Header Ads

 

Em disputa acirrada, INTZ vence paiN e fica com o bicampeonato da Superliga ABCDE

A final da Superliga ABCDE 2018 será lembrada por muito tempo pelos fãs de League of Legends. Isso porque, neste domingo (23), um dos maiores clássicos do cenário brasileiro, entre paiN Gaming e INTZ, decidiu quem terminaria a temporada com um troféu. Após uma série emocionante, decidida apenas no quinto game, os Intrépidos chegaram ao título com o placar de 3 a 2 e se tornaram bicampeões da competição. O torneio foi disputado nos estúdios da BBL, em São Paulo.


Com recorde de audiência na internet e uma BBL lotada de torcedores que incentivavam a todo momento seus times, a decisão contou com disputas equilibradas em quase todos os jogos.
Pela maneira que se desenvolveu, o confronto tem tudo para ser lembrado como um dos mais emblemáticos da história do LoL no Brasil, por fatores como: o reencontro após a decisão da Série de Acesso do CBLoL disputada meses atrás, jogadores enfrentando seus ex-clubes, além das inúmeras reviravoltas vistas dentro de cada jogo do duelo.

Os Intrépidos começaram abrindo 2 a 0 na série e tiveram a chance de garantir a vitória já no terceiro game. Mas a paiN mostrou o porquê era dona da melhor campanha da Superliga, invicta, e empatou o placar em uma reação impressionante.

No game que decidiu o campeão, o aspecto psicológico parecia estar a favor da paiN, que buscou a reação quando estava com o placar adverso. E o time até começou melhor, mas viu a rival crescer na reta final e não parar até fechar o confronto por 3 a 2 contra a adversária..
Os jogos da primeira fase da Superliga ABCDE foram disputados no formato MD3 (melhor de três), e as duas primeiras colocadas de cada grupo avançaram para as semifinais, que passaram a ter confrontos em MD5 (melhor de cinco), assim como a grande final. As rodadas da primeira fase da Superliga ABCDE aconteceram às sextas-feiras, sábados e domingos, com dois jogos por dia.

O público acompanhou as informações sobre a competição nos canais da Superliga ABCDE no YouTube, Twitch, Nimo, Cube, Facebook e Twitter.

Confira como foi o clássico PAINTZ na final da Superliga ABCDE de 2018:
A expectativa de um confronto emocionante foi atendida desde o início. A paiN até começou melhor, mas foi o INTZ que abriu o placar na série depois de crescer nos instantes finais: 1 a 0.
O segundo jogo também foi acirrado, mas, dessa vez, os Intrépidos conseguiram controlar melhor as ações para atingir os objetivos que lhe garantiram uma boa vantagem, precisando de apenas mais uma vitória para ficar com título.

Mas a paiN não estava disposta a aceitar essa derrota sem lutar. Com um desempenho muito melhor no terceiro jogo, o clube não deu chances ao rival e se manteve viva ao anotar seu primeiro ponto na partida.

No quarto game, o equilíbrio visto até aquele momento não continuou. A paiN foi avassaladora e tomou conta de todas as ações, sem dar chance para a rival, que mais uma vez perdeu a chance de encerrar o jogo.

O quinto e decisivo encontro exigiu uma forte frieza psicológica dos Intrépidos, e eles conseguiram.

Mesmo com a pressão da torcida adversária, o time não se desconcentrou e chegou a mais um caneco.

O jogador do INTZ Rodrigo “Tay” falou sobre a importância e a seriedade com a qual o time encarou todos os jogos desta Superliga ABCDE: “Nós nos dedicamos muito do primeiro ao último dia de Superliga porque queríamos muito ganhar o campeonato. Esse troféu é a recompensa de todo o trabalho duro que tivemos nos últimos dois meses. Estou feliz de ter ganhado o título com um time que gosto tanto”, disse.

Thiago “Djoko”, coach da paiN, também fez sua análise: “Foi uma grande final, digna de um clássico PAINTZ. A adversária tem todo o mérito de ter vencido de forma tática e, principalmente, na melhor execução de suas estratégias e nas execuções dentro do quinto jogo. A paiN vai refletir em cima de tudo isso e voltar ainda mais forte para o ano que vem”.

Além da medalha e o troféu de campeão, o reforço do INTZ Guilherme “Mills” foi considerado o melhor player da competição e falou sobre os prêmios individuais e coletivos: “Acho que o MVP da Superliga poderia ficar com qualquer membro da nossa line-up, pois todos nós tivemos momentos de destaque ao longo da competição. Dessa vez, eu ganhei o prêmio e fiquei extremamente feliz com isso, talvez a diversidade de campeões que eu trouxe fizeram com que eu me destacasse, mas reforço que todos os meus companheiros também mereciam esse anel.
A Superliga ABCDE 2018 contou com os patrocínios de Net e Burger King.

Sobre Renan

Gamer que joga, escreve para gravar e a vida lhe fez fazer tudo que nunca pensou em fazer. Perito na discórdia por ter opinião, Renan também disse que nunca se referir a si mesmo na terceira pessoa por fugir da fama. Renan vem fazendo bem isso ¯\_(ツ)_/¯

Siga no Twitter!

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.