Header Ads

Requisitos finais de Call of Duty: WWII são divulgados, pré-carregamento disponível na Steam


Faltando praticamente uma semana para o lançamento de Call of Duty: WWII, chegou a hora de falarmos sobre negócios. Primeiramente: foi divulgada a lista de requisitos mínimos e recomendados para rodar o game, a hora na qual placas de vídeo, processadores e memórias RAM tremem. Vamos a ela:

Mínimos:

  • SO: Windows 7 64-Bit ou posterior
  • CPU: CPU: Intel Core i3 3225 3.3 GHz or AMD Ryzen 5 1400
  • RAM: 8GB
  • HD: 90GB 
  • Vídeo: Nvidia GeForce GTX 660 @ 2 GB / GTX 1050 ou ATI Radeon HD 7850 @ 2GB / AMD RX 550
  • DirectX: Versão 11.0
  • Conexão de internet banda larga
  • Placa de Som: Compatível com DirectX

Recomendado:

  • CPU: Intel Core i5-2400 ou AMD Ryzen R5 1600X
  • RAM: 12GB
  • HD: 90GB
  • Vídeo: Nvidia GeForce GTX 970 / GTX 1060 @ 6GB ou AMD Radeon R9 390 / AMD RX 580
  • DirectX: Versão 11.0
  • Conexão de internet banda larga
  • Placa de Som: Compatível com DirectX

Seguindo, o pré-carregamento do game já está disponível na Steam! De quebra a Sledgehammer listou todas as mudanças feitas desde o beta público, realizado em setembro. Um bocado foi feito, mas eis alguns destaques:

Desde a conclusão da versão beta, foi aumentado o alcance do FOV para a maioria das resoluções de imagem, com certos limites para garantir que jogadores com monitores ultrawide, ou configurações multi-monitores não tenham vantagem injusta:

  • 4:3 – FOV máximo de 100
  • 16:10 – FOV máximo de 100
  • 16:9 – FOV máximo de 95
  • 21:9 – FOV máximo de 80
  • Acima de 21:9 – FOV máximo de 70

O estúdio confirmou que o game terá suporte a multi-monitores e HDR já no dia do lançamento, algo que não era certeza antes do beta começar, além de melhorias em barras de scroll e botões, algo que foi apontado como necessário em mudar. Os controles também foram melhorados, e um aviso será mostrado caso o PC do jogador esteja com alto consumo de memória. Do lado menos técnico das coisas, CoD: WWII terá as famosas cartas trocáveis da Steam.

Um ponto importante, destacado por quem gosta de jogar com controles é o auxílio na mira, que não fora ativado no beta, e seguirá indisponível na versão completa do jogo. Como mencionamos durante a Beta, acreditamos que isso irá garantir uma ótima experiência de jogo nativamente para os jogadores de PC," disse a Sledgehammer.

(Justo quando você achava que Call of Duty passaria ter uma polêmica relacionada...)

Por fim, porém longe de ser menos importante, os trapaceiros terão vida difícil no jogo completo, em relação ao que foi o beta. "Conforme publicado anteriormente, para o Beta, não publicamos nosso conjunto completo de medidas anti-cheat e anti-hack. Nós fortalecemos esses sistemas para o lançamento e agora estamos prontos para implantá-los," disse a Sledgehammer. "Por favor, fiquem cientes de que baniremos ativamente a partir do Dia 1. É de extrema importância para nós que todos tenham condições iguais para se divertir. Se você detectar qualquer coisa que pareça maliciosa ou suspeita, informe-nos."

Call of Duty: WWII aterrissa no PC, Xbox One e PS4 em 3 de novembro. Mas calma que dá tempo de você conferir o nosso review do test drive feito na Brasil Game Show 2017.

Sobre Bruna

A loca de todas as coisas. Devota de Céline Dion. Mini Wikipedia de Scarlett Johansson Facts.™ Eu gosto de romances como eu gosto do meu café.

(Eu não tomo café)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.