Header Ads

 

Ben Affleck não é mais o Batman, mas James Gunn vai dirigir Esquadrão Suicida


Uma vez que as notícias saíram bem no fim da noite, e a Pessoa que Vos Fala™ não estava por perto para escrever, acabamos ficando sem a informação. Só que não sem o comentário! A quarta (31) foi deveras interessante para quem é fã, ou torce pela redenção do DCEU. E se ontem foi um dia de notícias, hoje é um dia de comentar as notícias. Vem comigo.

"THE BATMAN" VAI ACONTECER... BEN AFFLECK DE BRUCE WAYNE, NÃO

É Ben... Deu Game over

A essa altura do campeonato não é bem a maior surpresa do mundo, mas foi bom oficializarem. Desse jeito a gente segue adiante. O diretor Matt Reeves comentou que o filme irá explorar o famoso lado detetive do Morcegão, e ele será o maior detetive do mundo. Por enquanto a data de lançamento provisória é 25 de junho de 2021.

Entretanto, Ben Affleck não retorna como Bruce Wayne/Batman. Assim, o ator encerra a passagem pelo DCEU após Batman vs Superman, Esquadrão Suicida e Liga da Justiça. Eu não sei qual foi a reação do público, eu nem estava na internet na hora do anúncio. Qual foi a minha reação, você vai perguntar? Indiferença. E isso é um problema gigantesco por um motivo crítico.

Às vezes é melhor que o ator ou atriz desperte ódio do que não despertar nada. Pelo menos o público vai ao cinema torcendo para o filme ser ruim, mas aí é tarde. Já deram dinheiro de bilheteria. Agora, se a pessoa não desperta ódio, muito menos amor entre os fãs... Não faz a menor diferença se ele(a) se vai. Acaba sendo até melhor. Motivo? Eu respondo.

NÃO INTERPRETE O PERSONAGEM, SEJA O PERSONAGEM

Taí alguém pra salvar o seu coração todo dia sem você reclamar

Ao invés de citar o MCU, falemos da DCTV. O time responsável pelo Arrowverse não apenas tem a preocupação em escolher quem "se parece com o personagem", o que é muito importante. Eles miram sempre gente que mais do que agir como o personagem, é o personagem. Quando se pensa no Flash live-action, você lembra do Grant Gustin, e não do Ezra Miller. (embora eu tenha curtido ele)

Mais do que interpretar os seus personagens, os elencos da DCTV realmente vestem a camisa. Isso dá ao CW a força de manter quatro séries da DC na grade, mesmo com a queda de audiência ao longo dos anos. Já o DCEU com milhões de dólares no bolso, não engata por nada nesse mundo.

Por mais que o Ben Affleck tenha mesmo o jeito do ricaço quarentão, belo, rico e traumatizado...Era só isso mesmo. E o Christian Bale já tinha preenchido esse requisito, então o que o Affleck poderia oferecer a mais? Nunca saberemos.

É só ver o caso Mulher Maravilha. Gal Gadot começou odiada, aos poucos virou o jogo e terminou sendo o amor dos fãs e salvadora da pátria. Gal Gadot é f*da, vale registrar. Já Aquaman era o que o Batman deveria ter sido. Jason Momoa é um cara incrivelmente carismático, com o tipo físico e o estado de espírito certinho para ser o Aquaman. Dá pra ver que deu certo com o tanto de sucesso que o filme pescou.

(Entendeu, hein? Pescou)

JAMES GUNN VAI DIRIGIR ESQUADRÃO SUICIDA (WHEYTA!)


Essa é outra nem tão misteriosa, e também (ainda) não é tão oficial. O THR confirmou que James Gunn vai dirigir Esquadrão Suicida! Nada tão chocante, pois que o diretor já estava a bordo para escrever o roteiro. O que surpreende, entretanto, é o "plot" que se desenvolveu (segundo o THR). A meta é Gunn dirigir o filme? Sim. Mas ele não será uma sequência, e sim um relançamento do grupo.

Ou seja: com isso quase todo elenco de Esquadrão Suicida seria mudado. E por "quase" a expectativa é de manterem apenas a Arlequina (Margot Robbie) e o Pistoleiro (Will Smith), pois convenhamos.. Só esses dois realmente conquistaram o público. O restante do grupo seria novo, o que abre brecha para as mesmas boas possibilidades de encontrar gente para ser os personagens. Vide o caso Batman.

Para a Warner é uma excelente notícia, se confirmada. James Gunn é o cara perfeito para esse tipo de filme. Um grupo de estranhos com super habilidades, em missões malucas ao som de boa música.. A fórmula soa familiar, não é? O estúdio poder contar com o cara que fez Guardiões da Galáxia ser um sucesso, e antes de tudo, uma realidade, é só saber conduzir. Daí o futuro do DCEU pode ser bem interessante.

JAMES GUNN USANDO O MONSTRO QUE RENASCE?

De repente isso aqui virou Yu-Gi-Oh?

Quanto a notícia para o diretor, também é boa. James Gunn foi seriamente policiado com aquela treta ocorrida em 2018, que acabou custando o emprego. Demitiram o cara para "não ter a imagem ligada" a esse tipo de postura, sendo que todo mundo já sabia do histórico que o James Gunn tinha com as piadas nem tão engraçadas. Ou não sabia, se os executivos da Marvel Studios dormem debaixo de uma pedra no Alasca.

Foi uma hipocrisia bem gritante, sabe. Eu uso óculos, sim, mas não sou cega. 

Então... Voltando ao assunto. Imagine você a Warner ter um profissional com a visão de quem passou pela Marvel (A), e fez sucesso na Marvel (B)? No termo chique, é um know-how que pode vir muito a calhar.

Resta o estúdio fazer algo que eu falo desde Liga da Justiça, ou até antes: entender o material em mãos. De nada adianta ter boas histórias e personagens e não saber a forma de utilizar que explore o potencial deles. Em Aquaman e Mulher Maravilha souberam, e olha o que tivemos. Cito a DCTV de novo, pois lá o povo tem aquele feeling de como adaptar coisa. Tirando o Mon-El em Supergirl.

Sobre Bruna

Entusiasta dos jogos indie, mobile e de luta. Mini Wikipedia de Scarlett Johansson Facts™. Publicitária. Em terra de plagiador, quem tem conteúdo original é rei ou otário?

Siga no Twitter!

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.