Header Ads

Emoji e Capitão Cueca são os primeiros filmes a serem exibidos na Arábia Saudita em 35 anos


A vida... Ela é uma coisa estranha, engraçada, curiosa, histórica. Leia essa: a Arábia Saudita deu fim a proibição de salas de cinema no país em dezembro de 2017! O ban existia desde a década de 80, e uma das primeiras sessões aconteceu no último fim de semana, num combo de Emoji - O Filme e As Aventuras do Capitão Cueca.

Os filmes foram exibidos numa sala improvisada na cidade de Jidá, de acordo com relato da Reuters.

Para nós, ocidentais que vivemos o cinema diariamente, é uma loucura total imaginar viver num país sem cinema por 35 anos. A proibição veio como resultado de uma "pressão dos Islamistas, enquanto a sociedade saudita caminhava em direção de uma forma de religião particularmente conservadora, que desencorajava entretenimento público, e a mistura pública entre homens e mulheres," a agência de notícias também registrou.

O responsável por tudo isso? Mohammed bin Salman. O príncipe de 32 anos intermediou algumas reformas para ajudar o retorno das salas de cinema ao país, e os primeiros cinemas permanentes no país podem abrir em março desse ano, com objetivo de expandir para 300 cinemas e 2 mil exibições disponíveis até 2030. Com isso, a indústria de cinema Saudita espera ver U$ 24 bilhões injetados na economia do país, e a criação de 30 mil empregos.

Mas um passo de cada vez, entretanto. Reparou que os primeiros filmes exibidos foram animações?

Tudo que chegar ao país será censurado de forma a manter os valores morais de lá, e considerando que é um território extremamente extremo (redundância inclusa), você meio que pode imaginar os filmes futuramente barrados, e os que entrarem, o quanto serão picotados.

Ainda assim é uma decisão grandiosa para a Arábia Saudita, que anteriormente havia banido shows. De acordo com o New York Times, apenas recentemente as mulheres ganharam direito de dirigir e assistir partidas públicas de futebol.

Sobre Bruna

Entusiasta dos jogos indie, mobile e de luta. Mini Wikipedia de Scarlett Johansson Facts™. Publicitária. Em terra de plagiador, quem tem conteúdo original é rei ou otário?

Siga no Twitter!

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.