Header Ads

Conhecendo os Defensores da Netflix (Parte 1)


Demolidor. Jessica Jones. Luke Cage. Punho de Ferro. Após uma espera que parecia não terminar, os fãs enfim viram a reunião do Quarteto Fantástico que não usa azul, na estreia da aguardada primeira temporada de Defensores, da Marvel. O resultado da ansiedade e recepção dos fãs, você pode ver na quantidade de material produzido pela web.

Mas você sabe que nós somos diferentões... Muitas vezes por acidente. Acabou que nem assistimos a série ainda. Nem é por mal. No meu caso sempre rola um bloqueio pra assistir coisas "hypeadas,"  por isso eu não costumo me animar muito com os filmes da Marvel*.

(*Exceto se tiver uma ex-ruiva-atualmente-loira envolvida)

E agora? O Armadura Nerd ficará de fora da Rodinha da Defesa? Não! Faremos algo que adoramos: falar de detalhes nerds sobre os Defensores da Netflix. Você conhece eles? Se sim, o Cosmo Nerd de hoje tá perfeito. Se não conhece, ou não conhece muito, pode chegar que a nerdice também tá garantida.

Hoje eu começo falando do Demolidor e Jessica Jones.

Atualização: Com um atraso ingrato, mas saiu a segunda parte do especial! Leia mais sobre Luke Cage e Punho de Ferro.


Demolidor
Vamos seguir a ordem na qual os Defensores apareceram na Netflix, começando pelo Demolidor, o Homem Sem Medo, ou Matt Murdock em pessoa. 


- História de publicação
O personagem estreou em Daredevil #1 (abril de 1964), criado por Stan Lee e Bill Everett, com Jack Kirby colaborando o design do personagem, tendo inclusive adicionado o famoso bastão do herói. Em seguida, Wally Wood, conhecido pelas histórias produzidas para EC Comics na década de 1950 introduziu o traje vermelho que nós hoje conhecemos.

Mas um personagem deficiente visual não era novidade, pois a DC Comics já contava com o Doutor Meia-Noite, membro da Sociedade da Justiça. O tom das primeiras histórias do Demolidor era menos sombrio, ao estilo Homem-Aranha, e não é uma coisa tão difícil de visualizar, se você nunca leu os primeiros quadrinhos (eu também nunca li). Ainda na fase escrita por Stan Lee as histórias ficaram mais sérias, foram abandonadas, e retomadas anos depois por Jim Shooter.

A consagração real veio na fase de Frank Miller.

No início dos anos 80, Miller deu nova vida as histórias do herói, com seu estilo cinematográfico e ambientadas no submundo de Nova York, tornando o Demolidor de revista quase cancelada em referência nos quadrinhos. E ele foi o primeiro nome dos quadrinhos de grande tiragem a se transformar num personagem voltado para o público adulto, em histórias que incluíam prostitutas, assassinos de aluguel, mafiosos, psicopatas, mendigos e etc.

Frank Miller mergulhou o Homem Sem Medo num universo obscuro e realista, e repetiria mais tarde a fórmula com outro trabalho super aclamado: Batman - Cavaleiro das Trevas.

Mas... Quem é Matt Murdock?



- O Homem por trás da máscara
Matthew "Matt" Murdock era um excelente aluno e atleta, detalhe que ele escondia do pai, sempre exigindo que Murdock se dedicasse aos estudos em tempo integral. Mas, como a vida é uma caixinha de surpresas ingrata, um dia, ainda na adolescência, ele ficou cego devido a um acidente com um caminhão que carregava lixo tóxico.

Como consequência, seus sentidos ficaram aguçados em proporções fora do comum: Matt pode ler um livro passando os dedos sobre as letras, sem saber braile (tato), identificar pessoas pelo odor (olfato), dizer quantos grãos de açúcar existem numa rosquinha (paladar), e sua audição, o sentido mais aguçado (e famoso) depois do acidente, lhe transformou numa espécie de radar, capaz de ouvir um zumbido de mosquito a quilômetros de distância.

Assumindo o uniforme e codinome de Demolidor, e treinado pelo misterioso Stick, Matt quer vingar seu pai. Jonathan "Jack" Murdock, um boxeador em decadência -cujo apelido era "O Batalhador"- que foi morto ao se recursar a entregar uma luta.

Na vida civil, você sabe: Matt Murdock trabalha como advogado durante o dia, e não gosta da ideia de participar de grupos de heróis, tanto que ele chega a rejeitar um convite para fazer parte dos Vingadores, embora preste assessoria jurídica a muitos deles, como o Quarteto Fantástico, mas torna-se amigo do Homem-Aranha.

- Charlie Cox, o cara do sorriso charmoso
Chega o momento de falarmos sobre o outro Demolidor: Charlie Cox.

