Header Ads

Vale a pena ler de novo: Resumo da semana 03/06 a 09/06

Um som pra gente curtir: Daniela Mercury - Maimbê Dandá

Eae você. Você que teve um fim de semana tranquilo. Você que teve um fim de semana igual o meu:


Fazer as pazes com demônios antigos é coisa que todo mundo quer, mas nem sempre é possível. Pior se tiver outras pessoas envolvidas, e sempre tem. Complica mais ainda. Nesses três dias que passaram eu revisitei um assunto bastante pessoal, que meio que não me deixava vive em paz há pelo menos 4 anos. Sabe o que é não ter sossego por 4 fucking anos? Foi isso.

E isso vai se refletir aqui? Por que não, oras. O Armadura é esse site com todo jeito ousadia e alegria e um pouco de Canário Pistola, e é resultado também do meu humor. Não tem como evitar isso, e eu nem faço questão. Tá que tem limites, mas a alma do site é justamente ser assim, e não uma cópia do modelo Imprensa Especializada (pfff) de ser.

A vida tá uma maravilha de corrida e eu mal tô tendo tempo de respirar, mas aos poucos a paz de espírito vai chegar aqui, e vamos até matar aquela lista de pendências que ameaça fazer aniversário. Enquanto isso, vamos falar ligeiro sobre uns assuntos:


#E32018: E não é que a Microsoft surpreendeu?



Eu nem sou fã de console nenhum. Vejo coisas legais no PS4, vejo mais coisas legais no Xbox One, mas bateu uma apreensão com a conferência da Microsoft. O povo tem uma implicância tão violenta no console que dá vontade de torcer a favor dele, sabe? Mas contrariando os Nostradamus Gamers do Desastre, a conferência da Microsoft foi boa.

Teve pra todo mundo. Ok, Crackdown 3 foi adiado de novo, mas Santíssima Trindade, Halo, Forza e Gearsof War, marcou presença. Teve Devil May Cry 5, finalmente. O Id@Xbox, programa de incentivo aos indies, anunciou 20 jogos, e que maravilha foi isso. Entre eles teve o Tunic, lembrando o Minish Cap de Zelda, que eu adoro, com um Q de Spiral Knights.

E sinceramente, tomara que a Sony faça igual ou até melhor, o que não é fácil. No fim do dia eu nem vou jogar tudo isso, mas só de saber que existe essa variedade de opções, faz um carinho no coração. Se forem indies, bônus.

Semana de CS:GO com a ESL One Belo Horizonte


Hm... Eu também não sou tão ligada em CS:GO quanto cheguei, mas ainda gosto. E nessa semana tem a ESL One Belo Horizonte, a primeira vez que um evento ESL One acontece na América do Sul. Serão oito times na briga, entre eles dois que andaram nas notícias quase que ao mesmo tempo: A Não Tem Como e a SK Gaming.

A SK continua na treta pesada entre elenco e organização, o que é uma pena. Tirando o FalleN, tá difícil ver alguém mostrando tanta pro-atividade, senso de liderança em prol da cena nacional. Ok, eu sei que tem gente trabalhando nisso, diariamente. E muito. Mas a impressão que passa, e isso é quase todo tempo, é que se o FalleN parar, o CS:GO brasileiro para junto.

Então mesmo achando que "Não Tem Como" é um nome sensacional, que dá pé pra um marketing melhor ainda, não tenho como não torcer pelos garotos da SK por todo esse bololo haha que eles tão passando. Até considero parar e ver o torneio, coisa que eu não faço com CS tem muito tempo.

Ah! O tal Gears of War com Funkos


O Gears of Funko que a Microsoft anunciou, sim, vai ser um jogo. Para dispositivos móveis, pro desespero dos gamers que ainda vivem no passado e não reconhecem o avanço do mercado de jogos mobile, e o quanto ele já representa para indústria geral. Você vê que eu falo disso aqui não é de hoje, e eu vou continuar falando. Acho um mercado muito interessante, com boas coisas e potencial de dar um bom bem dado.

Além do trailer, e que vai sair pra Android e iOS, não falaram mais nada desse jogo. Mas o que eu espero: Ser um jogo de colecionar personagens, porque pensa: Gears é uma franquia de vários jogos, com -automaticamente- vários personagens. Se bobear caberia até um crossover com Halo.

E pelo sim, pelo não, os jogos mobile de colecionar personagens são um sucesso monstruoso. Eles geram engajamento, dinheiro, e vem sustentando o mercado. Tá que isso deve mudar com o tempo, já que tem smartphone com jeito de console sendo lançado... Mas em time que tá ganhando, se mexe? Pois é.

Eu sei que não deve ter sido a retrô mais inspirada do mundo, mas as coisas são como elas são. Com a E3 em andamento eu estou de olho nos indies que vão anunciar, e quero comentar os trailers mais legais. Coisa AAA não me interessa muito, tirando Tomb Raider e o "Avengers Projetct." Então fique com a gente por aqui, pois vamos ter um pouco de E3 e todas as coisinhas boas que esse mundo das nerdices pode oferecer.

Vamos clicar que você vai ter uma ideia!

Do site
Cinema
Jogos

Jogos de Luta
eSports
Mobile

TV e Web
Eventos

Outros

Sobre Bruna

Entusiasta dos jogos indie, mobile e de luta. Mini Wikipedia de Scarlett Johansson Facts™. Publicitária. Em terra de plagiador, quem tem conteúdo original é rei ou otário?

Siga no Twitter!

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.