Header Ads

Origins: Vamos falar sobre o novo Assassin's Creed


E o prêmio de segredo menos secreto na história dos segredos vai para Ubisoft, com a revelação fora de hora de Assassin's Creed: Origins. O jogo teve seu primeiro gameplay exibido durante a passagem da Microsoft pela E3 2017, num Xbox One Scorpio, e não deu outra: tiveram que oficializar a coisa.

Então vamos lá falar do dito cujo.

Primeiro, os trailers




Comentando
Rumores sobre o Egito antigo ser o cenário do futuro-novo game circulavam fazia um bom tempo, e agora eles são oficiais. A trama se passa por volta de 332 A.C., no Egito Ptolomelaico, um dos Estados sucessores do Império Macedônio, e como o título sugere, a Irmandade dos assassinos está nos primeiros dos primeiros passos, onde Bayek, o protagonista da vez, volta para sua cidade natal, Siuá, a fim de matar um falso oráculo.

Detalhe: em português, Siuá (ou Siwa) significa ave de rapina, a representação do deus egípcio maior, Amon-Rá. Aquele momento Steve Rogers básico.

Bayek poderá visitar desde pequenas aldeias, a grandes cidades como Alexandria e Mênfis, num mundo onde os NPCs terão comportamento mais realista em relação ao ciclo dia/noite, ou seja: trabalhar durante o dia, dormir a noite, etc. Isso dará mais opções de infiltração e assassinato, porém trará novos riscos: se os guardas dormem a noite, os bandidos estão a solta.

O assassino ainda poderá se engajar em batalhas com ataques leves e pesados, bloqueios e desvios. Cada ataque bem sucedido aumenta a adrenalina de Bayek, que pode ser usada num ataque único devastador, ou num momento berserk literal. E como estamos no começo, voltam as bombas de fumaça, mas ao invés de mil gadgets, você contará com lanças, espadas de vários tipos, clavas, e a khopesh, uma espada típica do Egito.

Sobre os animais: prepare-se para poder andar em camelos e cavalos, vide as lutas do trailer. Leões, hipopótamos, crocodilos, hienas, cabras, também poderão ser encontrados, o que é interessante, pois pelo menos na primeira espiadinha, o cenário de Origins se mostrou muito bonito, com todo potencial para ser bem rico. Bayek ainda terá ajuda de uma águia, que poderá ser usada para inspecionar terrenos desconhecidos.

Detalhes técnicos
Origins começou a ser desenvolvido meses após Unity, e virá com nova inteligência artificial, e novo sistema de combate. O mini-mapa sai de cena e entra a bússola no topo da tela, além de mais elementos RPG: você poderá subir o personagem até o nível 40, desbloquear habilidades diferentes, fazer upgrades e customizações com ferreiros, compras nos estábulos. É a moda da personalização, que pegou Injustice 2Sonic Forces, e Far Cry 5.

Já é sabido também que Bayek não será o único personagem jogável, e que ele poderá fazer o parkour de costume, escalando todo tipo de estrutura ao longo do mapa: edifícios, montanhas, até pirâmides, a Pessoa que Vos Fala™ espera. Um assassino egípcio que não faz parkour em pirâmide não merece pertencer a ordem. #pas

E... Você falou tesouros afundados? Bayek poderá nadar e mergulhar para alcançá-los. Altair ficaria orgulhoso! Por outro lado, o game não terá botão de correr. A habilidade de agachar está de volta, mas a velocidade dos movimentos será definida pela pressão no stick analógico.

Árvore de habilidades
Conforme foi dito, você poderá personalizar Bayek, e para teremos uma árvore de habilidades com três divisões: Warrior, focada nas habilidades de combate, Hunter, focada na proficiência com arco e flecha, e na capacidade de usar Senu, a águia do assassino, e Seer, que são as habilidades clássicas de Assassin's Creed de distração, evasão, etc.

Confira (e clique para ampliar):

- Warrior



- Hunter


- Seer


Mais vídeos
Não tem muito que falar, apenas sentir. E soltar o play:





Gostou? Tome nota
Assassin's Creed: Origins chega em 27 de outubro de 2017, com a Ubisoft mantendo a promessa de lançar os novos giros das suas franquias dentro do atual ano fiscal. Vide Far Cry 5. O game será lançado para PC, PS4, Xbox One, e quem sabe, futuramente o Scorpio não entra na roda?

E pra fechar, vamos de capa:


Via VG247, VG247 (2) Eurogamer

Sobre Bruna

A loca de todas as coisas. Devota de Céline Dion. Mini Wikipedia de Scarlett Johansson Facts.™ Eu gosto de romances como eu gosto do meu café.

(Eu não tomo café)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.