O ator britânico de 34 anos alcançou os holofotes em 2003 com seu primeiro filme, Jogo da Sedução, cujo elenco contou com Gael García Bernal e James D'Arcy, ele mesmo, o Jarvis de Agent Carter. Seus outros trabalhos incluem os filmes O Mercador de Veneza (2004), Casanova (2005), Stardust (2007), e A Teoria de Tudo (2014). Na TV, Cox passou pelas séries Downton Abbey, Boardwalk Empire, e Demolidor, que estreou em 2015 e vai para terceira temporada, que estreia em 2018.




Jessica Jones
Dos quatro Defensores, Jessica Jones é a favorita da Pessoa que Vos Fala™. Com seu pavio curto e humor ranzinza, a heroína não bem preenche esse requisito da forma clássica, estilo Steve Rogers de ser, mas ao mesmo tempo a sua história é ainda mais sensacional.



- História de publicação
Criada pelo escritor Brian Michael Bendis e pelo artista Michael Gaydos, Jessica Jones é novinha: fez sua estreia em 2001 na edição #1 de Alias, onde começou a trabalhar na Alias Investigações após se aposentar como heroína. Depois disso ela apareceu na série The Pulse, e durante a Era Heroica da Marvel Comics em 2010, juntou-se aos Novos Vingadores com seu marido, Luke Cage. A série de HQs Novos Vingadores foi publicada entre 2010 e 2013.

Safira, Paladina e Poderosa foram alguns dos pseudônimos usando por Jessica durante sua história.



- A trágica heroína
Como Safira, ela salvou várias pessoas e enfrentou alguns vilões, como Escorpião, até se envolver numa confusão com um antigo vilão do Demolidor: Zebediah Killgrave, o Homem-Púrpura. Ele usou seus poderes de controle mental e pôs Jessica sob seu controle para torturá-la psicologicamente e forçá-la a ajudar em seus esquemas criminosos. Oito meses depois, a heroína não sabia a diferença entre o que era verdade, ou criado por Killgrave.

Num ataque de fúria, o Homem-Púrpura envia Jessica para matar o Demolidor, e andando atordoada por Nova York, encontra a Mansão dos Vingadores, chegando de missão, e tenta matar a Feiticeira Escarlate. Os Vingadores defendem Wanda agredindo Safira exageradamente, mas ela é salva pela Miss Marvel (Carol Danvers), a única que conhecia Jessica. Entretanto, ela entra em coma, de novo, devido aos ferimentos.

Passando meses com a Shield, sendo tratada por Jean Grey, a telepata cria barreiras para ajudar a psique da heroína contra um possível retorno de Zebediah, e a ajuda a combater o estado vegetativo. O encontro com o Homem-Púrpura foi tão brutal que Jessica desiste de ser vigilante, abrindo sua própria agência de investigações particulares, a Alias. Entretanto, seus casos eram relacionados na grande parte do tempo à vida dos heróis, sendo atraída para esse mundo por vezes e vezes.

Mas aí você me pergunta: como Jessica Jones ganhou, e quais são os seus poderes? É... Também não foi uma experiência nada fácil: Jessica e sua família um dia se acidentaram de carro, batendo contra um caminhão com carga radioativa, todos morreram, e ela ficou em coma (pela primeira vez). Como resultado, ela pode voar a grandes velocidades, tem super-força, podendo levantar algumas toneladas, e é invulnerável, embora não de forma tão intensa como Luke Cage. Além da resistência mental graças ao tratamento com Jean Grey,



- A mal humorada que você mais respeita
Seguindo o esquema, hora de falar sobre a atriz Krysten Ritter.

A ex-modelo americana de 35 anos tem um bocado de filmes e séries no currículo. Alguns deles são O Sorriso de Mona Lisa (2003), Vestida Para Casar (2008), Jogo de Amor em Las Vegas (2008), Ela é Demais Pra Mim (2010), Killing Bono (Charlie Cox está no elenco), e Veronica Mars (2014). Na TV, a atriz passou por sucessos como Law & Order, Veronica Mars, Gilmore Girls, Gossip Girl, The Blacklist, e talvez o seu trabalho de TV, pré-Marvel, mais famoso: Breaking Bad.

E vale registrar: não dá para imaginar atriz mais perfeita para o papel. Krysten Ritter incorpora com perfeição a natureza trágica e de sobrevivente de Jessica Jones, tendo feito uma primeira temporada meteórica com lições incríveis de como superar o trauma. Fora o mau humor em altas doses... Com o qual eu me identifico mais do que você vai me ver admitir.

Sobre Bruna

A loca de todas as coisas. Devota de Céline Dion. Mini Wikipedia de Scarlett Johansson Facts.™ Eu gosto de romances como eu gosto do meu café.

(Eu não tomo café)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.