Header Ads

Dez pontos importantes sobre o primeiro trailer de Missão: Impossível - Fallout


Guerra Infinita, você me perdoe. Os irmãos Russo são meus diretores favoritos do MCU, a reunião do povo está absolutamente épica, a Viúva Negra, maravilhosa, mas meu coração "agora" é de um único filme: Missão: Impossível - Fallout.

O Super Bowl apresentou coisas bem legais esse ano, e mesmo o teaser de Vingadores sendo a mais falada da noite, Missão Impossível marcou o touchdown com o melhor trailer. Não dá pra negar. A primeira impressão foi muito boa, promissora, e que empolga extra a quem assistiu os outros filmes da franquia, tipo a Pessoa que Vos Fala™. Eu assisti os cinco filmes... Umas duas vezes cada*.

(*No mínimo, MI3 eu devo ter visto umas quatro ou cinco vezes).

Então não deu pra resistir a esse amor, e teremos Comentando de novo! Vamos com uma lista de dez pontos importantes de Missão: Impossível - Fallout.

Primeiramente, o trailer:




1) A pergunta que todo mundo faz, mas nunca responderam
Solomon Lane (Sean Harris) abre o trailer fazendo a pergunta mais antiga desde por que a galinha atravessou a ruaPor quê Ethan Hunt sempre aceita as missões que recebe? A resposta óbvia é que sem missão, sem filme. Mas a resposta lógica... Por quê? Ninguém nunca apontou uma arma na cabeça dele e obrigou a isso (ok, mais ou menos), mas sério: Não tinha um agente na IMF inteira para segurar esses pepinos?

Sim, a IMF não se resume a Ethan & cia. Eles são os "Vingadores da espionagem," assumindo as missões mais cabulosas, porém MI3 mostra que eles não são os únicos em campo. Começar o trailer com essa questão vai de encontro ao que o diretor Christopher McQuarrie disse querer: Explorar mais de quem é Ethan Hunt, e porque ele faz o que faz.


2) Será o fim da franquia?
Grandes franquias como Missão Impossível demoram, mas cedo ou tarde elas chegam na fronteira de terem feito tanta coisa, que não se sabe mais para onde ir. 24 Horas passou por isso, pois Jack Bauer havia salvo o mundo tantas vezes e perdido tantas pessoas queridas que não tinha mais para onde ir. 

Com isso a Fox encerrou a jornada do personagem de forma fantástica, emocionante, e muito justa. Mas... E o Ethan? Se é o fim da franquia, seria lindo de um jeito muito melancólico que ele morresse, sobretudo por um motivo que eu ainda vou comentar nesse texto. Mas teria sentido. Ou podemos tirar ele de circulação sem isso, por que não. A morte é um recurso muito clichê de resolver as coisas, e de novo, 24 Horas provou isso com o final mega emocionante onde Jack Bauer some na vida sem deixar rastros.

Eu imaginaria a IMF fazendo isso, e ainda partiria o coração. Mas é melhor que levar uma facada a la Logan. *ri de nervoso*


3) Hmm
Ethan faz doideiras por motivos passionais. MI5 mostra o samba que ele faz para resgatar o Benji. E quem fez ele entrar no modo doidão de novo? Considerando as cenas seguintes, é de se imaginar que seja alguém da equipe, resumida a Benji e Luther, mas ele é esperto demais pra deixar isso acontecer. Já o Benji.. Risos. Tem que ser alguém realmente importante, que justifique entregar o plutônio para os terroristas e criar esse pandemônio.


4) Henry Cavill, e a barbicha da discórdia!
Quando anunciaram Henry Cavill no filme, tive medo de não conseguirem caracterizar ele como outro personagem que não fosse o Superman. Mas ficou bem bom! August Walker promete ser um antagonista interessante, propondo um debate similar a MI5: a missão da equipe do Ethan deu errado, e terminou mal. A CIA quer assumir, mas ele não quer. Por que, orgulho? Outro motivo?

Isso faz a CIA se intrometer de novo, mas Walker parece bem mais cabeça quente que Alan Hunley (Alec Baldwin). E isso é ótimo.


5) O retorno de Ilsa Faust (#Gostamos)
É cientificamente comprovado que Ilsa faust (Rebecca Ferguson) foi a melhor coisa de MI5. Sem cair no clichê do interesse amoroso, Ilsa foi a "Ethan Hunt mulher," uma aliada fundamental no filme, que deixou até o próprio Ethan boquiaberto. Justo. Mas após ser traída pela inteligência britânica, Ilsa sai de cena em MI5 (com muita elegância, vale registrar) e não se sabe o paradeiro dela desde então.

