Header Ads

SK Gaming vence HellRaisers e é campeã do Moche XL Esports de CS:GO

Apresentando o terceiro título de 2018 (Foto/Facebook)

O 2018 deles não está sendo fácil, mas no último domingo (10) a SK Gaming levantou o terceiro troféu do ano. Após vencer a HellRaisers por 2-0 (19-17 na Cache e 16-10 na Overpass), a equipe foi a do Moche XL Esports. Entretanto, a participação no torneio não foi pelos motivos mais positivos que você pode imaginar.

Entendendo a confusão

Um dos assuntos mais falados do competitivo CS:GO tem sido os desentendimentos entre jogadores e SK Gaming. Como resultado, o FalleN & cia jogaram boa parte da StarSeries & i-League Season 5 sem uniforme, pois a organização teria se recusado a providenciar hospedagem para realização de um bootcamp. Ao invés disso, o espaço teria sido oferecido para Não Tem Como treinar.

Com isso, o elenco decidiu fazer acordo direto com os organizadores de torneios para conseguir locais de treino e hospedagem. Em troca, eles aceitaram participar de competições menores como a Adrenaline Cyber League, vencida pelo time em maio, e o Moche XL Esports, em Portugal.

Uma crise inventada ou real? Leia o nosso Comentando sobre a polêmica e dê a sua opinião.

Falando da final contra HellRaisers

Cache

A decisão começou com a escolha da SK, Cache. Só que foi a HellRaisers que começou na vantagem após vencer o round pistol no lado CT. Vale destacar que Jake "Stewie2K" Yip abateu três jogadores numa situação 1v5, mas não conseguiu finalizar o clutch.

Seguindo, a SK pôs na conta o primeiro round  armado, e apesar da HellRaisers imediatamente dar a resposta, os brasileiros continuaram demolindo a defesa os ucranianos com um estilo de jogo calmo. Mesmo perdendo o round final antes da troca de lados, a SK abriu a vantagem de 10-5.

Na segunda metade do mapa, a HellRaisers começou do lado terrorista com um round pistol quase perfeito, o que parecia ser o começo de boas coisas. O time perdeu apenas um round após garantir a apertada liderança por 12-11, mas a SK respondeu, e levou o mapa para o desempate.

Aqui, a SK assumiu a liderança após se sair melhor numa disputa acirrada, vencendo por 19-17. Issa "ISSAA" Murad foi o nome da HellRaisers, ficando no topo da tabela com 1.27 de rating.


Overpass

Embora tenha sido escolha dos europeus, foi a SK quem iniciou com o pé direito. Aqui a performance foi totalmente oposta a Cache, com Kirill "ANGE1" Karasiow não conseguindo bater de frente com os barsileiros, que apenas perderam um round dos dez primeiros.

Fim de jogo? Não. Respirando por aparelhos, a HellRaisers venceu três dos cinco rounds seguintes, reduzindo a diferença para 11-4 antes do fim da primeira metadedo mapa... Mas aí a SK Gaming deu outra resposta logo no começo da segunda metade, rapidamente chegando ao match point. Os europeus tentaram o comeback mais uma vez, mas faltou fôlego para evitar a vitória brasileira no mapa por 16-10, e o título.


O próximo compromisso da SK Gaming será em casa: O time é um dos participantes da ESL One Belo Horizonte, a primeira vez que um evento ESL One é realizado na América do Sul. A fase de grupos começa no dia 13 de junho, com as finais nos dias 17 e 17. Além da SK teremos FaZe Clan, Team Liquid, mousesportsBIG, Space Soldiers, Ghost Gaming e Não Tem Como.

Sobre Bruna

Entusiasta dos jogos de luta, indie e mobile. Devota de deus MOV e Lorde Daigo e Senhor. Mini Wikipedia de Scarlett Johansson Facts™. Eu só jogo um MMO, que é o Trove. Me xinga de tudo, menos de "jornalista."Aí dá briga.

Siga no Twitter!

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.