Header Ads

Vale a pena ler de novo: Resumo da semana 29/10 a 04/11


Um som pra gente curtir: Jan Wayne - Because the Night

O site não vai acabar hoje. A tendência é você me aturar por mais um bom tempo. Mas digamos que isso acontecesse hoje, o que eu levaria dele para vida? Resposta fácil: a noção de organização. E isso é algo enorme em importância, considerando de onde eu vim, quem eu sou, e onde eu cheguei.

Não gosto lembrar muito os anos passados no outro site, mas por esses dias ficou na minha memória as diferenças de como eu trabalhava lá, e de como a banda toca aqui. Eu ficava horrorizada de considerar um planejamento, quiçá a possibilidade de ter cronograma. Meu eu artista pensava que era possível levar o trabalho na naturalidade artística do sentimento, e a fluidez de um texto que numa semana estava inspirado, e na outra semana me dava vontade de morrer.

Ainda bem que a gente cresce e aprende, né?

Mas não foi pelo meu próprio esforço que isso tem acontecido. O push inicial veio de uma amiga me fez cair na real do quanto isso seria necessário no Armadura Nerd, onde eu queria começar a levar as coisas mais a sério, mas ainda existia uma resistência. Eu então vi que sim, planejamento seria algo necessário de forma a conseguir equilibrar o trabalho online e a rotina desgastante do offline.

No começo eu comecei (ah, o português) com uma baita empolgação, mas nos primeiros dias acabei não conseguindo manter o ritmo, veio a semana seguinte e a seguinte e eu desandei legal. Nessa hora eu pensei em desistir. Mas como a Era Armadura Nerd tem trazido diferenças em relação ao passado, onde eu sofri com esse mesmo problema, eu resisti, e demonstrei comigo mesma uma coisa que raramente acontece: paciência.

Tenho mania de querer fazer tudo de numa tacada só, mas graças ao site e o projeto como um todo, estou aprendendo a valorizar imensamente o passo a passo, ter um plano B, primeiro fazer e depois melhorar... Até larguei mão do perfeccionismo que me deixava castrada, impedida de criar.

Não só isso...

O que começou aqui, tem ido para o vida, realmente. E esse é o milagre maior. Ninguém nunca vai ter 100% de controle da própria vida, mas existem momentos que você pode amenizar ou reforçar o impacto. Por isso não temos textos inéditos aos fins de semana, no máximo releases ou reposts de material já feito, como os vídeos.

Aprendi que uma hora eu preciso muito tirar a tomada da energia e recarregar as baterias mentais e emocionais: ter para fazer coisas em off como sair, comprar gordice, decidir sair do PC e ver um filme no cinema ou TV, mesmo que na TV seja o filme mais batido do mundo, como qualquer um dos cinco Missão: Impossível são para mim (ou uma boa parte dos filmes do Tom Cruise).

Aprendi a tirar umas horas do fim de noite pra jogar! É o mesmo jogo e ironia, um MMO (o Trove). Justo eu que não sou muito social nem na internet. Ainda fiz uma amizade dos EUA, ha.

Aprendi até a ouvir música! Era um hábito que tinha se perdido. Agora resgatei o vício antigo pela música eletrônica anos 90/2000 (O-Zone, Danzel, Underdog Project, Kasino #NãoDigaNãoBrasil)

A lição dessa semana é uma que eu tenho tentado abraçar diariamente: estar aberta a mudança, seja grande ou sutil. O ser humano odeia mudar, mesmo eu sou resistente por motivos emocionais que mexem mais do que eu gostaria. Mas se não dá para tornar tudo no mundo ideal Aladdin feelings que eu tanto quero, vamos fazendo um dia de cada vez, com honestidade e um pouco de paciência.

Se você não tiver paciência contigo, ninguém mais nesse mundo vai ter.

Ah! Antes de clicar nos links e ver como foi a semana passada, solte o play nos vídeos mais recentes do nosso canal:




Do site

Cinema

Jogos
Jogos de Luta

eSports

Mobile
TV e Web

HQ e Mangá

Colecionáveis

Sobre Bruna

A loca de todas as coisas. Devota de Céline Dion. Mini Wikipedia de Scarlett Johansson Facts.™ Eu gosto de romances como eu gosto do meu café.

(Eu não tomo café)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.