Header Ads

Netflix anuncia parceria com Production I.G e Bones

A Netflix se mostra realmente interessada em aumentar seu catálogo japonês no serviço e anunciou que está fechando parceria com os estúdios Production I.G e Bones. Isso também envolve a subsidiaria da IG, o Wit Studio.

A empresa já havia anunciado duas produções resultado da parceria e já em março veremos suas estreias. No dia 2 de março em parceria com a I.G chega ao serviço B: The Begginning enquanto no dia 9 teremos A.I.C.O.: Incarnation em parceria com o estúdio Bones. Por enquanto não houve anúncios sobre produções com o Wit.

No inicio da sua empreitada nos animes, a Netflix foi pelo caminho mais seguro: adquirir os direitos das obras mais conhecidas, e outras com potencial de crescimento, para criar a divisão japa animado no serviço (e ressalto o quanto a quantidade de filmes do Ultraman do catálogo, coisa linda pros fãs).  Essas aquisições fizeram com que as obras adquiridas não pudessem ser transmitidas na TV e um exemplo recente é com o anime Devilman: Crybaby.

De acordo com o jornalista Takashi Sudo do Animation Bussines Journal, desde a chegada da Netflix no Japão em 2015, ela vem criando um relacionamento mais direto com os estúdios do que procurar parcerias de comissão. O foco da empresa fica realmente em monopolizar esses direitos na plataforma no ocidente, especialmente America.

Vale ressaltar que 2017 foi de bons números para a Netflix mesmo com os aumentos na mensalidade. A receita gerada cresceu em 35,6% gerando U$11.2 bilhões e o número de usuários cresceu 24,2%, ou seja, mais de 110 milhões.

O que você espera dos animes e produções animadas na plataforma com essa noticia? 

via MAL

Sobre Renan

Gamer que joga, escreve para gravar e a vida lhe fez fazer tudo que nunca pensou em fazer. Perito na discórdia por ter opinião, Renan também disse que nunca se referir a si mesmo na terceira pessoa por fugir da fama. Renan vem fazendo bem isso ¯\_(ツ)_/¯

Siga no Twitter!

2 comentários:

  1. Será que com isso existe a possibilidade de adicionarem Dragon Ball ou Dragon Ball Z ao catálogo da Netflix?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. DBZ parece ser mais possível de sonhar se eles continuarem querendo direitos de distribuição. O Super fica mais difícil já que o Crunchyroll faz lançamento simultâneo com o Japão no seu catálogo.

      Esses novos animes da parceria serão exclusivos

      Excluir

Tecnologia do Blogger.