Header Ads

No Limite do Amanhã 2 está acontecendo graças ao carinho dos fãs


Mesmo se você acompanha o mundo do cinema casualmente, sabe que geralmente o fator chave para um filme ter sequência, é o quanto ele arrecada da primeira vez. Já vimos isso N vezes. Mas com No Limite do Amanhã 2 a regra foi invertida: segundo diretor Doug Liman, o filme só está acontecendo graças ao enorme carinho dos fãs com o filme original.


No Limite do Amanhã não teve a pior bilheteria da história. O filme fez U$ 370.5 milhões globais, sendo U$ 100.2 milhões nos EUA. O numero em terras americanas é modesto, é verdade, e poderia decretar o fim precoce de muitos projetos. Entretanto, com a premissa interessante -e meio confusa- de viagem no tempo, e a boa química entre Tom Cruise e Emily Blunt, o filme conquistou a crítica e virou um clássico cult desde o lançamento em 2014.

Em entrevista ao Flickering Myth, Liman falou sobre suas razões de revisitar o primeiro filme, dizendo que só aceitou o projeto graças ao carinho dos fãs, que fizeram a sequência acontecer:

Eu não iria fazer uma sequência de No Limite do Amanhã. Não tenho interesse em sequências, eu gosto de tentar coisas e lugares novos. Mas tivemos uma ideia de sequência que é tão chocantemente revolucionária para como uma sequência deveria ser feita, é tão revigorante, e é uma história tão divertida.

Nós apenas começamos a falar sobre as sequência porque havia tanto carinho dos fãs pelo filme, que as pessoas começaram a vir até nos perguntando por isso. Eu estava acostumado com as pessoas virem até mim e falarem sobre A Identidade Bourne, mas No Limite do Amanhã é um dos [filmes] que as pessoas constantemente vem até mim e falam a respeito.

Existe tanto carinho pelo filme que nós devemos pelo menos olhar para ele e ver se existe uma ideia de sequência, nós tivemos uma e eu não consigo parar de falar sobre isso.

Liman chama No Limite do Amanhã 2 de "sequência que é um prólogo," prometendo que o filme dará sentido ao final enigmático (e deveras frustrante) do primeiro filme, enquanto Tom Cruise, cujo personagem entrou na história como um verdadeiro covarde, terá um arco mais satisfatório. O diretor disse até mesmo que o projeto "irá revolucionar o jeito no qual sequências são feitas," e mediante tanta ousadia e alegria, a curiosidade é real.

Quem sabe a Warner Bros. não aprendeu com o passado, e acerta um sucesso ainda mais bem sucedido dessa vez? Fica a torcida.

Sobre Bruna

A loca de todas as coisas. Devota de Céline Dion. Mini Wikipedia de Scarlett Johansson Facts.™ Eu gosto de romances como eu gosto do meu café.

(Eu não tomo café)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.