Header Ads

Influenciadores e plágio, até onde pode ser chamado de "criador de conteúdo"?

Essa semana foi um pouco atípica como eu informei aqui e, ao retornar para a rotina nessa sexta (20/04/18) por algum motivo randômico resolvi fazer aquele clássico momento "xinga muito no Twitter" para desabafar o fim desse peso na semana. A ironia foi que a bomba do momento na "blogsfera otaka" explodiu bem na hora que entrei. Coincidência?

Capítulo 1: Nem todo herói usa capa

Alguns pedalam e outros aproveitam ofertas no mercadinho
Isso vem de certa forma de encontro a algo que me incomoda muita nas mídias médias brasileiras. Por mídias médias eu considero aqueles sites que não são grandes mas possuem altos views e pagam pra ser anúncio como sugestão para nós, e até mesmo, quando tá com "um site maior como network". Sabendo disso vamos prosseguir.

Por quê digo isso? Literalmente todos os sites de entretenimento possuem 98% do seu conteúdo sendo tradução dos sites gringos, e quando falamos do nicho otaku, tudo se resume ao monstro ANN. E você já notou quantas notas nossas já vieram de lá. No entanto os sites que se julgam,ou realmente são grandes, tem a tendência de não colocarem fonte para parecer que eles de fato produziram a notícia.

Em muitos desses casos ainda existem distorção e sempre tem o clássico título click bait. Ter views se faz necessário, mas vale tudo por views mesmo? Um site chegou a confirmar que no final de Dragon Ball Super um Super Saiyajin 4 seria o inimigo final de Goku!! Nascem muitos absurdos como esse, no entanto, também é como já dissemos em alguns textos: se continuam fazendo é porque as pessoas gostam de receber isso.

Capítulo 2: A tretinha do momento, o nascimento da guerreira beijada pelo fogo!

Mais uma vez um criador de conteúdo brasileiro recebeu o apontamento de plágio na cara, um caso famoso foi o review da IGN Brasil para o game Zelda Breath of of Wild. E o que parecia ser apenas um caso, descobriu-se que mais dois vídeos também estavam na mesma linha! "Ain Waka, mas ideias podem coincidir né?" Você e eu resolvermos falarmos sobre, digamos,  Yu Yu Hakusho realmente pode acontecer, mas você fazer as piadas e seguir seu roteiro igual ao ou meu ou eu fazer igual ao seu, é no mínimo estranho, concorda?

Então por plágio a definição que o Significados nos traz:

Plágio significa copiar ou assinar uma obra com partes ou totalmente reproduzida de outra pessoa, dizendo que é sua própria.
O plágio pode ser de qualquer natureza, como em livros, música, obras, fotografias, trabalhos, e etc. O plágio ocorre quando um indivíduo copia o trabalho de alguém e não coloca os créditos para o autor original.
O plágio é a cópia não autorizada de várias informações, e é considerado crime, previsto no Códio Penal Brasileiro, e na lei 9610. O plágio é considerado uma atitude antiética em vários países, e em vários é considerado como crime de violação de direito autoral.

Alguns dizem que sou muito chato no consumo das coisas, apesar de ironicamente eu "viver no YouTube", e sinceramente muitos conteúdos de entretenimento me deixam em dúvida do roteiro ser original do criador. Quando a pessoa tem seus trejeitos, uma assinatura, facilita discernimento de tal conteúdo. Muitas coisas, especialmente a galera nerd que vive de teoria, traduz na maior cara de pau postagens do Reddit e Neogaf e fazem como no parágrafo que falei dos grandes sites.

Voltando a treta que originou o post. Como eu vi as coisas enquanto recuperava as forças na faculdade, fui salvando para ver mais tarde. No entanto tivemos o primeiro plot da história!! A moça apagou o vídeo quando começaram as hueragem e reclamar do ato de plagiar.

O criador do vídeo original apontou que ela usou as piadas, mesma estrutura do roteiro e até a mesma thumb. As diferenças é que no vídeo dele possuí edição e no dela virou vlog. A thumb? Ela usou reduzida junto com a foto dela.

O segundo plot veio naquilo que youtubers amam e eu luto pra evitar até o momento a treta! Sim, tretas. Porquê ao gerar uma tretinha básica, seu nome e canal ficam em evidências e como em geral amamos barracos, mesmo quando estamos mais "plenos", a pessoa ganha um boost interessante de views.

Capítulo 3: Ai sim, fomos surpreendidos novamente!!

Na sequência dos fatos, com vídeo indo para o privado e sua mensagem para o criador do conteúdo original pingando nos trends, eis que ela nos revela o tema do próximo vídeo em seu canal: Plágio!

Outro ponto curioso que o canal possui mais de 500k inscritos, e honestamente, eu nunca havia ouvido falar dela. Outro ponto que me chamou atenção nisso é que alguns nomes grandes que eu sigo estavam como seguidores dela.

Capítulo 4: Turnabout goodbyes


Eu fiquei na curiosidade e irei ver o vídeo para ver como ela se defenderá e principalmente se irá confessar. Não estarei atirando pedras e nem nada, no entanto, as escolhas dela com a retirada do vídeo e dizendo que não plagiou, aumentou a suspeita do caso. Ainda existem outros vídeos no balaio também.

Galera fica a sugestão que se você tiver dúvida, curiosidade e afins, sempre pergunte pra pessoa que você curte o trabalho. Pode acontecer dela dar uma resposta sabonete se for o caso de ter feito algo errado? Sim, pode. No mais, ela pode acabar respondendo normalmente e isso faz bem para o engajamento dela por tabela, afinal, também recebem o título de influenciadores (influencers~).

Vídeo lançado dia 23/04/18

E sim, confesso que o título do capítulo 4 eu plagiei Phoenix Wright, afinal, esse texto caminhou tão louco quanto os casos do jogo :D

Sobre Renan

Gamer que joga, escreve para gravar e a vida lhe fez fazer tudo que nunca pensou em fazer. Perito na discórdia por ter opinião, Renan também disse que nunca se referir a si mesmo na terceira pessoa por fugir da fama. Renan vem fazendo bem isso ¯\_(ツ)_/¯

Siga no Twitter!

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.