Header Ads

 

Supergirl revela a história de origem da primeira heroína transgênero da TV


OBS: SPOILERS DO EPISÓDIO 4x11 DE SUPERGIRL, "BLOOD MEMORY"

Foi uma grande noite de domingo (27) em Supergirl, mas não para nossa heroína. Ao invés disso, quem brilhou no episódio 4x11, Nia Nal. E com ele o mundo conheceu a origem da primeira heroína transgênero da TV norte-americana, bem como seu traje.

Em "Blood Memory", Nia (Nicole Maines) e Kara (Melissa Benoist) viajam para cidade natal de Nia para visitar a sua família. Parthas acontece de ser uma pequena cidade interessante: nela alienígenas e humanos vivem em paz, e a igualdade é um valor cultural. Tudo isso se estende aos aliens e a todos os tipos de diferença. Nia então explica a Kara que como mulher transgênero, ela sempre sentiu-se amada e apoiada em Parthas, seja pela família ou pelos vizinhos.


Nem tudo é como parece

A recepção, amigável e amorosa, logo traria imprevistos com ela

Entretanto, apesar da recepção calorosa no retorno, Nia não deixou de enfrentar problemas. Logo fica claro que Nia desenvolveu os poderes de sonhos premonitórios, mas a expectativa é de que sua irmã, Maeve (Hannah Jones), os tivesse desenvolvido. Para Maeve, que é cisgênero*, o legado desses poderes é algo no qual ela se preparou durante toda a vida. E isso faz com que Nia se sinta culpada por ter sido quem realmente tem os ditos poderes.

Nia então diz a verdade para sua mãe, na esperança de poder passar os poderes para Maeve. Enquanto não é algo possível, a mãe de Nia é bastante compreensiva e encoraja a filha a aceitar eles. Afinal, por todos pensarem que Maeve seria a "escolhida", Nia acabou ficando em segundo plano. Ela até diz para Nia que a filha está mais do que preparada para ser a heroína da família, pois os desafios de crescer como uma mulher trans a tornaram muito mais forte.

(*cisgênero: que se identifica com o sexo que nasceu)

Antes de "dar bom", "deu ruim"

Apesar da insegurança, Nia Nal acabou sendo (positivamente) surpreendida pela mãe

Antes que Nia possa usar as forças da conversa com a mãe e contar a verdade para Maeve, ela morre devido a picada fatal de uma aranha. Ainda assim, Isabel (Kate Burton) continua encorajando Nia. Pouco antes do velório, Nia recebe de seu pai uma caixa. Motivo? Isabel fez contato por meio de um sonho e disse que Nia devia receber a caixa.

E o que tinha na caixa? Vamos chegar lá.

Nia revela seus poderes durante o velório da mãe, prevendo o ataque dos Filhos da Liberdade nos "45 do segundo tempo". Com isso ela salva Maeve, mas parte o coração da irmã, que descobre a verdade. E as coisas não melhoram muito antes de Nia voltar a National City. Magoada por não ter os poderes, Maeve diz que Nia não é de fato uma mulher.

Voltando para National City

A caixa da conspiração, que faria a Nia uma grande surpresa

A despedida das duas não é boa, mas no retorno a National City, Nia relutantemente abre a caixa. A tal caixa, o que ela tem? Um traje de heroína prateado, completo e com direito a máscara. Apesar da série não ter mostrado Nia vestir o traje, é algo que veremos no retorno da série após o Super Bowl, onde Nia e Kara vão encarar um assassino a solta.

Estou tão animada. Estou tentando me comportar no set de uma maneira profissional e ficar como 'eu não estou totalmente obcecada com o traje', mas é só nisso que eu penso", comentou Nicole Maines. "Todas as manhãs eu acordo e penso: 'eu vou ganhar um traje'. Eu vou dormir e penso: 'eu vou ganhar um traje!' Eu muito, muito animada. Vai ser lindo!"

A história de Nia Nal e Nicole Maines se misturam. Nia é a primeira heroína transgênero da TV, e é interpretada por Maines, que também é trans. A atriz foi escalada durante a San Diego Comic-Con 2018, numa das notícias que mais gerou comoção dentro do Arrowverse. E numa das notícias mais lidas do Armadura Nerd no ano passado.

Supergirl é transmitida nos EUA aos domingos pelo CW. No Brasil a série é transmitida pelo Canal Warner, também aos domingos às 23h40.

(PS: o CW divulgou uma imagem da Nia usando o traje, você pode ver a seguir)


Via CB

Sobre Bruna

Entusiasta dos jogos indie, mobile e de luta. Mini Wikipedia de Scarlett Johansson Facts™. Publicitária. Em terra de plagiador, quem tem conteúdo original é rei ou otário?

Siga no Twitter!

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.