Header Ads

#BGS10 Jogamos: Pigeons Attack é o movimento das pombas dominando o mundo

Como foi dito no resumo da Brasil Game Show 2017 houveram dois jogos indies que nos chamaram a atenção de forma particular. Um deles trás a dominação mundial pelo ponto de vista das pombas! Isso mesmo, elas cansaram de deixar as indiretas atacando sua comida, sujando seu carro após você lavar, e, bem, mesmo com a mira laser você não as respeitou. Isso é parte da loucura divertida de Pigeon Attack.

A pomba gira? Explode!

Desenvolvido pelo estúdio paulista Nixtor Game Studio, Pigeon Attack nos coloca na pele de Jim, o mensageiro covarde, no game que é um top-down shooter com elementos de combate cujo objetivo é sobreviver à hordas de pombos e encontrar o caminho de Almerath até o Reino de Pruuzharia, para derrota-los de vez. Para isso, você contará com upgrades e armamentos distribuídos pelo cenário. Colete moedas para desbloquear novos personagens e regiões. Ajude a combater essa invasão!

O jogo segue a regra mobile: simples e divertido. Como também será lançado em PC testamos o jogo com controle. O direcional controlava a direção para andar, um botão era destinado para dar dash (podendo controlar a direção ao melhor estilo animes), analógico direito fazia a mira para as armas de longo alcance, e ainda temos a combinação para utilizar o especial de Jim ou de Liz, a guerreira.



Pigeon Attack te coloca no meio de loucas hordas de pombas e seu desafio é ir o mais longe que der. Tudo inicia de forma tranquila com as pombas tradicionais, aquelas que sua mãe dizia para ficar longe porque passavam doenças quando você era criança. Conforme as hordas avançam, outras pombas surgem.

Personagens

Entre os tipos de pombas temos a branca que da paz, não tem nada e vem toda talibã: explosiva; a pomba verde também compõem o time kamizake e se suicida pela causa da pomba divina; a pomba rosa bota ovo para outras surja; temos a pomba gigante com seu elmo temático; entre outras penosas prontas para colocar você no seu devido lugar.

Jim, o mensageiro: É o menos corajoso dos personagens. Veio para a capital entregar uma carta e se deparou com a invasão em estágio avançado. Sem poder escapar livremente, sua única opção foi encarar o medo e lutar. Possui cabelo curto laranja e usa um capuz para se proteger do frio da estrada.

Liz, a Guerreira: Ela é uma garota camponesa muito corajosa que desde pequena gostava de brincar com espadas, começando com uma de madeira contra o espantalho da plantação de seus pais. No dia da invasão, seus pais estavam vendendo os produtos da fazenda na capital. Sem notícias sobre eles, decidiu vestir sua armadura e lutar contra os pombos para encontrá-los.


Pomba: Cidadão comum do Reino de Pruuzharia. Em tempos de guerra ou colonização, compõe a linha de frente do exército das pombas. Por não ser especialista em combate, correr e perseguir o inimigo é a única tática que conhece. Mas não se engane, ela é perigosa do mesmo jeito, principalmente em bando.

Pomba Explosiva: Uma pomba comum contaminada por uma misteriosa magia verde. Sua origem é desconhecida. A aparição ocorreu de surpresa, provavelmente estava escondida enquanto o pronúnciamento dos demais ocorria. É um inimigo extremamente rápido e nocivo. Se explode ao entrar em contato ou ser derrotado.


Você diria "Pruu" pra ela?
Pomba Gigante: Uma pomba grande e forte que protege o palácio principal de Pruuzharia, assim como a Cachoeira de Pipoca que existe no Reino. Usa um saco de pipoca como capacete. É um inimigo lento, porém resistente. Atrapalha a fuga de seus alvos bloqueando o caminho e dando oportunidade para as demais pombas os perseguirem.

Pomba Maga: Uma pomba com predisposição a aprender magia. Em épocas remotas, a Cachoeira de Pipoca em Pruuzharia era muito mais intensa, despejando pipocas milagrosas capazes de curar as mais cruéis doenças, além de fortalecer o espírito daqueles que as comiam. Agora, a Cachoeira perdeu sua força e poder, mas a magia permanece em algumas linhagens de pombas.

Mais pombas estão por vir para ganhar seu perfil, e, enquanto isso vamos com as palavras dos produtores que estiveram presentes na Brasil Game Show desse ano. Bruno Sanches e Sebastião dos Santos comentam sobre o jogo e também podemos ver um pouco da minha ação em Pruuzharia:

Entrevista com desenvolvedores

Para mais informações acesse o site oficial da desenvolvedora Nixtor.

Sobre Wakashimazu

Gamer de nascimento, guitarrista por insistência, se divide em três para dar conta de dominar o mundo da música, dos jogos e dos otakus, enquanto lida com a caixinha de surpresas chamada de vida. Pode ser encontrado no Last FM, na Live ou no fórum!

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.