Header Ads

 

Black Mirror: Bandersnatch tem cinco finais possíveis, e mais de um trilhão de versões da história


Nesta sexta (28) os fãs de Black Mirror ficaram rindo a toa: saiu na Netflix o novo filme da série, mas como tudo do universo de Black Mirror, ele não é exatamente o que parece. Trata-se de um filme interativo, onde cenários diferentes podem acontecer, dependendo das decisões que você tomar. E são muitas possibilidades, literalmente.

Segundo o Variety, Black Mirror: Bandersnatch tem cinco finais diferentes, e surpreendentes mais de um trilhão de versões únicas da história. O número obviamente surpreende, porém nem todas as decisões são críticas. (Felizmente) Muitas realmente alteram o curso da história, mas outras têm consequências menores. Como escolher o cereal que o personagem principal vai comer no café da manhã, no início do filme.

A diretora de inovação de produtos da Netflix, Carla Engelbrecht, comentou que parte das decisões são para deixar o público mais confortável com o processo de escolher a história. "Queremos que os espectadores tenham uma escolha bem sucedida logo no começo", comentou.


Dependendo das escolhas, Black Mirror: Bandersnatch pode ser finalizado em menos de 40 minutos, embora a média assistida seja de 90. A narrativa é construída para evitar que o espectador saia demais da história em si, e ser pego numa repetição desnecessária. Se você chegar num ponto onde não está mais conectado à história, o filme dará ao seu personagem a opção de começar do zero, e você poderá tomar um ou dois caminhos diferentes.

Com esses recursos tão interessantes, Black Mirror: Bandersnatch pode não estar disponível em todos os dispositivos. Certas Smart TVs com aplicativos da Netflix não serão atualizadas para o filme, por conta de requisitos de pré-visualização. Você também não poderá assistir o filme no Google Chrome or Apple TV, por motivos técnicos.

Apesar disso, Black Mirror: Bandersnatch já está movimentando os fãs, e deixando as audiências engajadas por conta até das escolhas mais simples, como a do cereal. Com o seu formato inusitado de narrativa, quem sabe não é algo para Netflix repetir a dose no futuro? Afinal, ano novo, vida nova.

Via CB

Sobre Bruna

Entusiasta dos jogos indie, mobile e de luta. Mini Wikipedia de Scarlett Johansson Facts™. Publicitária. Em terra de plagiador, quem tem conteúdo original é rei ou otário?

Siga no Twitter!

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.