Header Ads

Vale a pena ler de novo: Resumo da quinzena 25/03 a 07/04

➤ Um som pra gente curtir: Florence + The Machine - Rabbit Heart (Raise it Up)

Bom, eu primeiramente quero pedir desculpas dobradas pelas burrices em série. Primeiro, me enrolei feio na semana passada e não tivemos a etrospectiva semanal, parte culpa do meu planejamento tosco, e parte culpa do NorCal Regionals de Street Fighter 5, cujo top 8 foi maravilhoso e ocupou -muito que bem, vale registrar- horas do meu domingo a noite. Segundo, desculpa por ainda ter conseguido atrasar o dia do resumo da quinzena.

Sabe uma coisa que não está... É sendo fácil.

Não existe descanso quando você vive todo dia na corda bamba por algum motivo. Ou você dorme muito tarde e fica com o corpo cansado e tenso de stress, ou é isso que não te deixa dormir, ou já levanta com os dentes travados de nervoso, dorme pouco, e haja paciência para os pets aturarem o nosso mal humor, ou do tanto de coisas que nós "desabafamos" com eles e felizmente eles não podem contar, porque se pudessem... Risos.

Já dizia o filósofo Clovis: Se tem alguma coisa que pode dar errado, ela vai dar errado, e justamente no pior momento possível, pois a vida é isso: Caprichosa. O resultado? Varia de acordo com a sua reação... E se a sua reação é de quem cansou de remar contra maré, pois tentou fazer isso na melhor e mais esperançosa das intenções, e ainda assim não deu certo... É demais (demais ruim, digo). É real a sensação de impotência.

Mas não é que você pode evitar certas coisas e situações dando um duplo twist carpado da discórdia? Só que ele não é fácil: Você precisa admitir a culpa. E isso é um processinho complicado da peste.

Fazendo um paralelo bizarro de tudo a ver, admitir a culpa é como perder num jogo de luta depois que o adversário fez o comeback: Primeiro tava tudo bom, depois ficou tudo ruim, e você não sabe como diabos a situação chegou a esse ponto. Dói bastante admitir a culpa, principalmente no seu orgulho saiyajin, dá uma relativa raiva de si mesmo, mas fingir que a derrota não aconteceu não faz ela deixar de ser real.

Opções daí em diante não são muitas, mas uma delas é a seita que dói menos. Outra é arranjar um jeito de focar a sua energia (ou focar de novo) em outra direção, tal como eu pretendo de novo fazer aqui no site, pois o Armadura é meu eterno laboratório de mudanças nerds e pseudo jornalísticas, e um reflexo da minha forma de ver a vida que eu trago, ou levo para vida fora do monitor.

Mais uma vez você com essa história de mudar...

Pois é. E toda vez que eu puxo esse papo com o Renan, eu sei (agora mais ainda, porque ele admitiu) que bate nele uma mini agonia, pois é um ponto delicado da vida por aqui: Mudar, quem quer o quê, e como conciliar tanta coisa ao mesmo tempo. Nem sempre (ou raramente) é uma conversa que dá um resultado positivo, muito por causa dessa falta de capacidade que eu tive de admitir a minha culpa por muito tempo.

Foram uma série de ideias com a melhor das intenções, mas sabe por que o inferno tá cheio? Porque tem um monte de boas intenções enchendo ele. Agora que eu admiti onde eu vim errando, entretanto, eu me sinto mais... Calma? É. Agora me dá uma leveza real de saber pelo menos um pouco do que eu posso e devo fazer para melhorar o site. Mas Bruna, o site tá ótimo! E eu fico infinitamente feliz pelo elogio, mas uns ajustes aqui e ali são necessários, então você me verá aqui mais do que de costume.

O Papo da Tia Hizaki? Eu quero e vou continuar com ele, mas a tendência é de simplificar mais um pouco a forma de produzir cada episódio.

Ah! Ainda teremos mais mudanças no layout que você realmente vai notar, e tudo bem: Essa é a intenção. Inclusive, vale ressaltar: Nós entendemos o quanto é bom navegar num site rápido, clean de propagandas, mas se você puder, desative o ad block quando acessar o Armadura Nerd. Mesmo.

Meu foco sempre foi manter o layout do site viável, agradável de ser acessado pelas pessoas ao usar apenas widhgets realmente úteis, e com anúncios que não sejam intrusivo demais da conta, pois essa sou eu: Eternamente preocupada. Vamos ter um pouco dos dois mundos, e por isso eu conto com a sua compreensão: Teremos um pouco mais de anúncios, incluindo um que você precisa fechar antes de continuar navegando no site, mas ele só aparece uma vez por acesso ao site.

Ou seja: Acessando o site hoje, 30 vezes (e #gostamos disso), ele só vai aparecer na home, e uma vez por dia.

Eu sei, texto curto pra um retorno, mas vai por mim: Eu tô atravessada de cansaço quase às 04:30 da manhã, quando essa retrô ganhou vida. Então vamos lá clicar, porque tem um bocado de coisa.

Do site

Lançamentos
Cinema
Jogos

Jogos de Luta

eSports

Mobile

Animes 
Séries

Streaming
HQ e Mangá

Eventos

Colecionáveis

Sobre Bruna

Entusiasta dos jogos de luta, indie e mobile. Mini Wikipedia de Scarlett Johansson Facts™. Publicitária cuja alma foi vendida aos antigos espíritos marketeiros do mal. Praticamente um Mumm-Ra.

Siga no Twitter!

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.