Header Ads

League of Legends: jungler da Dire Wolves é punido por comportamento tóxico


Quando o Mundial de League of Legends iniciar, um time estará desfalcado. Nesta quinta-feira (27) a Riot anunciou uma punição para Shern "Shernfire" Tai, jungler da Dire Wolves. Tai pegou gancho de dois jogos devido "padrão de comportamento extremamente tóxico e culturalmente insensivo", exibido no servidor coreano do jogo.

A Riot revelou que Shernfire vem apresentando o comportamento desde 23 de setembro. O jogador foi reportado em 18 dos 165 jogos 1v1 que fez, e recebeu cinco restrições por ausência (AFK) em partida. Ao recuperar o histórico dos chats, a Riot encontrou vocabulário "extremamente abusivo", especialmente usando termos "culturalmente insensíveis" para ofender os familiares dos jogadores.

Vale registrar que Shernfire tem histórico de comportamento tóxico no servidor coreano de LoL. Em janeiro deste ano ele foi banido por duas semanas devido participação em "comportamento tóxico e inaceitável" no mesmo servidor, em fase de preparação para Oceanic Pro League.

Além da suspensão no Worlds, Shernfire foi multado em U$ 2 mil por quebrar duas regras do código de conduta que miram ofensa e discurso de ódio, discriminação e denigrimento. A Riot disse ter considerado o passado problemático da Shernfire quando emitiu a decisão. Toby "UDYSOF" Horne será o substituto do jogador nas duas primeiras partidas.

A estreia da Dire Wolves será contra a Infinity Esports na próxima segunda-feira (1), e no mesmo dia o time encara a Edward Gaming. Passada as duas partidas, Shernfire estará liberado para ser escalado em 3 de outubro, e jogar novamente contra a Infinity Esports. Saiba mais sobre os grupos no Worlds, e quais serão os adversários da KaBuM.

Sobre Bruna

Entusiasta dos jogos indie, mobile e de luta. Mini Wikipedia de Scarlett Johansson Facts™. Publicitária. Em terra de plagiador, quem tem conteúdo original é rei ou otário?

Siga no Twitter!

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.