Header Ads

Vale a pena ler de novo: Resumo da semana 12/11 a 18/11

Um som pra gente curtir: The Pussycat Dolls - Hush Hush; Hush Hush

Na sexta-feira passada morreu um pouquinho de mim. Uma das heroínas da minha vida anunciou a praticamente aposentadoria aos 35 anos, chorou na coletiva, como você quer que eu fique? Ela foi minha primeira inspiração do poder feminino, e do direito que a mulher tem de estar onde ela quiser, um exemplo de nunca desistir, e aceitar/entender que as vezes os sonhos e objetivos mudam, mas isso não é errado. Justo semana da retrô sobre os assédios em Hollywood (e na vida como um todo).

Foi um baque muito emocionante pra mim. E teve choro, claro. Sem falar da onda de memórias que você não tem noção. Antes da cultura nerd virar parte da minha vida como é hoje, o meio hobby maior era o automobilismo: eu dediquei muito tempo vendo corridas, lendo notícias, textos técnicos, e passei anos sendo uma das poucas mulheres nesses espaços da web. Cheguei a ser moderadora da maior comunidade da Fórmula Indy que existiu no Orkut.

Eu ainda sigo esse mundo, porém meio de longe. Mas mesmo hoje em dia se você disser que torce por uma mulher, ainda não te levam a sério (entre outras coisas). Porém foi justo essa torcida que me levou ao primeiro blog, começar a aprender o que eu sei: inglês autodidata, umas coisas de layouts, SEO, a soltar a minha escrita. No domingo eu fiquei relendo os textos e rindo sozinha, pois eu era tão formal, risos. Por outro lado, o coração amargurado e a intolerância a canalhice continuam vivas. 

Apesar da tristeza, bateu o sentimento imenso de orgulho, pois é um caso que vai me servir de lição pra sempre: mulher nunca vai ter vida fácil seja onde for, então seja forte, aproveite a viagem e tire o melhor proveito possível de todas as chances que vierem. Não é todo mundo chega numa hora dessas e diz que sai de cena sem sentir tristeza. Ninguém nunca tá pronto pra admitir que "acabou."

(Vide as tantas turnês de despedida da Cher)

Curiosidade: Segue o print de um dos meus primeiros textos nesse blog. Ele é meio grandinho, mas eu faço questão de dividir.


Isso é muito engraçado pelo motivo que eu disse no texto sobre Liga da Justiça: vamos curtir mais os momentos! Eles são únicos e rendem experiências únicas + especiais, não vamos desperdiçar com choro e mimimi. Se eu tive problema nesse tempo? Claro que tive. Briguei com um blogueiro famoso do meio que vinha a oh quem diria, ser machista e mal educado (momento redundância). Eu desisti do blog? Não.

Só encerrei as atividades desse blog quando o Renan me convidou para o Hardmetal Brasil, o outro capítulo que você talvez conheça:


Fora que duas amigas que me ajudaram nesse antigo blog, eu mantenho contato com uma delas até hoje. Resumindo: São essas pequenas experiências que tornam a internet um lugar muito doido, mas de vez em quando, um lugar maneiro por demais de se viver (digamos assim). Mas que por uma coisa e outra, são experiências as quais as pessoas estão se impedindo de viver. 

Pena. Bom que sobra mais espaço pra mim.

Do site

Cinema
Jogos

Jogos de Luta

eSports

Mobile

TV e Web
HQ e Mangá

Colecionáveis

Sobre Bruna

A loca de todas as coisas. Devota de Céline Dion. Mini Wikipedia de Scarlett Johansson Facts.™ Eu gosto de romances como eu gosto do meu café.

(Eu não tomo café)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.