Header Ads

Cody abre caminho em Street Fighter 5: Arcade Edition no dia 26 de junho


Após um excelente Combo Breaker 2018 com a vitória do sul-coreano NL, as atividades de Street Fighter 5: Arcade Edition no domingo (27) realmente encerraram do jeito que todos esperavam: O retorno mais que aguardado de Cody, o garoto-problema.

Anote no calendário: Cody chega no dia 26 de junho. Assim, ele se une a Sakura, Blanka e Falke como quarto personagem DLC da Season 3. Vamos lá falar um pouco sobre o dito cujo?

Começando pelo trailer, assim você não perde nada. Detalhe: Quem aparece na "parte live-action" é o Kenny Omega, lutador de wrestling e fã do personagem, tendo jogado com ele na era Street Fighter 4. Simbora:


Não me quis assim, não me procure quando estiver assim


Cody é originalmente da série Final Fight, e estreou como personagem jogável em Street Fighter Alpha 3, mesmo jogo onde Guy - discípulo de Zeku - também apareceu pela primeira vez. Famoso por ser um vigilante imprudente, Cody várias vezes termina preso por criar caos nas ruas, arranjando briga onde ele conseguisse. Como quem não quer nada, ele foge da prisão em Super Street Fighter 4.

Mas uma vez garoto-problema, sempre garoto-problema. E depois de procurar uma solução pro seu tédio, ele volta para prisão por conta própria até chegarmos em Street Fighter 5. Nos dias atuais Mike Haggar, prefeito de Metro City, exonera Cody dos seus crimes, e tudo isso leva ele a se tornar o novo prefeito de Metro City.

Afinal, não é qualquer doido que derruba a gangue Mad Gear, de onde vieram Hugo, Poison, e mais recentemente, Abi-gail. E que rende esse merchan sensacional.


Apesar das reclamações, Cody no fundo gosta do novo trabalho. E ele não impede o novo prefeito de  resolver as coisas na base do soco, faca ou cano, se precisar. Mais político que isso, impossível.

Um move set pensado na medida


"O move set de Cody em Street Fighter 5: Arcade Edition é semelhante ao de suas aparições anteriores, mas alterado para combinar com seu novo estilo elegante," diz Andy Wong no blog da Capcom. "Quando não está em V-Trigger, Cody não pode lançar pedras como projéteis, ou usar um Criminal Upper como antes. Ao invés disso, ele agora tem o Tornado Sweep, onde solta uma rajada de vendo na forma de um projétil tradicional," o texto continua.

Além do Tornado Sweep, Cody tem o Ruffian Kick e Zonk Knuckle como movimentos especiais. Confira o resumo do move set do bonitão:

V-Skill:  Double Kick
Golpe dos tempos de Final Fight, Cody rapidamente salta e dá dois chutes para ambos os lados. É um bom anti-aéreo e em certas situações, para encerrar combos.

V-Trigger I – Sidearm
Cody puxa sua faca. Sidearm aumenta o alcance dos socos normais, que se tornam mais fáceis de bloquear enquanto ele segura a faca. Cody pode lançar a faca ao pressionar HP+HK novamente, ou num ângulo para cima, como anti-aéreo. Ele ainda pode sua faca em mãos de novo ao pressionar HP+HK enquanto o V-Trigger I está ativo.

Cody também ganha o Rapid Fire como movimento especial, onde dá várias facadas ao estilo Ryuji Yamazaki. É ideal para encerrar um combo. Mesmo se o V-Trigger I terminar, se Cody ainda estiver segurando a faca, ele assim o fará até lançar a mesma, ou se ela acertar o oponente.

V-Trigger II – Dirty Coach
Aqui, Cody literalmente vai dar um cano no adversário. Com o cano em mãos, o alcance dos HPs dele aumenta consideravelmente. Cody até traz o seu eu jogador de basquete com o Gentle Swing, que pode ser feito por pressionar HP+HK novamente, ou o Gentle Upper Swing, versão anti-aéreo.

Hey, onde as pedras do menino Cody foram parar? Dentro desse V-Trigger, onde Cody pode usar o Bean Ball e arremessar uma pedra e emendar com o Gentle Swing. Se for o Gentle Upper Swing, a pedra vai voar para fora da dela e cair numa distância X, dependendo do botão de soco que foi usado.

Com o cano na mão (risos), Cody perde acesso ao Tornado Sweep, mas consegue cancelar alguns dos seus especiais no Gentle Swing. Ele também pode ficar com o cano mesmo ao fim do V-Trigger II, tal como acontece com a faca.

Critical Art – Criminal Punisher
Belo, recatado e do lar é só na aparência. Com a Critical Art, Cody relembra seu tempo de prisão e solta um poderoso tornado que faz lembrar o Criminal Upper, de outros jogos.

Preço do DLC e roupas inclusas


Reforçando: O DLC do Cody será lançado em 26 de junho, e vai custar U$ 5.99 (R$ 21.73).

As roupas que ele traz não podiam ser melhores:

- Story Costume: Não basta ter pego a prefeitura do Haggar, ele pegou as roupas do homem. Será que a ESPN americana deixa passar essa? #Descubra


- Battle Costume: Você achava que a Chun-Li tinha mãos grandes...


- Nostalgia Costume: Se gritar pega ladrão, o Cody relembra os tempos mais simples de presidiário.


- Final Fight Costume: Cody no visual de como tudo começou.


Para fechar os DLCs a Season 3 ainda teremos o personagem original G, sobre o qual pouco se sabe até então, e ele o sangue ruim: Sagat. E aí, gostou do anúncio?

Sobre Bruna

Entusiasta dos jogos indie, mobile e de luta. Mini Wikipedia de Scarlett Johansson Facts™. Publicitária. Em terra de plagiador, quem tem conteúdo original é rei ou otário?

Siga no Twitter!

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.