Header Ads

Bilheteria global de Rogue One chega aos 800 milhões de dólares


Acompanhar a escalada de Rogue One: Uma História Star Wars na bilheteria tem sido muito bacana. Quem não fica feliz de ver o sucesso de um bom filme? Ainda mais quando o dito cujo faz aquilo que a pessoa que vos fala mais gosta: pensa fora da caixinha. O público pode até discutir o produto final, o que não é problema e faz parte, mas o fato de que o longa é sucesso é impossível negar.

Com a divulgação dos números que nós comentamos nesse post, Rogue One tornou-se o segundo filme mais lucrativo de 2016 nos EUA, superando -sim, acredite- Capitão América: Guerra Civil por uma boa diferença: são 440.9 milhões de dólares vs 408 milhões de Steve Rogers & cia. A frente está apenas Procurando Dory com seus 486.3 milhões, mas ela que não se cuide?

Em escala mundial (tirando os EUA), o filme faturou 361 milhões de dólares, o que na soma dá 801.9 milhões em bilheteria global. Fazendo o comparativo, Star Wars: O Despertar da Força ficou em quase 937 milhões de bilheteria americana, e 2 bilhões de bilheteria global. Mas como boa notícia nunca é demais, Rogue One ainda estreia na China no próximo dia 6, ou seja, o boost com a bilheteria de um dos maiores mercados internacionais vem aí.

Assim, o sonhado bilhão que alguns não conseguiram, torna-se uma realidade possível para quem nem imaginava que conseguiria! Segue a lista de milhões arrecadados até o momento em cada país onde o filme foi lançado:

Reino Unido: U$ 66.7 milhões
Alemanha: U$ 35.3 milhões
França: U$ 30.4 milhões
Austrália: U$ 28.3 milhões
Japão: U$ 25.9 milhões
Espanha: U$ 12.8 milhões
Brasil: U$ 12.4 milhões
México: U$ 10.4 milhões
Rússia: U$ 9.9 milhões
Itália: U$ 9.6 milhões
Suécia: R$ 8.0 milhões
Polônia: U$ 6.6 milhões
Coreia: U$ 5.9 milhões
Países Baixos: U$ 5.6 milhões
Outros países: U$ 93.2 milhões

Total: U$ 361 milhões

Dirigido por Gareth Edwards, Rogue One: Uma História Star Wars é estrelado por Felicity Jones, Diego Luna, Ben Mendelsohn, Donnie Yen, Mads Mikkelsen, Alan Tudyk, Riz Ahmed, Jiang Wen, e Forest Whitaker. Na história nós vemos como um grupo de heróis improváveis embarcam na missão de roubar os planos da primeira Estrela da Morte, a arma máxima do Império. E vocês já fizeram review do filme, Bruna? Fizemos sim, e você pode conferir aqui.

Sobre Bruna

A loca de todas as coisas. Devota de Céline Dion. Mini Wikipedia de Scarlett Johansson Facts.™ Eu gosto de romances como eu gosto do meu café.

(Eu não tomo café)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.