Header Ads

Time de bots vai jogar contra time de estrelas no mundial de Dota 2


Vem aí o momento mais importante do ano para os fãs e atletas de Dota 2: O The International 8. A edição 2018 do mundial promete boas emoções, entre elas o retorno da inteligência artificial. Mas se em 2017 ela ficou restrita a uma partida 1x1, em 2018 o desafio será maior. Motivo? Um time inteiro de bots disputará o TI8.

A OpenAI Five, mesma IA que sistematicamente tem aprendido jogos de tabuleiro como xadrez, vai encarar um time formato pelos melhores jogadores de Dota 2 em Vancouver, onde será disputado o mundial.

Desde a estreia no The International 7, os responsáveis pela OpenAI fizram progressos consideráveis em conceitos como farming e laning... Ou melhor dizendo, ela aprendeu por conta própria. Como? O time de bots pratica jogando contra si mesmo, se adaptando e afiando as próprias habilidades.

Achou pouco? A OpenIA já venceu um time formado de jogadores com MMR acima de 5.500. Para se ter uma ideia, jogadores com MMR acima de 5 mil constituem apenas 1% da base de jogadores de Dota 2, segundo o site OpenDota.

Mesmo o próprio estilo de jogo a AI desenvolveu, conforme destacado no blog dos desenvolvedores. Ela é bem perspicaz em fazer ganks no começo do jogo, ao custo do farm seguro dos laners, faz transições ousadas no mid-game e permitir os suportes conseguirem bastante XP e ouro no começo do jogo.

A tecnologia que permite o processo de autoaprendizagem é gigantesca no trabalho que rende, mas a recompensa vale a pena: 128 mil núcleos de CPU permite que o time da OpenAi Five ganhe um total de 900 anos de experiência. Por dia. Isso permite o aprendizado num ritmo mais do que fora da curva. Com dias de experimento a OpenAI Five deixou de ser uma bagunça desorganizada, incapaz de realizar as tarefas mais básicas, de contestar spawns de runas e ganking. 

O progresso foi tanto que recebeu elogios do comentarista de Dota 2, William "Blitz" Lee.

"O aspecto do trabalho em equipe do bot foi simplesmente esmagador. A sensação que passa é de serem cinco jogadores não-egoístas que conhecem uma boa estratégia geral", disse Lee.

Em 2017, estrelas como o campeão do International 1, Danil "Dendi" Ishutin, mal conseguiram lutar contra o OpenAI. Bateu a curiosidade de ver como foi esse showmatch tão diferente? Solte o play:


Então não perca o The International 8! Entre os dias 15 e 25 de agosto os melhores times de Dota 2 irão disputar uma premiação superior a U$ 24 milhões, onde o vencedor levará sozinho a fatia de U$ 10 milhões.

E teremos Brasil na competição: Com a vitória sobre a SG e-Sports em 3-2 nas qualificatórias, a paiN Gaming será o primeiro time brasileiro a disputar o mundial de Dota 2.

Sobre Bruna

Entusiasta dos jogos indie, mobile e de luta. Mini Wikipedia de Scarlett Johansson Facts™. Publicitária. Em terra de plagiador, quem tem conteúdo original é rei ou otário?

Siga no Twitter!

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.