Header Ads

Bleeding Edge: Conheça a armadura que o Homem de Ferro vai usar em Guerra Infinita


Feliz esquenta rumo a Vingadores: Guerra Infinita! Após dois Cosmo Nerd dedicados ao cinema - Um sobre Alicia Vikander, a nova Lara Croft, e outro sobre Ava DuVernay, diretora de Uma Dobra no Tempo, a sétima arte continua sendo tema, se mistura aos quadrinhos, pois está aberta a temporada de tretas com Thanos, e vamos falar de algumas coisas sobre o glorioso 26 de abril, o dia que mudará o Cinema Nerd™ para sempre.

E, ironicamente, começamos falando do Homem de Ferro, o Vingador que eu menos gosto. 

Se você reparou bem, Tony Stark está com nova armadura para lutar contra Thanos e a Ordem Negra, e ela não é fruto do acaso: A Bleeding Edge realmente existe nos quadrinhos, tendo aparecido pela primeira vez na série Invincible Iron Man (2012) de Matt Fraction e Salvador Larroca, tornando-se uma das tecnologias mais avançadas que o personagem já possuiu.

Mas... O que a Bleeding Edge pode fazer?

No filme, além de ganhar "pés de pebolim" quando aciona um booster para o Homem de Ferro voar mais rápido, o que apareceu no trailer, quem sabe. Nos quadrinhos, entretanto, você pode descobrir fácil. É só vir comigo.


Nanotecnologia
A maior diferença entre a Bleeding Edge e todas as outras armaduras do Homem de Ferro, é que ela não é uma armadura propriamente dita: Ela é feita de milhões de nano-máquinas que ficam no corpo do Stark, permitindo a ele transformar a armadura em qualquer coisa que quiser, de roupas normais a uma armadura específica, mesmo uma armadura que funcione fora do corpo do personagem.

Devido as nano-máquinas ligadas ao cérebro do Stark, elas ganham uma segunda função: aumentar a capacidade de raciocínio e multitask do personagem. Mesmo a tecnologia de repulsores que vem com a Bleeding Edge aumentam em grande proporção as suas capacidades de aprendizado, o que é um baita quebra-galho de luxo, ha. E ainda dá visão de 360 graus.

Em Tony Stark: Iron Man, quadrinho que sai em junho desse como parte da onda de relançamentos da Marvel Comics, a armadura terá nove designs muito interessantes mesmo. As semelhanças vão desde Gundam a Eva de Evangelion, uma semi combinação da armadura de Lex Luthor com Bid Daddy de Bioshock, ao Deoxys de Pokémon.

Lembra também bastante a ideia do Tecnovírus do filme animado A Batalha Contra Ezekiel Stane.







Auto-regeneração
Você bem sabe que Tony Stark não tem nenhum poder divino, vindo de um super soro, ou mesmo o treinamento de um espião de alta linha. A sua inteligência é a sua maior arma na hora de criar todas as armaduras que eu e você conhecemos, e com isso elas sempre sofrem algum problema mecânico ou dano físico mesmo, os filmes dos Vingadores e Homem de Ferro não me deixam mentir.

Por isso os vilões adoram dar surrar o personagem causando não só o dano, como também a perda de acesso a armas e tecnologia vitais. Já coma Bleeding Edge esse problema não existe.

Enquanto a armadura tiver acessoa o poder do repulsor do Homem de Ferro, ela pode se regenerar. O motivo? A nanotecnologia que forma a armadura se replica, ou seja, ela não pode ser danificada nem destruída. Só existe uma única forma de destruir a Bleeding Edge: Matando o Homem de Ferro.

Seria essa a porta de saída para Robert Downey Jr do MCU? #Descubra



Armas Infinitas
Enquanto as capacidades de defesa da Bleeding Edge mantém o Homem de Ferro vivo, são as armas que nós esperamos ver o ar da graça em Guerra Infinita.A nanotecnologia da armadura, tal como foi dito, permite Tony Stark criar qualquer arma que ele imaginar, desde os canhões absurdos de loucos na imagem acima a espadas de energia. Em certo ponto ele até mesmo criou uma luxa de boxe com essa tecnologia.



Compatível com Uru
Como se já não bastasse a Bleeding Edge ser uma bicuda de Chuck Norris em avanço de tenologia, a armadura pode inclusive ser combinada com fontes de poder mágicas e tecnologia. Durante o evento "Fear Itself," o Homem de Ferro fundiu a tecnologia da Bleeding Edge com o metal Uru - o mesmo usado para criar o Mjolnir, o martelo do Thor - e criou a Iron Destroyer...

... Lembrou da armadura que Loki usou para atacar Thor no primeiro filme? Agradeça a Bleeding Edge por isso.


O evento Fear Itself dividiu opiniões, mas com certeza é um twist inusitado na origem e essência de uma armadura que é louca por si só, e se o Homem de Ferro pode fundir ela ao metal Uru, que outra patacoada mais você acha que ela poderia aprontar em Guerra Infinita?



Como ficou a Bleeding Edge em Vingadores: Guerra Infinita
Fundida ao seu corpo a partir de um novo reator arc, a Bleeding Edge de Guerra Infinita tem um par de asas que servem como foguetes impulsores e yep, o visual continua bem Gundam-esco. De alguma forma ainda não bem explicada ficou claro que o Stark terá alguma influência com a ida dos heróis ao espaço, basta ver o próprio upgrade da roupa do Homem-Aranha, o filho mais ou menos assumido que ele resolveu criar.

Se a estética da Bleeding Edge é interessante, exótica e bonita nos quadrinhos, o resultado na capa da Entertainment Weekly, e nas artes conceituais, faz rolar aquele  e m p o l g o u.




E aí?
Você já conhecia a Bleeding Edge? Conheceu só depois dos trailers de Guerra Infinita? Chegue junto e abra o coração nerd pra Pessoa que Vos Fala™.


Sobre Bruna

Descobri o significado da vida quando me tornei uma Mini Wikipedia de Scarlett Johansson Facts.™ Sou entusiasta dos jogos de luta, devota de deus MOV e Lorde Daigo e Senhor. Me xinga de qualquer coisa, mas nunca de "jornalista."Aí dá treta.

Siga no Twitter!

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.