Header Ads

 

Rainbow Six: matar um companheiro de equipe agora tem punições mais severas


Nesta quarta-feira (19), Rainbow Six: Siege recebeu o primeiro patch desde a chegada da Operação Grim Sky. A grande novidade da atualização A3T3.1, é a implementação de punições mais severas, já disponíveis nas partidas Rankeadas, no modo Casual.

Até o momento, o teamkilling -matar um companheiro de equipe- duas vezes numa partida fazia o jogador ser expulso da mesma e voltar para o menu inicial. O mesmo vale para as Rankeadas, com a diferença de ser aplicada uma penalidade proporcional à ocorrência - indo de 30 minutos até 7 dias, se o caso se repetir cinco vezes. 

Com o novo sistema, o teamkilling não só aplica a penalidade em tempo/dias, como o banimento da função de organizar partidas nos modos Casual, Rankeado e Caça aos Terroristas. No Twitter, o desenvolvedor de comunidade de R6 Craig Robinson confirmou existir de um contador que reseta as ofensas de teamkilling. Entretanto, ele foi levemente ajustado, e ainda não se sabe o quão longo ele é.


A iniciativa é parte do esforço constante da Ubisoft para conter os problemas de toxidade. Em julho deste ano, R6 começou a usar um chat in-game que automaticamente detectava uso de ofensas raciais ou homofóbicas, imediatamente banindo o ofensor.

Vale destacar: a mudança no sistema de teamkilling vem poucos dias após a comunidade brasileira de R6 protagonizar uma grande polêmica. Durante uma partida, a streamer Lara "LittleVelma" Lauer foi alvo de ofensas e assédio por um dos companheiros de equipe, que em seguida matou-a. Com o novo sistema, casos como esse passarão a ser inibidos.

No giro de outras notícias relacionadas, o patch Y3S3.1 trouxe uma série de alterações que você pode conferir abaixo:


CORREÇÕES DE BUGS

JOGABILIDADE
Corrigido — [PC][XB1] não era possível usar combate corporal por um período breve depois de usar a posição deitada.
Corrigido — jogadores conseguiam pegar o desativador através de paredes.
Corrigido — a carga de C4 não era destruída ao ser lançada contra uma parede eletrificada.

AGENTES

MAVERICK
Corrigido — cápsulas deflagradas eram ejetadas para frente ao disparar com a AR-15.50.

CLASH
Corrigido — o escudo da Clash podia ser montado a partir da posição agachada.
Corrigido — o escudo CCE da Clash podia atravessar o braço dela ou a pistola.
Corrigido — Clash podia disparar antes que a sua arma aparecesse na tela.
Corrigido — no menu de loadout, amuletos não estavam equipados nos mesmos lugares do escudo CCE da Clash como em uma sessão.
Corrigido — quando um jogador era eliminado por escudo CCE, o ícone genérico de eliminação era exibido em vez de o ícone do escudo de choque.
Corrigido — [PC][XB1] ao fazer um movimento de rotação, o escudo CCE da Clash podia atravessar barricadas parcialmente quebradas.

SMOKE
Corrigido — quando um atacante soltava o desativador, o Smoke conseguia movê-lo jogando o seu gadget nele.

DESIGN DE LOCAIS

HEREFORD
Corrigido — jogadores conseguiam jogar gadgets para fora durante a fase de preparação através do chão do banheiro do segundo andar.

EXPERIÊNCIA DO USUÁRIO
Corrigido — inconsistência entre o ícone da thumbnail e o da pré-visualização da farda de guerra Grim Sky do Buck.
Corrigido — itens não comprados apresentavam a opção "Marcar como ativo".
Corrigido — havia uma mensagem de erro no pop-up quando a função de verificação de dois fatores estava ativada.
Corrigido — pressionar a tecla Enter várias vezes enquanto o título estava sendo carregado fazia com que este iniciasse uma situação com o pop-up da verificação de dois fatores ainda na tela.
Corrigido — todos os amuletos do Six Major Paris apareciam com um modelo padrão.

Sobre Bruna

Entusiasta dos jogos indie, mobile e de luta. Mini Wikipedia de Scarlett Johansson Facts™. Publicitária. Em terra de plagiador, quem tem conteúdo original é rei ou otário?

Siga no Twitter!

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.