Header Ads

Kyuranger contou com intervenção da bandai norte-americana na sua criação

Em 2017 é possível que alguns ainda não saibam como funciona a criação de um seriado da série Power Rangers, então, vamos resumir rapidamente antes da notícia. Os seriados tokusatsus (filmes de efeitos especiais) possuem uma vertente chamada de Super Sentai (super grupos/esquadrão), e estes, são os famosos grupos de heróis geralmente em cinco, com cada um defendendo uma cor e o poder relacionado a temática do sentai do ano.

Quando o seriado é lançado no Japão, no ano seguinte você pode aguardar pela versão ocidental. Esta é a deixa que entram os Power Rangers, com todo trabalho de adaptar a série para o ocidente com a troca de atores, algumas vezes aproveitamento de cenas (na década de 1990 era praticamente cenas civis originais, e cenas de lutas do original japa [Zyuuranger na primeira temporada]). Sabendo disso, você deve ter pensado que alguns temas são orientais demais, certo? Exatamente, vide Samurai Sentai Shinkenger!

Samurai é extremamente oriental, porém, ficou bom o resultado ocidental (ame ou odeie)

Em alguns casos a versão ocidental precisou jogar para duas temporadas o tema do original, devido o sucessor ser muito de nicho como Hikonin Sentai Akibaranger com tema focado no mundo otaku. O próximo super sentai será Uchuu Sentai Kyuranger, e dessa vez de forma inédita, a Bandai Norte Americana interviu em sua criação.

Sendo um momento histórico, as divisões ocidental e oriental da Bandai sentaram para conversar sobre o próximo seriado, e assim, a Toei teria pela primeira vez influencia de fora na concepção de um dos grupos. Greg Mitchel, diretor sênior de marketing da Bandai USA, disse em entrevista ao No Pink Spandex o seguinte:

Akbaranger seria os Emo Rangers no Ocidente? #paz

Podemos dizer de início que queríamos um tom mais criativo para a série, que envolveria espaço, cosmo e o zodíaco, temas que estávamos bem animados. A Bandai norte americana ajudou na parte do conceito, pensando em como os zords e as armas seriam, poderiam ser como uma Ranger Key ou uma Dino Charger (Zyudenchi)?
Se o simples (simples na teoria) intervenção norte-americana já é uma grande surpresa, tem mais na influência e nisso, entrou a casa das ideias: Marvel. O Universo Cinematográfico Marvel entrou como uma das inspirações do conceito de Kyuranger, e Mitchel, explanou também:

Veja o Capitão America. Ele veste vermelho, branco e azul. A roupa dele é bem maneira e tem uma aparência mais tática. Ele envelheceu acima da visão de um herói clássico. Sempre trazemos exemplos como este não para minar os Power Rangers, mas, para transformá-lo em algo o mais competitivo possível nos EUA.

De forma geral, Greg deixou claro, sua maior concorrência hoje é com o rato, digo, com a Disney. Pois se falarmos que os heróis Marvel, e também como chega a citar, Star Wars são seus rivais hoje, lembrem-se: ambos são propriedade do Sr. Mouse.

Power Ranger (Super) Ninja Steel o seriado ranger para 2017/18
Agora fica no ar: será que veremos mais intervenções? Obviamente o resultado que Kyuranger (e sua futura versão Power Ranger) obterem irão ditar essa parte, contudo, caso isso venha acontecer e tornar-se mais natural, eu espero que os dois polos trabalhem em conjunto e não como "o japonês cria, o norte-americano dá os pitacos, e o japonês vê o que faz e volta o ciclo até fechar a série".

E vocês, o que esperam de Kyuranger com esse inédito (por mais que seja em partes) trabalho conjunto da Bandai USa com a Toei?

Em março tem filme reboot dos Power Rangers

via Senpuu

Sobre Wakashimazu

Gamer de nascimento, guitarrista por insistência, se divide em três para dar conta de dominar o mundo da música, dos jogos e dos otakus, enquanto lida com a caixinha de surpresas chamada de vida. Pode ser encontrado no Last FM, na Live ou no fórum!

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.