Header Ads

Vale a pena ler de novo: Resumo da semana 19/06 a 25/06


Eu não sei como que anda o seu mês de junho, mas olha... Se depender do que acontece por aqui, imagino que já esgotei toda cota de desgosto reservada para agosto desse ano, e de mais uns cinco. A vida nunca dá espaço para respirar, o que é infelizmente normal, mas ainda assim você as vezes se pergunta como aguentar tanto stress, tanta confusão, durante tanto tempo sem parar, sem enlouquecer. Tudo na vida existe limite.

Por isso a cultura nerd/pop/geek cresceu tanto. Tá que certos aspectos disso são bem errados, mas focando no que me interessa: existe essa vertente onde as pessoas consomem as nerdices não porque "é cool," mas porque isso virou uma válvula de escape ainda maior e real pra fugir das coisas ruins do dia-a-dia. E o que não falta é ruindade.

Então por isso, por exemplo, a luta por uma melhor representação da diversidade humana é tão real. Tem gente que faz isso só pelo marketing, mas no fundo, no fundo é porque as pessoas se apegaram tanto a esses conteúdos, que querem se sentir mais parte disso, de ver personagens e produtores de conteúdo com os quais elas se identificam. Não tem nada de anormal nisso.

Mas as vezes... Nem se escondendo no mundo nerd você escapa das bobeiras. É um reflexo da nossa forma burra, intolerante, ignorante e metida de viver. Mas ainda pode piorar quando você junta com as bobeiras do "mundo blogueiro."Aí ferrou tudo, e me faz refletir sobre o tamanho da dificuldade que nós costumamos ter em arrumar parceiros/colaboradores.

Tem gente que já quer entrar de cabeça num projeto pronto, lindo e maravilhoso. Ninguém quer cavar o poço, fazer o projeto crescer, ou colabora só um pouquinho e já some na vida, deixa a gente, que luta no dia a dia de cabelo em pé, e ainda acha que com esse 1% vai ganhar um salário milionário e um prêmio de jornalismo. Senta lá, Cláudia.

Pior: gente que cresce só um pouquinho e dá pisão em quem tá chegando agora, ou ainda não manja algo que você já manje. Qual seria a alternativa sensível? Rolar a parceiragem pra ajudar essa pessoa a entender aquilo que antes você mesmo(a) não entendia. O que acontece? A pessoa paga de super entendido e bem sucedido, age na grosseria, nos 2 pesos e 2 medidas.

Pior ainda: muitas dessas discussões eu vejo na internet. Lugares bobos, feito Facebook. Aí eu penso, imagino, a vida dessas pessoas tão bem sucedidas, que concorrem ao Prêmio Pulitzer enquanto atualizam seus blogs direto da cobertura do apartamento imaginário. Se tem um lance que eu odeio é hipocrisia.

Por isso, o recado: se você quer entrar de verdade na vida de produtor(a) de conteúdo, pode chegar! Entretanto, já sabe um pouco do que te espera, e a vontade bater a cabeça na parede até desmaiar é bem garantida. Você vai ter que enfrentar muito mimimi, panelinha e covardia. E não vale a pena conviver com isso, então se você puder se proteger, pelo bem dos seus neurônios, evitar situações e pessoas desse tipo, melhor. Porque é uma vida super divertida. 

Do site

Cinema

Games

Games de luta
eSports

Mobile

TV e Web
HQ e mangá

Colecionáveis

Eventos

Sobre Bruna

A loca de todas as coisas. Devota de Céline Dion. Mini Wikipedia de Scarlett Johansson Facts.™ Eu gosto de romances como eu gosto do meu café.

(Eu não tomo café)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.