Header Ads

BGS 2018: Jogamos Dead or Alive 6

Existia uma pequena lista de jogos, que, eram prioridades devido a temática e cobertura que fazemos. Após animar todo mundo com seu anúncio, dividir um pouco a galera ao falar sobre diminuição do ecchi, o que podemos falar concretamente sobre Dead or Alive 6 após a demo jogada na Brasil Game Show 2018? Vamos descobrir.

Elenco

A demo veio com os seguintes personagens disponíveis: Kasumi, Zack, Helena, Ayane, Hitomi, Lei Fang, Rig, Jan Lee, Diego, Bayman, Hayabusa, Marie Rose e Hayate. Entre os cenários estavam disponíveis o Coliseum, o navio de Forbbiden Fortune e o Parque dos Dinossauros.

Jogabilidade

Pouco mudou se comparado com Dead or Alive 5 Last Round. A base se mantêm, o que é algo excelente em jogos de luta vide ao longo dos 30 anos de Street Fighter. O jogo vem com pequenas opções para auxiliar os novatos com o auto combo e o 4-way control.

O auto combo é auto explicativo, apenas apertando o mesmo botão uma sequência é realizada sem esforço de executar comandos. Já o 4-Way nos dá a opção de defender apertando para trás, além de, manter o botão de defesa como opção.


Os controles vem com soco, chute, agarrão, defesa, especial e combinações de botões. As novas mecânicas dão uma boa dinâmica nas lutas. O Break Blow age similar ao "Combo Breaker", de Killer Instinct, para interromper um combo e voltar ao neutro.

O Break Hold permite um rápido contra-ataque enquanto defendendo, apertando os direcionais para desferir um rápido golpe no oponente. Já a mais impactante vem com o Fatal Rush. Pela primeira vez vemos uma mecânica poderosa de "comeback" na série e de fácil execução. Clássico comando do Hadouken com o botão de Special (quarto de lua pra frente + special).

Experiência

Jogar DOA6 foi uma boa experiência e em muito, o jogo se assemelha ao anterior e isso é ótimo. Alguns movimentos parecem ter sofrido mudança de execução como por exemplo Kasumi, que mesmo com gameplay similar à DOA5LR, mas existem mudanças em alguns golpes e até movimentos novos.

Experimentei o jogo também com Ryu Hayabusa, Marie Rose, além da própria kunuichi do destino. A ideia do Team Ninja e atrair os mais novos, posso dizer que está em um bom caminho ao ver também como nosso estagiário por vezes conseguia "apelar" mesmo sem nunca ter jogado DOA na vida.

Um ponto para a questão do ecchi. Realmente as roupas estão mais comportadas, no entanto, anda existem alguns movimentos para a alegria da turma do "Mestre Kame".

Para finalizar apenas posso dizer, chegue logo Dead or Alive 6.

Sobre Renan

Gamer que joga, escreve para gravar e a vida lhe fez fazer tudo que nunca pensou em fazer. Perito na discórdia por ter opinião, Renan também disse que nunca se referir a si mesmo na terceira pessoa por fugir da fama. Renan vem fazendo bem isso ¯\_(ツ)_/¯

Siga no Twitter!

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.