O negócio é que ela voltou, e nunca em Missão Impossível a protagonista mulher fez mais de um filme. No caso dela, digo mais: Num quem sabe reboot da franquia, Ilsa seria a protagonista perfeita, tornando Missão Impossível num James Bond com troca de personagem principal, mas sem a perda da premissa.

Qual é a história dela agora? Não duvido dela ter se infiltrado no grupo terrorista em questão, mas a ideia desses dois aliados se enfrentarem é muito promissora. Motivo: No próximo ponto.


6) A melhor cena do trailer
August Walker faz outra pergunta hiper importante: Ethan Hunt comeu o pão que o diabo amassou N vezes por causa do governo, e ainda assim ele continua. Até quando? Walker insinua que uma hora até mesmo o mocinho pode quebrar e virar o vilão da história, ou ser o vilão sem perceber. Taí Guerra Civil que propôs o debate do Stark ou Rogers estar certo.

De novo Ethan e Ilsa se encaram numa perseguição de carro e moto, e eu ri. Esse trailer da cheio das referências! Foi uma cena perfeita, se você somar o timing de Friction, do Imagine Dragons, que é a música do trailer. Um p*ta musicão, perfeito pra ideia do filme. Confere aí:



7) Não está sendo fácil
Será que não são, Luther? Você talvez não balance quando se ver numa encruzilhada realmente ruim, mas e o Ethan? Ele sempre buscou fazer as coisas do jeito certo, mas nada impede dele cruzar a linha herói x vilão, ou de herói x anti-herói (essa eu adoraria ver).


8) Julia
Meu coração explodiu de imensos aww quando a Julia apareceu. O único amor do agente mais badass da IMF, Julia precisou ser separada do Ethan a fim dos dois continuarem vivos, e desde então os dois não se viram mais. Seria a hora desse encontro tão aguardado? Não sei se o coração tiete aguenta, mas eu quero muito. Em MI3 (2006), a bonita da Michelle Monaghan tinha 30 anos, hoje tem 41 e envelheceu muito que bem.

Não sou de shippar personagens (acho isso tão idiota), mas esse é o único casal da ficção que me faz torcer por um final feliz. E... O Ethan perde o plutônio por causa da Julia? Ele 500% faria isso.


9) As loucas (e ótimas) cenas de ação
Se um filme tem Tom Cruise, pode esperar cenas de ação insanas. Isso "piora" se o filme for Missão Impossível, e os caras realmente quiseram subir a qualidade dessas loucuras, tanto que o ator teve a famosa quebra de tornozelo, que aparece no trailer.

Os cenários de MI6 são lindos como era de se esperar. Muitas fugas em veículos, lutas, e Tom Cruise pilotando um helicóptero ele mesmo, pois ainda não inventaram algo que Tom Cruise não saiba fazer. A inteligência humana não chegou aí. *risos* 

(PS: Ver a Ilsa junto do Benji me deixou aliviada que ela não vai ficar contra o filme todo. Espero?)


10) Veredito
Missão: Impossível - Fallout (me recuso a dizer "Efeito") estreia no dia 27 de julho, e promete um espetáculo de espionagem e ação, a melhor parte da franquia. Eu amo os absurdos: Escalar arranha-céu, ficar três minutos sem respirar, fugir de um tanque cheio d'água, pilotar motos, helicópteros, dar e tomar socos, é uma delícia pra quem gosta desse tipo de filme.

Ao mesmo tempo, entretanto, dá pra sentir que tem um fundo de história sólido, engajador, coisa com a qual os filmes de ação nem sempre se preocupam. Mas o McQuarrie emplacou o melhor filme dos cinco, que é Nação Secreta -mas eu fio dividida entre ele e MI3- e voltou com Fallout, a primeira vez de um diretor trabalhando em mais de um filme da franquia.

A hype está lançada, e ela é real.

Sobre Bruna

Entusiasta dos jogos de luta, indie e mobile. Devota de deus MOV e Lorde Daigo e Senhor. Mini Wikipedia de Scarlett Johansson Facts™. Eu só jogo um MMO, que é o Trove. Me xinga de tudo, menos de "jornalista."Aí dá briga.

Siga no Twitter!

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.