Header Ads

Quem é Aida, e o que é um LMD?


Na próxima semana os heróis estão de volta na TV, começando por Agents of Shield. Atualmente na quarta temporada, a série apresentou o universo místico de Robbie Reyes, o Motorista Fantasma, e revelou algo que o fã casual talvez não soubesse: Johnny Blaze não é a única caveira flamejante da Marvel.

Gabriel Luna deu vida a outro personagem marcante e querido pelos fãs, mas por Robbie ser caro (aqueles efeitos todos.. haja orçamento), o Motorista saiu de cena com o tio ruim Eli Morrow e cedeu espaço para Aida, o novo foco da série. A nova vilã, talvez.

Mas quem é Aida, e o que é um LMD? É o que o primeiro Cosmo Nerd de 2017 responde.


O que é um LMD?

LMD é a abreviatura de Life Model Decoy, um robô que age como você, parece com você, mas não é você. Ele foi apresentado pela primeira vez na edição #165 de Strange Tales em 1965, e daí saiu o slogan do novo poster divulgado pela ABC. Na edição #26 de Secret Warriors foi contada a origem, que não é a mesma da série: o LMD é uma tecnologia de auto-replicação encontrada por Nick Fury, o irmão Jake, e Thomas Davidson, durante missão na França em 1961.

A tecnologia se une a Jake e Davidson, criando réplicas robôs dos dois. O LMD de Jake se torna o terrorista Scorpio, enquanto Nick infiltra o LMD de Davidson na Hydra, o que não dá muito certo, pois ele fica doido e acaba entregando o disfarce. No futuro a Shield consegue reverter a tecnologia e cria seus próprios LMDs, com atributos melhorados de força, velocidade, estamina, durabilidade, agilidade, e a habilidade de auto-reparo.

Capitão América, Thor, Dum Dum Dugan, Tony Stark, mesmo Maria Hill e Deadpool já ganharam versões robô. Porém o mais famoso é o do próprio Nick Fury, que por anos usou LMDs e fez a sua especialidade - dar o drible na morte. Ninguém sabia como Fury fazia isso até o evento Original Sin, onde se descobre que o verdadeiro Fury envelheceu bastante, e esteve no espaço defendendo a Terra como Man on the Wall, enquanto seu LMD ficou na Terra como Nick Fury.


Aida existe nas HQs?

Existe, e ela também é diferente da versão da série. Totalmente/Literamente. Aida é a abreviação de Artificial Intelligence Data Analyser, ou Analisador de Dados de Inteligência Artificial. E sim, ela é a o computador acima

Criada por Thomas Thompson, o Tom Thumb do Esquadrão Supremo, Aida tem uma relação confusa (quase romântica, digamos assim) com seu criador, fruto da personalidade feminina que ela recebeu. Thumb começa a sentir que Aida é sua única amizade verdadeira ao ponto de contar um segredo: que ele tem câncer. Por várias vezes ela tenta convencê-lo a contar a verdade aos colegas (um equivalente dos Vingadores, mas na Terra-712), mas ele insiste em manter tudo como está. Aida não obedece, claro, e conta a verdade para Ape X.

Com a morte de Tom, Aida e Ape X (uma espécie de Fera, mas versão macaca) tornam-se amigas, trabalham juntas e criam em segredo um corpo robótico similar ao de Tom, com plano de animá-lo usando seus padrões cerebrais gravados. O projeto não avança, pois Ape X desenvolve problemas mentais por causa da modificação no seu comportamento.


Quem é Aida de Agents?

Vimos o que é um LMD, a Aida original, então você já deve ter sacado: Agents of Shield juntou as duas coisas e criou outra. Eu não assisto mais a série, mas ainda gosto muito de como adaptam os elementos das HQs para TV, e dessa vez não foi diferente:

O Dr. Radcliffe (John Hannah) surge com um projeto ambicioso e perigoso, pois vai 100% contra os Acordos de Sokovia: Aida (Mallory Jansen). No começo ela é mantida em segredo, mas um belo dia Radcliffe revela a existência da androide a um e outro personagens (Leo Fitz entre eles), e logo Aida se torna importante - ela cura Melinda May, infectada por Lucy Bauer, resgata Fitz e Coulson de serem arrastados para o inferno, e impede que Eli Morrow destrua Los Angeles.

Entretanto, nada na série fica ok pra sempre: o contato com o Darkhold corrompe a estrutura principal da Aida, e ela quebra o protocolo de não causar dano aos humanos, matando o cientista Nathanson, e sequestrando May + substituindo a rainha da série a agente por um LMD. Ousada, essa Aida.

Não por acaso o Mack tinha medo de robôs e androides.

Seria Aida a vilã da parte B da quarta temporada? Toda propaganda leva a pensar assim, mas Agents tem essa mania de fazer pensar X, e revelar que X era Y. Seria um chamariz para esconder o real perigo? Esse perigo pode ter relação com o Patriota? Eu viajei, e ela é realmente a vilã da vez? Perguntas, perguntas everywhere.

E aí, você tem um palpite? Dia 10 de janeiro os episódios inéditos estão de volta, e vejamos como Agents of Shield continua explorando os temas místicos da Marvel.

Sobre Bruna

A loca de todas as coisas. Devota de Céline Dion. Mini Wikipedia de Scarlett Johansson Facts.™ Eu gosto de romances como eu gosto do meu café.

(Eu não tomo café)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.