Header Ads

Vale a pena ler de novo: resumo da semana 02/09 a 08/09


Um som pra gente curtir: DevilDriver - I Could Care Less

Eae você. Mais uma semana, mais uma retrospectiva semanal, confere?

Deu aquele atraso quase rotineiro, que não foi possível evitar. O fim de semana tinha sido tranquilo, mas justamente no domingo, quando eu dedico meu tempo para escrever a retrô, houve uma surpresa bastante ingrata. Não vou entrar em detalhes detalhados, pois não quero dar moral para ladrão. Basta  dizer que levamos o dibre da Satty com IGN. No meu Twitter eu falei sobre o assunto.

Momentos assim fazem você questionar, com uma sinceridade de 500%, tudo e todas as coisas, até se a sua dedicação vale a pena. A vida de produtor de conteúdo para web é difícil, ainda mais quem faz conteúdo original. Ironia, né? Um caso desses vir justo após eu ter agradecido a você e todos os que ajudaram o Armadura Nerda quebrar alguns recordes de views.

Então umas mudanças vão acontecer na estrutura do site, em breve você verá. Eu e o Renan sempre acreditávamos nas boas intenções da internet, pois elas existem, por incrível que pareça. Entretanto, o egoísmo, a falta de caráter e a mesquinhez das pessoas está sobressaindo mais, e eu começo a pensar se nós não fomos ingênuos demais.

Filosofias para se viver na internet

É um tipo de problema na qual você poderia reagir de duas formas: uma seria se emputecer, mas do que adianta ficar puto(a) com trolls anônimos? Dói, claro. Quem disser que não, é porque não passou por isso. A outra reação foi a que eu escolhi: vamos focar as energias em produzir mais e melhor. Se você pensava que essa treta iria nos parar, derrubar, heh. Achou errado.

Deixe as migalhas para os preguiçosos. Aqui a gente quer mais da vida. E eu vou provar isso indo para os temas da semana:

Expectativas iniciais (e definitivas?) para Capitã Marvel


Um dos assuntos que mais movimentou a semana passada foram as primeiras imagens oficiais, e as novas informações sobre Capitã Marvel. E eu sei que é cedo, mas já tenho um monte de feels com relação a esse filme.

O óbvio é por ser o primeiro filme de heroína da Marvel. Isso tende a abrir caminho para outros, e por que não, o filme daquela russa que você sabe... Tem o primeiro lugar no coração da Pessoa que Vos Fala™. No aqui e agora fica impossível não ter uma expectativa sólida principalmente por quem arranjaram para o papel principal.

A Brie Larson não é uma "atriz nerd", ela mesma já disse isso. Ela é uma "garota introvertida", que teve de ler os quadrinhos da Capitã Marvel, e que só aceitou o papel por abrirem espaço para que ela trouxesse os elementos dramáticos de outros personagens e projetos que são mais a sua cara. E isso me anima demais, pois nesse quesito a Brie é impecável.

Serei ousada: capitã, oh minha capitã, as chances de você superar o meu filme favorito do MCU - O Soldado Invernal - são reais. E fica impossível esconder a tietagem em condições assim, ha.

Oscar: o "fim" da categoria de Filme Popular


Uma das ideias mais imbecis da indústria do cinema afogou. Felizmente. Voltaram atrás na intenção de introduzir uma categoria de filme popular, o que apenas confirma a teimosia da Academia não admitir que a indústria estaria perdida, se não fosse o Cinema Nerd™. Como prêmio de consolação ela colocaria os filmes das nerdices na mesa das crianças, enquanto os adultos comem na principal.

A categoria de filme popular seria um erro geral, não importasse o critério que usasse. Se fosse tomar a bilheteria como critério, cometeria a injustiça de deixar Um Lugar Silencioso de fora. Votação de um grupo de pessoas? Quebraríamos a ideia de popular, que pressupõe ser algo votado pelo público. Só que ao mesmo tempo, deixar o público votar também seria um problema. Ou seja: não teria para onde correr.

Tudo isso porque é difícil demais para os engomadinhos entenderem que Cinema Nerd é cinema. Nem sempre é um Lady Bird da vida, mas dá pra tirar coisa boa. E se o Cinema Nerd tomar vergonha na cara e produzir filmes mais variados e ricos, vai ficar melhor ainda.

A Copa do Mundo de Overwatch


No último fim de semana aconteceu a etapa de Los Angeles da Copa do Mundo de Overwatch. E foi bem divertido! Eu ainda não tinha parado para realmente ver um torneio do jogo, só por trechos da Contenders América do Sul, bem aleatoriamente.

Isso eu já tinha comentado aqui em outra retrô, mas repito: os casters brasileiros de Overwatch são incríveis. E os meninos do Brasil jogam! Overwatch é confuso, sempre com muita coisa acontecendo ao mesmo tempo. Mas com paciência, o incentivo de uma boa narração, deu para curtir bem. Tô com a apreensãozinha boa de quando volto a ver outro torneio...

... Quem sabe a Season 2 da Overwatch League? Tá difícil acreditar que não vão contratar um dos meninos depois dessa Copa do Mundo.

Então é isso. O papo de hoje foi reduzido para agilizar, pois eu tinha outros temas em mente. 

Vamos então clicar, mas não se esqueça: a Pessoa que Vos Fala™ volta na próxima semana. Até lá, recuse imitações, cópias, plágios e afins. Eu sou tipo mãe: só tem uma.

Do site

Cinema
Jogos

Jogos de Luta

Esports
TV e Web
HQ e Mangá

Eventos

Outros

Sobre Bruna

Entusiasta dos jogos indie, mobile e de luta. Mini Wikipedia de Scarlett Johansson Facts™. Publicitária. Em terra de plagiador, quem tem conteúdo original é rei ou otário?

Siga no Twitter!

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.