Header Ads

Brasil estreia com vitória no Hearthstone Global Games


Imagem: Blizzard Entertainment

O Brasil estreou nesta quinta (19) no Hearthstone Global Games, e não poderia ter sido melhor: com vitória contra seleção Russa.

Com Lucas "Rase" Guerra, Lucas "Neves" Figueiredo, Rodrigo "Perna" Castro e "LucasCRT", a seleção brasileira venceu os russos por 3-2 na série melhor de cinco. No jogo cinco, o deck Quest Warrior dos russos tinha um caminho para a vitória contra o Shudderwock Shaman dos brasileiros, porém a Rússia atacou quatro vezes o poder do herói, ao invés de acertar totens. Com isso, o tempo teve o tempo para que o Shudderwock construísse uma posição insuperável.

As disputas seguem em formato todos-contra-todos na fase de grupos, até que restem 16 times. Esses irão disputar os playoffs e então a grande final, que acontecerá na BlizzCon 2018. Além do título, serão US$ 150 mil em prêmios.

Sem sustos para Coreia do Sul e Suécia

Imagem: Blizzard Entertainment

No primeiro dia do HGG, Coreia do Sul e Suécia tiveram performances diferentes do ano passado. Contra o Japão, os suecos estearam e trocaram rodadas até a partida se resumir ao deck Aggro Mage japonês contra o deck Shudderwock Shaman da Suécia. Foi por pouco, mas os suecos venceram por 3-2.

Já os sul-coreanos tiveram menos sufoco contra a Turquia. Após vitória com o deck Control Warlock, a Coreia do Sul encarou uma partida mirror de decks Egg Hunter, usando uma forte seleção de cartas que se mostrou vitoriosa. Abrindo vantagem por 2-0, foi a vez do deck Malygos Druid sul-coreano encarar o Quest Priest turco numa partida que durou quase 30 minutos. Por fim, a Coreia do Sul levou a série por 3-1

Polêmica fora da stream

Fora do streaming, o time do Reino Unido foi o centro de uma polêmica. O processo de pick & ban é um dos momentos mais estratégicos, porém muitos jogadores e analistas creem que a escolha cega nega toda a habilidade envolvida. Os britânicos acreditaram ter vencido a fase de pick & ban, mas jogaram seus decks na ordem errada errada, levando a derrota por 2-3. Embora a chance de mudança seja improvável, o time do Reino Unido não foi o único a reclamar do formato da disputa.

Sobre Bruna

Entusiasta dos jogos de luta, indie e mobile. Mini Wikipedia de Scarlett Johansson Facts™. Publicitária cuja alma foi vendida aos antigos espíritos marketeiros do mal. Praticamente um Mumm-Ra.

Siga no Twitter!

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.