Header Ads

Warner Bros. decide não renovar acordo com a produtora de Brett Ratner


Numa notícia 0% surpreendente, a parceria entre Brett Ratner e a Warner Bros. foi encerrada.

Assim, o estúdio corta laços oficialmente com o diretor e produtor, acusado no fim do ano passado de assédio sexual por várias mulheres. Segundo THR, a Warner se recusou a renovar o contrato com a RatPac-Dune Entertainment, um co-financiamento de US $ 450 milhões que proveu financiamento para filmes como Mulher Maravilha, Tomb Raider - A Origem e Jogador No. 1. O mais novo filme com The Rock, Rampage: Destruição Total, será o último dessa fila.

Ratner, que é famoso pelas direções de filmes como A Hora do Rush e X-Men 3: O Confronto Final, começou a ver as acusações de assédio sexual surgirem em novembro do ano passado. Foi então que um relato do Los Angeles Times revelou as acusações de seis mulheres, incluindo as atrizes Natasha Henstridge, Katherine Towne, Olivia Munn, Jamie Ray Newman, Eri Sasaki, e Jorina King

Além disso, Ellen Page -a grande estrela de X-Men 3- veio a público com um relato extenso, tenso e emocionante (negativamente falando) sobre as ameaças e ofensas homofóbicas sofridas pelo diretor antes mesmo de começarem as gravações. Anna Paquin, parte do elenco e presente quando o caso aconteceu, confirmou o problema.

O advogado de Ratner contestou as alegações, e o diretor tem se mantido discreto desde o começo da polêmica, mas isso não ajudou para manter o acordo com a Warner Bros. ou outros projetos. Após o relato inicial, a Warner Bros. anunciou que eles não estavam planejando renovar o contrato quando o mesmo expirou em março e Gal Gadot, teria se recusado a fazer parte de Mulher Maravilha 2 caso estúdio não cortasse todos os laços com Ratner. Logo depois a atriz confirmou que ele estava fora da sequência.

Ratner é outro da longa lista de homens em Hollywood que enfrentaram consequências profissionais e econômicas depois de sérias acusações de assédio sexual, assédio e, em alguns casos, até mesmo de estupro. As acusações contra Ratner ocorreram apenas um mês depois do New York Times e o New Yorker informarem que mais de uma dúzia de mulheres acusaram o produtor Harvey Weinstein de assédio. Em um dos casos, Andrew Kreisberg, o pai do Arrowverse, foi demitido pelo CW após as mesmas acusações.

Quem sabe assim Hollywood toma um pouco de vergonha na cara?

Sobre Bruna

Entusiasta dos jogos de luta, indie e mobile. Mini Wikipedia de Scarlett Johansson Facts™. Publicitária cuja alma foi vendida aos antigos espíritos marketeiros do mal. Praticamente um Mumm-Ra.

Siga no Twitter!

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.