com a Daisy Ridley de Lara Croft. Mas o papel está em boas mãos com a Alicia Vikander. Minha torcida e expectativa continua igual.

Invasion: o bom crossover que devia ser copiado pelos outros

Novamente eu venho elogiar a DC Comics/Warner Bros. pelo crossover Invasion, ser ousada e alegre e dizer que ele deveria ser copiado pelos outros. Sim, deveria mesmo. Não foi um evento 100% perfeito, por que quando qualquer coisa na vida é perfeita? Entretanto, a produção foi muito boa em termos de marketing, publicidade, mesmo com as falhas o roteiro foi amarrado, e a ação divertida.

Imaginem que isso é um elogio vindo de alguém que um dia só assistia séries da Marvel e nunca cogitou assistir nada da DC Comics (dai hoje eu assisto Supergirl e Legends of Tomorrow).

Capcom não esqueceu o Megaman em churrasco #choque

A Capcom tem a mania bem feia de levar o Megaman pro churrasco e esquecer ele lá. Mas não só o azulão deu as caras nas primeiras imagens de Marvel vs Capcom: Infinite, como vai ter Mega clássico no Android! Gostei da notícia, porque o mundo dos jogos mobile é muito instável (coisa que Super Mario Run por exemplo, não ajudou a aliviar), e ainda não existe uma receita de bolo de como sobreviver nesse mercado.

Por isso mesmo que não seja com algo inédito, que seja "apenas" com a adaptação de uma franquia clássica, já acho que está valendo. Agora vejamos é se a Capcom não faz aquilo que ela sabe bem: besteira depois de ter uma boa oportunidade em mãos.

Então é isso. O recado foi dado, e na semana que vem, já 2017, eu volto e vejo você na primeira retrospectiva semanal do novo ano. Pela última vez em 2016, vamos clicar?

Colunas



Cinema



Games



E-sports



Mobile



TV e Web



HQ e mangá

Sobre Bruna

A loca de todas as coisas. Devota de Céline Dion. Mini Wikipedia de Scarlett Johansson Facts.™ Eu gosto de romances como eu gosto do meu café.

(Eu não tomo café)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.