Header Ads

Vale a pena ler de novo: Resumo da quinzena 06/05 a 19/05


Um som pra gente curtir: Laura Pausini - Bellissimo Così


Faz tempo que a gente não troca uma ideia, né.

A culpa é minha, pois eu sei que você tem lido o site. Obviamente tem uma história filosófica para explicar o motivo da minha ausência.

A resposta simples (quem dera), é: Eu passei boa parte da semana de cama. Primeiro achei ser uma intoxicação alimentar, pode até ter sido, mas todos os sintomas apontaram para... Stress. E pencas de maus hábitos que fizeram distortion finish em mim. Resultado: Não saí da cama, não consegui comer, tive febre, e não fosse a paciência do Snorlax na Rota 7 que toda mãe tem, olha.

Foi quando eu caí na real sobre N coisas que eu vinha semi ignorando, e agora não dá mais. São meus hábitos alimentares, minhas horas de sono, meu trabalho (sim, agora eu tenho um). E o meu estado emocional desgastado por coisas, entre elas o Armadura Nerd.

Não fui honesta com você, leitor(a).

A coisa vinha descambando há meses, mas eu no meu esforço de heroína solitária, achei que era só um contratempo fácil de dibrar. Não era. O preço cobrado foi... A minha saúde. Mania de segurar o mundo nos ombros. Nessa hora eu vi que vinha tocando a vida de um jeito que poderia me matar não demorava muito, stress é uma doença.

Provavelmente você vai lembrar das retrôs onde eu falei de mudanças. Era o spoiler da Pessoa que Vos Fala™ adiando o inevitável.

Prefiro não detalhar, mas é. Agora eu finalmente tenho uma fonte de renda relativamente mais fixa, o que por tabela traz um compromisso a cumprir, o que virou a minha nova prioridade. Convenhamos: Por mais que você goste de um projeto, se ele rende mais stress que lucro, e você passa a fazer algo que até rende algum stress, porém menor, e vira dinheiro, em quem você vai focar?

Eu defendo "fazer por amor", mas isso não paga as contas. Pelo menos não as minhas

Aí eu entrei num dilema pouco incômodo. Não vou largar o Armadura Nerd. A fase revoltada de oh vida oh céus passou, não me vejo tendo uma decepção como foi com o Hardmetal Brasil/HMBR. Mas eu esqueci qual era o meu plano para o AN. Na sexta, ao retomar um pouco do trabalho, eu vi esse vídeo sensacional do Markiplier, o único Youtuber possível nessa terra de ninguém:


Eu adoro o Markiplier por ele pautar o seu trabalho de um jeito lindo: Reconhecer que o mundo é um lugar ruim, polêmico, mas optar por ser alguém divertindo do jeito dele, provocando um sorriso e etc. Isso é uma inspiração pra mim, mas eu notei que o meu compromisso com o AN tinha ficado fraco. E pior que largar um projeto e partir pra outra, é você fazer algo sem noção de objetivo.

Daí eu precisei conversar com o Renan. Foi outro momento difícil, revelou o nosso descompasso, e o problema do parágrafo anterior. De nada adianta eu me jogar demais num projeto que não é só meu. De nada adianta ele saber o objetivo dele com o Armadura Nerd, se o projeto não é só dele. É um esforço conjunto. E mesmo se nós dois andarmos por caminhos diferentes, o destino final tem que ser um só: O sucesso do projeto.

(E que eu não tenha um colapso, mas isso é um bônus)

O "viver de internet" pra mim tem sido stress. Vale como hobby sério de dedicação planejada, mas pra se jogar na tentativa de virar subcelebridade virtual... Não tá valendo o preço. E o irônico é: Eu percebo isso numa fase que eu tô em paz com o rumo de uma coisa que me tirava a paz há anos. E a parte do Armadura Nerd cismou em ser frustrante.

Pra você ter uma ideia, por exemplo. Tenho críticas a fazer da/do:

- Jogo Pigeons Attack, do Nixtor Studio;
- Jogo Disney Heroes: Battle Mode;
- HQ Bem Melhor Agora, do Isaac Thiago;
- Edição #4 da revista WarpZone.

Ainda tem a crítica do jogo indie de maio, Game & Música de Deadpool, especial de Star Wars. E eu ainda estou de olho no game Horizon Chase Turbo, da Aquiris Game Studios. Material tem. Falta (faltou?) achar a batida perfeita pra fazer tudo isso acontecer.

Fora umas parcerias se desenrolando... Vejamos o que sai disso.

Então é esse o meu retorno dos mais ou menos mortos. Não sei o que vai ser daqui em diante, não quero prometer nada. Vamos dia a dia, texto por texto, tietagem por tietagem. Mas eu não morri, então é um bom sinal, acho.


Do site

Lançamentos

Cinema
Jogos
Jogos de Luta

eSports
Mobile
TV e Web
Eventos

Colecionáveis

Tecnologia

Sobre Bruna

Entusiasta dos jogos de luta, indie e mobile. Devota de deus MOV e Lorde Daigo e Senhor. Mini Wikipedia de Scarlett Johansson Facts™. Eu só jogo um MMO, que é o Trove. Me xinga de tudo, menos de "jornalista."Aí dá briga.

Siga no Twitter!

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.