Header Ads

 

Review: Aquaman (2018)

Tudo indicava que não daria as caras para um review, contudo, aos 45 do segundo tempo eis que surge a oportunidade de ver Aquaman e vamos falar sobre o filme de uma maneira diferente pois vi que a Warner acabou se rendendo ao que ela não queria e deu um bom tom para Arthur.



Um shonem Ocidental

Aquaman  não tenta mudar o rumo dos filmes de super heróis e consegue construir sua identidade dentro do gênero e fazer mais um herói se salvar no amontoado de falhas produzidas pela DC nos cinemas. De modo geral o filme pode ser visto como um grande shonem.


Talvez todos os elementos estão presentes como protagonista forte e em evolução até o final da história; a mocinha que também ajuda na pancadaria mas está como interesse romântico; um vilão querendo vingança; outro vilão para ser o principal e a trama rodar até o final; um "super poder" novo para uma grande luta; "transformação final"; arco do torneio (esse item é muito importante em qualquer shonem que queira respeito do público).

Ou seja, diretor de olhos puxado é otaku então?

Aquaman apresenta tudo isso e em paralelo, que evitarei prometo, podemos dizer que ele é o "Thor" desse universo já que vem e outro mundo, é rei, poderes de um deus praticamente e é adepto de beber muito, mas muito mesmo, e não ficar bêbado (#gostamos).

Um filme menos sombrio

Afinal no escuro a Pequena Sereia não justifica todo tratamento pra essa ruivicidade toda da Simone Simons, né?
No filme temos a origem de Aquaman se intercalando muito bem com ele adulto no decorrer do primeiro terço do filme vendo o casal de humano com um atlanti, a criança mestiça, aprendizado de luta e uso dos poderes e o rumo que deu pra vida.

O filme usou um truque interessante para os efeitos aquáticos e ficaram muito bons, além de boa parte do filme sair do tom sombrio que a DC vinha enfiando guela abaixo em todo filme, mesmo que não ficasse legal. Existem diversas cenas "noturnas" mas chama a atenção mesmo é como temos muitas partes da história na luz do dia.

A sensação é de um filme da DC produzido pela Marvel, mesma pegada de humor mas em menor escala, sem inventar demais deixando o carisma do personagem fazer a diferença com a escolha de narrativa definida para ele e dando sequência a vida do personagem depois dos fatos que vimos em Liga da Justiça.

Um novo Rei na DC

Havia um pequeno medo desse filme não ser tudo que se prometia seguindo a tradição de não confiar nos trailers da DC desde Batman vs Superman e Esquadrão Suicida, mas felizmente, Aquaman se junta a Mulher Maravilha onde a DC tentou, mas os diretores conseguiram desviar seus personagem da rota da tragédia. James Wan merece bastante os parabéns.

Agora é esperar e ter a esperança da DC arrumar a casa e a bagunça que viraram Superman e Batman, reunir a galera novamente, e dessa vez, apenas colocar na tela o que os fãs querem, basta ver como as grandes sagas da TV vem funcionando no "Arrowverse" falando apenas quando chega a época do crossover da galera, confia.

Sobre Renan

Gamer que joga, escreve para gravar e a vida lhe fez fazer tudo que nunca pensou em fazer. Perito na discórdia por ter opinião, Renan também disse que nunca se referir a si mesmo na terceira pessoa por fugir da fama. Renan vem fazendo bem isso ¯\_(ツ)_/¯

Siga no Twitter!

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.