Header Ads

Veja os posteres e logos não-utilizados de Ghost in the Shell


No fim do dia, Ghost in the Shell acabou provocando na vida real uma discussão profunda do qual foi acusado de não levantar na telona: liberdade de pensamento. O longa da Paramount Pictures foi alvo de uma cruzada negativa imensa no ocidente, em especial nos Estados Unidos, embora na terra natal tenha sido muito melhor recebido.

(O que também se refletiu na bilheteria internacional)

Mas eu não quero falar frases feitas, nem repetir argumentos enlatados feito papagaio de pirata. Eu quero falar de arte: foram divulgados alguns posteres e logos não-utilizados na campanha do filme, e eles não devem em nada ao material final, pelo contrário.

Quem deu vida as obras foi Ash Thorp, ícone das artes conceituais que produziu os visuais de X-Men: Primeira Classe, O Espetacular Homem-Aranha 2 e Prometheus. Thorp foi o responsável por criar os solograms (hologramas sólidos), a paisagem futurística de Tóquio, casa da Seção 9, logos, posteres, a moto da Major, e o carro do Batou.

Primeiro, os logos:


"Criar o design do logo, e a identidade para franquia foi um grande privilégio. Fiz o meu melhor em prestar homenagem ao passado, e ainda assim dar um visual novo para este filme. As variações e imagens refletem a minha exploração artística enquanto eu construía iteração após iteração, até o logo final ganhar forma para ser a marca da franquia," disse o artista.

Mas... "franquia?" Estamos falando de Ghost in the Shell, a franquia clássica, imagino. Embora a internet não fosse suportar se anunciassem outro filme, o que seria uma ironia maravilhosa.

Seguindo, hora dos posteres, que dariam quadros maravilhosos:


"Maciej Kuciara e eu montamos alguns posteres para o marketing do filme. Embora eles não tenham sido utilizados, nós realmente gostamos de conectar e construí-los," Thorp continuou. E são ótimas peças, bem ao estilo do poster da gueixa que foi divulgado oficialmente.

Por fim, algumas artes conceituais perdidas:


"Após trabalhar no projeto do filme por um ano, tivemos vários testes e conceitos que não chegaram no corte final. Entretanto, eu realmente gostei do processo de criá-los, e quis dividir alguns com vocês do mesmo jeito," finalizou Ash Thorp. Nós agradecemos. Mesmo.

Já assistiu Ghost in the Shell? Vem ler o nosso review, e não deixa de conferir o Redação sobre o filme:


Sobre Bruna

A loca de todas as coisas. Devota de Céline Dion. Mini Wikipedia de Scarlett Johansson Facts.™ Eu gosto de romances como eu gosto do meu café.

(Eu não tomo café)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.