Header Ads

Xará de brTT, finalista de Mundial de LoL x1 encara rotina na Red Canids

Felipe 'BF991' Gonçalves supera João ‘x ReseK’ Victor e conquista o título brasileiro desta edição do Red Bull Player One (Reprodução)


Que tal ser xará da lenda do esporte que você mais gosta? E vivenciar experiências no mesmo local em que seu ídolo já passou? Se esse cenário já mexe com a cabeça de qualquer um, imagina ainda ter de representar o Brasil na etapa mundial de um torneio?

Felipe Gonçalves - Arquivo pessoal
Esse é o panorama que aguarda o paulista Felipe ‘BF991’ Gonçalves, finalista do País no maior torneio internacional de League of Legends x1 para amadores, o Red Bull Player One. A partir dessa semana, o jovem de 20 anos ficará incubado na Gaming House da Red Canids, local de boas recordações para Felipe ‘brTT’ Gonçalves.


Com rotina de cerca de 10h diárias de treinamento, o atirador BF991 sonha em se tornar profissional. Para isso, se espelha em diversos pro-players, sendo um deles o seu xará: ‘brTT’. E nessa semana, o jovem de Mirassol ficará incubado na GH da Red Canids, ex-equipe de brTT, e uma das principais do Brasil. Como prêmio pelo título nacional, ele vivenciará todas as atividades dos seus ícones, desde dicas de jogadas, estratégias, alimentação e acompanhamentos físicos e psicológico. Além disso, encontrará o embaixador da equipe, Felipe ‘YoDa’ Noronha.

“Estou muito ansioso! Acredito que a experiência deva ser bem puxada e com muito treinamento. O sentimento é incrível por saber que todo meu treino e planejamento foram suficientes. Agora é ir em busca do título internacional”, afirma o gamer, que revelou a emoção dos seus pais ao dizer que havia se classificado.

Vencedor da primeira das quatro classificatórias, Felipe Gonçalves garantiu cedo a presença na disputa pelo título nacional. Na semifinal brasileira, superou Marco “ZeldaTwilight" Aurélio por 3 a 0. E, na decisão, uma disputa acirrada diante de João ‘x ReseK’ Victor, vencida por ele por 4 a 3, sendo duas vitórias por Farm e outras duas por First Blood.

“Ele trouxe campeões muito 'safe' e focados em 100cs, como Caitlyn e Orianna, e jogou muito bem nesse estilo. Eu priorizei campeões fortes contra elas para atrapalhar o farm e ganhar trades o máximo possível. Além disso, tive de adaptar o meu planejamento depois que os meus picks foram banidos na final. Joguei com a Miss Fortune, que sequer havia treinado, para tentar puxar algum ban nela e liberar outro pick”, analisa o paulista.

Na última edição do Red Bull Player One, os dois amadores que ficaram incubados na Red Canids conseguiram realizar o sonho de se tornarem profissionais: Júlio ‘NOsFerus’ Cesar e Victor ‘Steal’ Ruiz. Agora, Felipe Gonçalves sonha em repetir o mesmo caminho deles e coroar o seu desempenho com o título mundial. ‘Estou confiante, mas sei que não será fácil. Vou treinar muito mais e me preparar da melhor forma possível’, completa BF991.

Quem vai levar o título 2018? / Crédito: Marcelo Maragni/Red Bull Content Pool


A decisão do Red Bull Player One acontecerá em São Paulo, nos dias 13 e 14 de dezembro, e reunirá 15 países. Além do Brasil, estarão disputando o título players de Irlanda, Portugal, Eslovênia, Kosovo, Colômbia, Peru, Chile, México, Emirados Árabes Unidos, Suécia, Grécia, Kuwait, Jordânia e Sérvia. Esta é a maior edição da história da competição, e o público poderá acompanhar todas as emoções em transmissão ao vivo, pela internet.

Sobre Bruna

Entusiasta dos jogos indie, mobile e de luta. Mini Wikipedia de Scarlett Johansson Facts™. Publicitária. Em terra de plagiador, quem tem conteúdo original é rei ou otário?

Siga no Twitter!

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.