Header Ads

Twitch vai vender games, e dividir a renda com os streamers


Em 2011 a Twitch entrou para história dos games com a ideia de ser uma plataforma inteira focada na transmissão de games, o que futuramente foi a casa ideal para os e-sports. Hoje, 27 de fevereiro, a empresa ataca de novo ao anunciar que irá vender games! E que irá dividir uma parte da renda com os streams.

"Em breve o melhor lugar para assistir e compartilhar games, será o melhor lugar para comprar," diz o comunicado. A ideia mal começou já conta com um bom número de desenvolvedoras e estúdios, entre eles Ubisoft e Telltale Games, que irão vender seus games diretamente aos jogadores por meio das streams. Você verá um botão de compra embaixo da janela principal na página do streamer feito a imagem acima, e oh quem diria: os streamers ganharão parte da renda.

Teoricamente pode não parecer muito, mas cada game vendido por meio da página de um streamer dará 5% da renda para ele(a). Mas se você pegar os grandes nomes, ou exagerar pensando em gente feito Faker, o garoto maravilha de League of Legends, que no começo de fevereiro desse ano juntou 245 mil pessoas assistindo ele jogar... Será mais uma forma de renda para quem vive disso.

Matt McCloskey, vice-presidente de comércio da Twitch, acrescentou:

Muitos dos nossos streamers querem viver fazendo o que eles amam. Para os ajudar, estamos permitindo as desenvolvedoras venderem seu conteúdo no exato momento e lugar que as comunidades estão reunidas para jogar, o que por sua vez faz os streamers ganharem dinheiro de games vendidos através dos seus canais. Para ter a certeza que todo mundo será beneficiado, também estamos recompensando os fãs que participarem do programa com Twitch Crates."

A Twitch Crate, que você vai ganhar se comprar um game pelo site, vem com itens aleatórios feitos para cada streamer, como ícones de chat, emoticons, e "Bits for Cheering" para usar enquanto você assiste uma transmissão.

Os games comprados na Twitch poderão ser jogados pelo cliente desktop da empresa, ou por meio de serviços das desenvolvedoras e publishers feito o UPlay, diz o comunicado. Mas Bruna, cadê a Steam nessa história toda?, você vai me perguntar. Pois é. A Valve não está entre os recrutados da Twitch, por isso o ultra popular Counter-Strike: Global Offensive não está disponível para compra. Nem Dota 2, mas esse é grátis, então "comprar" é relativo. A Riot Games, desenvolvedora do gigante League of Legends também não aparece na lista.

Mas Bruna, quem aparece então na lista? Além de Ubisoft e Telltale Games teremos a Digital Extremes (Unreal Tournament, Bioshock), Hi-Rez Studios (Smite, Paladins), tinyBuild (SpeedRunners, Hello Neighbor), Paradox Interactive (Cities: Skylines, War of the Vikings), Trion Worlds (Trove, Atlas Reactor, Warface) e a Vlambeer (Serious Sam: The Random Encounter).

E quando os games forem comprados, as suas casas ganham 70% da renda. Os 25% restantes ficam na Twitch.

A lista em si de jogos ainda não foi confirmada, mas pelas imagens já podemos esperar por The Division e Ghost Recon Wildlands, da Ubisoft. E aí, palpites do que pode sair dessa ideia?

Via PC Gamer, Polygon

Sobre Bruna

A loca de todas as coisas. Devota de Céline Dion. Mini Wikipedia de Scarlett Johansson Facts.™ Eu gosto de romances como eu gosto do meu café.

(Eu não tomo café)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.