Header Ads

SK Gaming está na semifinal do DreamHack Masters


É isso aí. Os brasileiros da SK Gaming seguem vivos no DreamHack Masters em Las Vegas, mas após dois jogos até tranquilos contra a TyLoo e a Cloud9, foi hora de gastar um pouco do estoque de emoção no sábado a noite, virada de horário de verão, no embate contra a Natus Vincere. E olha, se você não viu, eu já adianto: haja coração.

A série melhor de três mapas começou na Mirage, com a Na'Vi vencendo o primeiro round pistol, e três eliminações feitas por Egor "flamie" Vasilvev. Depois de perder ambos os rounds econômicos, a SK enfim venceu o primeiro round armado, mas logo veio a reação europeia com flamie vencendo o clutch 1v2, roubando o show após Fernando "fer" Alvarenga ter feito quatro eliminações. Daí para frente a Na'Vi abriu uma boa sequência e estabeleceu a vantagem de 8-1, nunca dando a SK a chance de conseguir economias o suficiente.

Com isso os brasileiros precisaram reforçar a defesa, o que deu certo, e reduziu a diferença para cinco rounds no fim da metade do mapa. Na segunda metade Fallen & cia entraram mais motivados, venceram os cinco primeiros rounds, equilibraram o jogo, e daí as vitórias de rounds seguiram cada vez para um lado, nenhum dos dois times conseguindo abrir uma vantagem real.

Foi então que Deniz "seized" Kostin fez a Na'Vi vencer um round eco crucial com três eliminações, mas a punição veio em seguida com a SK seguindo rumo ao bomb site B com uma compra forçada, quebrando as economias do adversário. Pensa que acabou? Chegamos ao empate e a prorrogação mais tensa na história das prorrogações.

Nas duas primeiras prorrogações (isso mesmo, duas), quando um time parecia estar perto de vencer, o outro descontava a diferença e voltávamos ao zero. Mas depois de três prorrogações, e totais 47 rounds, a SK Gaming fechou o mapa em 25-22 e carregou a vantagem para onde é literalmente a casa do time brasileiro: a Train.

Ok. Novamente a Na'Vi começou vencendo o pistol round do lado terrorista, mas não foi o suficiente para segurar a SK no seu mapa mais forte, que com uma compra forçada e três eliminações de Marcelo "coldzera" David na base de belos headshots com sua Desert Eagle, já impediu qualquer tentativa de ousadia e alegria.

A vitória levou a uma performance sólida, vencendo oito de nove rounds seguidos e já colocando o time europeu em perigo logo cedo, então o que a Na'Vi fez? Entrou em choque e pediu um pause, na tentativa de poder respirar. Não deu certo de novo, pois Gabriel "FalleN" Toledo conseguiu duas rápidas eliminações, mantendo o ritmo do time.

Chegamos então ao fim da metade do mapa com uma diferença de 13-2, onde quem fez a diferença? Ele mesmo, João "felps" Vasconcelos, que mostrou-se agressivo e competente em momentos solo, colocando 19 eliminações na sua conta.

Mas você vai imaginar que a Na'Vi não iria entregar os pontos tão fácil.. E bem, o time tentou. Vencer o round pistol novamente com três headshots de Ioann "Edward" Sukhariey ajudou bastante, vieram os cinco rounds vencidos em sequência, mas por fim, Fallen novamente entrou em ação com uma bela quad kill e fechamos o jogo com desempenho respeitoso dos brasileiros, em especial do menino fer.

Agora a SK Gaming enfrenta hoje, domingo, a North às 19h pelas semifinais do DreamHack Masters. Vencendo, os brasileiros enfrentam às 23h o vencedor de Virtus.Pro e Astralis, repetindo os confrontos finais antes da eliminação no Major da ELeague. Nem precisa dizer que é com emoção ou mais emoção ainda, né? Aproveite e respire vendo como foi a vitória em 2-0 contra a Na'Vi:



Via HTLV

Sobre Bruna

A loca de todas as coisas. Devota de Céline Dion. Mini Wikipedia de Scarlett Johansson Facts.™ Eu gosto de romances como eu gosto do meu café.

(Eu não tomo café)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.