Header Ads

Astralis vence o Major da ELeague com audiência recorde


Fechamos o Major da ELeague de Counter-Strike igual mesmo jeito que começamos: com drama, emoção e jogos de alta qualidade. Numa disputa melhor de três mapas com grandes clutches, vitórias na base da compra forçada de ambos os lados, viradas, a Astralis, que proporcionou um jogo 500% emocionante contra a SK Gaming, venceu a Virtus.Pro, algoz que eliminou os brasileiros nas semifinais, sagrando-se a campeã da competição.

O primeiro mapa foi o Nute, onde a Virtus começou forte, logo assumindo a liderança do lado terrorista, porém permitindo uma tentativa de virada da Astralis para terminar a primeira metade a 9-6. Uma série de rounds tensos trouxeram o empate em 12-12 na segunda metade, mas com outra vitória no round eco, a Virtus.Pro teve o impulso que precisava para fechar o mapa em 16-12 e colocar uma das mãos na taça.

Ou não.

Com o começo do segundo mapa, Overpass, foi mais um show de clutches de ambos os lados, e dessa vez quem disparou na liderança foi a Astralis, liderando por 9-6 do lado terrorista. Novamente veio outro empate aos 14-14, até Kjaerbye vencer o 1x1 crucial contra Snax da Virtus, fazendo a Astralis fechar o mapa em 16-14 e dessa vez, colocar uma das mãos na taça.

Mas e aí, quem carregou o caneco para casa?

Foi o que o terceiro mapa, Train, veio para decidir. E novamente os poloneses começaram fortes do lado terrorista, com uma liderança explosiva (haha, trocadilho incluso) de 7-0. Acha que a Astralis se rendeu? Não mesmo. Os dinamarqueses se recuperaram, mas a Virtus ainda terminou a metade do mapa favorável, com placar de 9-6. A perda do pistol round parecia ser a morte dos dinamarqueses, enquanto a Virtus estendia a liderança para 12-6 do lado contra-terrorista.

Insistindo em não se entregar, a Astralis começou mais uma reação e forçou o placar até 13-12, quando os poloneses venceram outro round de compra forçada e chegaram a 14-12. Com uma das mãos e quatro dedos da outra no troféu, a Virtus não contava com um sprint ao melhor estilo corrida de São Silvestre da Astralis, que venceu quatro rounds consecutivos e fechou o mapa em 16-14, vencendo a série por 2-1, e levando o título!

Com o fim do décimo Major, as colocações e premiações ficaram assim:

1º – Astralis ($500,000)
2º – Virtus.Pro ($150,000)
3º/4º – Fnatic ($70,000)
3º/4º – SK Gaming ($70,000)
5º:8º – Na’Vi ($35,000)
5º:8º – Gambit ($35,000)
5º:8º – North ($35,000)
5º:8º – FaZe ($35,000)
9º:11º – Godsent ($8,750)
9º:11º – EnVyUs ($8,750)
9º:11º – Team Liquid ($8,750)
12º:14º – OpTic Gaming ($8,750)
12º:14º – G2 Esports ($8,750)
12º:14º – Mousesports ($8,750)
15º:16º – FlipSid3 ($8,750)
15º:16º – HellRaisers ($8,750)

Mas o sucesso não ficou só para Astralis. Com o fim do Major circula a informação que a audiência foi recorde!

Transmitida por várias plataformas como Youtube e Twitch, além da TV, que lá fora exibiu a grande final via Turner, a estimativa é de que 1.2 milhões de pessoas assistiram a competição via internet, e mais de 1 milhão assistiram pela TV, ou seja, 2.2 milhões ao todo. O Major foi também a primeira transmissão de um único canal da Twitch a quebrar a marca de 1 milhão de expectadores.

E se você perdeu algum lance do grand finale, vamos a ele:




Sobre Bruna

A loca de todas as coisas. Devota de Céline Dion. Mini Wikipedia de Scarlett Johansson Facts.™ Eu gosto de romances como eu gosto do meu café.

(Eu não tomo café)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.