Header Ads

BGS 2018: Jogamos JUMP Force

Não há dúvidas que um dos jogos mais aguardados no Universo Otaku dos games é JUMP Force, o game em comoração aos 50 anos de uma das maiores e mais importantes editoras de mangá do Japão, e por consequência do mundo. O jogo esteve presente na Brasil Game Show com um baita painel de destaque no estande do Xbox, mas, eu acabei jogando ele na Razer e de forma "errada".

Unidos para lutar

Resumidamente JUMP Force segue o padrão dos jogos da franquia JUMP, e sim, é aquele shonenzão pra passar o tempo que tanto gostamos, e por diversas vezes, necessitamos. Sim, em muitos momentos precisamos de um jogo apenas para relaxar e desestressar do dia a dia, particularmente hack n slash funciona muito bem pra isso também.

JUMP Force vem na onda dos jogos mais inclusivo e facilitando a jogabilidade para todos praticamente pegarem o jogo e sair destruindo tudo e todos na luta. No estande da Razer o jogo estava com um Razer Panthera para jogarmos e isso muda um pouco a experiência.

Soca todo mundo meu shonen

Pose de Quebrada em Konoha
O jogo vem com comandos simples, o que tem sido a tônica dos games de lutas na atual geração, e de fácil aprendizado. Basicamente o jogo consiste de golpe fraco, golpe forte, agarrão, pulo, defesa e especial. Para a execução do especial enchemos a barra de super e fazemos o combinado de R1/RB mais um dos botões para um golpe específico.

Na hora das lutas formamos times de três personagens para lutar contra outro time de três. Os universo Jump se encontram de forma harmoniosa, mesmo havendo diferença no estilo de cada série em seus traços.

A técnica suprema de todos os personagens vem junto de "Awakening" liberando a técnica que está no botão X/A. Ao utiliza-la é praticamente K.O. no adversário, e lembrando que basta derrubar um oponente já que a barra de vida é única pro trio. Ela fica liberada com certas condições sendo impossível de ser utilizada no inicio das lutas.

As mudanças de visual que vimos nas scans divulgadas são originárias do Awakening como por exemplo Goku e Vegeta se tornaram Super Saiyajin, Seiya vestir a armadura de Ouro de Sagitário e por ai vai. Um exemplo de técnica fatal é Vegeta que utiliza seu Final Flash para acertar centenas de hist e finalizar a luta.

Arte final

JUMP Force tem tudo para ser um dos melhores jogos de nicho no quesito luta, no entanto, o poder das séries mais populares podem fazer o jogo ter um boom extra, até mesmo, por estar ganhando espaço onde jogos assim não ganhariam antigamente. Resta agora sabermos se o esforço da Bandai para fazer um jogo a altura dos 50 anos da editora dará certo com seu modo história, que, tende a ser o ápice da reunião dos personagens.

Sobre Renan

Gamer que joga, escreve para gravar e a vida lhe fez fazer tudo que nunca pensou em fazer. Perito na discórdia por ter opinião, Renan também disse que nunca se referir a si mesmo na terceira pessoa por fugir da fama. Renan vem fazendo bem isso ¯\_(ツ)_/¯

Siga no Twitter!

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.