Duas partidas equilibradas, com equipes brigando para se distanciarem da lanterna do campeonato, encerraram o primeiro turno do Brasileirão Rainbow Six 2019. Neste domingo (03), a Immortals conseguiu melhorar a sua situação no torneio ao derrotar a paiN Gaming por 1 a 0. Já o INTZ encontrou dificuldades, mas contou com uma bela reação para vencer a ReD DevilS, também por 1 a 0.


Com o resultado, os Intrépidos passarão a pausa do BR6 confortáveis, pois ultrapassaram a Ninjas in Pyjamas e estão na terceira colocação, com dez pontos. Já a Immortals respirou aliviada com a vitória e garantiu a sexta colocação com cinco pontos, abrindo uma diferença de dois para os últimos colocados, ReD e paiN, respectivamente.

Agora, o Brasileirão faz uma pausa para o Six Invitational 2019, no Canadá, torneio mais importante do cenário competitivo de Rainbow Six. Os fãs poderão acompanhar todas as emoções do Six Invitational ao vivo pelos canais oficiais do Rainbow Six Esports Brasil na Twitch e no YouTube.

Preparados para o Six Invitational – Immortals 1 x 0 paiN Gaming
No primeiro jogo do dia, a Immortals, escalada com Daniel “Novys1” Coelho, José “BULLET1” Victor, Jaime “cyb3ra” Ramos, Matheus “pX” Freire e Lucca “MKing” Coser, venceu a paiN Gaming, composta por Guilherme "Revol1Tz" Constancio, David "SpwNs" Couto, Gabriel “gabriloSS” Calixto, Gabriel "fk1" de Sousa e Gabriel "gCR" Teixeira.

No mapa Fronteira, escolha da Immortals, a disputa começou equilibrada, com as duas equipes trocando vitórias nos rounds, até chegar em 3 a 3. Após disputa acirrada, os Imortais conseguiram impor o seu jogo para chegar ao map point, em 6 a 4. Mas a paiN não se abateu e correu atrás do resultado, garantindo o empate em 6 a 6.

Já no mapa Consulado, escolha da paiN Gaming, a Immortals garantiu o primeiro round com um ótimo trabalho de Lucca “MKing” Coser jogando com o operador Echo. Mantendo a estratégia, conseguiram impedir que a paiN conseguisse fazer o plant do desativador nos outros três rounds. O time de Gabriel "gCR" Teixeira tentou demonstrar uma reação, mas viu a sua adversária, novamente, anular seus planos. Mantendo o forte jogo coletivo, os Imortais fecharam a partida em 7 a 1.

Maheus “pX” Freire, jogador da Immortals, valorizou o resultado e a atuação no segundo mapa, porém admite que ainda há o que aprimorar: “Eu não considero uma vitória boa, porque a gente pode ser melhor do que jogamos hoje. Pecamos no primeiro mapa, ficando à vontade e deixando eles empatarem. No Consulado, conseguimos aplicar uma estratégia bem melhor, mesmo que a parte defensiva não tenha sido tão boa, pois ganhamos com pouco tempo e inferioridade numérica. Nunca é bom ganhar um round assim. Vamos trabalhar para consertar isso”.

Ele ainda comentou sobre o Six Invitational 2019 e mandou um recado para aos fãs da Immortals e do Rainbow Six brasileiro: “Quero deixar a torcida confiante, porque também estamos. O nosso grupo é difícil, ninguém sabe quem passa. Mas estamos esperançosos e otimistas no nosso trabalho. Vamos dar o melhor para passar de fase, e chegar até em uma final, quem sabe, brasileira. Mas podem ficar tranquilos, pois o Brasil está bem representado lá fora”.

Já Gabriel “fk1” de Souza, da paiN Gaming, falou sobre as falhas cometidas e o que melhorar para que não aconteçam novamente: “Nos dois mapas tivemos erros semelhantes: a execução do plant e a finalização do round. No Consulado, enquanto atacávamos, nós conseguíamos fazer o open kill, e mesmo com superioridade numérica, perdemos algumas rodadas porque faltou justamente iniciar o desativador. Temos que consertar esses últimos segundos, trabalhar mais o desenvolver do round, para não sofrer com isso outra vez”.

Intrépidos alcançam o top 3 – ReD DevilS 0x1 INTZ
Finalizando a noite, a ReD DevilS, formada por Felipe “Abreu” Silva, Gabriel “VelveT” Stédile, Vitor “vittZZZ” Ruiz, Dyjair “mity” Soares, Vinicius “Vnx” Mello, tentou resistir, mas acabou derrotada pelo INTZ, escalado com Lucas “yuuK” Rodrigues, Thiago “bor” Borinelli, João “DRUNKZZ” Giordano, Eduardo “Dudds” Torassi e Vitor “IntacT” Janz.

No mapa Oregon, escolha da ReD DevilS, o INTZ começou demonstrando força e parecia que teria caminho fácil. Com duas belas eliminações de Lucas “yuuK” Rodrigues, abriu 2 a 0. Mas a ReD reagiu e conseguiu igualar o marcador. Com o confronto equilibrado e de alto nível, as equipes foram trocando round a round e fecharam o placar com um empate em 6 a 6.

No mapa Litoral, a ReD DevilS não tomou conhecimento da defesa do INTZ, e com um ataque sólido conseguiu abrir 4 a 0. Mas os Intrépidos não se deram por vencidos e correram atrás do prejuízo. Com o jogo coletivo muito forte e ótimas jogadas de Vitor “IntacT” Janz, viraram a partida: 7 a 5 no mapa e 1 a 0 no jogo.

Destaque da ReD DevilS, Gabriel “VelveT” Stédile, analisou a comunicação interna da equipe durante a disputa: “No primeiro mapa começamos motivados, mas desanimamos um pouco. No segundo, eu falava que podíamos vencê-los, que temos potencial e, com isso, abrimos 4 a 0. Mas por conta de um erro de comunicação, perdemos um round e tudo começou a desandar. Quando tomamos o empate, eu disse que o jogo não tinha acabado. Conseguimos marcar mais um ponto, mas, em seguida acabamos derrotados. Foi um aprendizado, algo para não repetirmos mais”.

Vitor “IntacT” Janz, capitão do INTZ, analisou o trabalho da equipe e a virada no segundo mapa: “De modo geral, acredito que foi um bom desempenho. Não tínhamos como estudar o trabalho deles na Oregon, porque fazia tempo que não jogavam. Já no segundo confronto, foi conforme o planejado. Com os nossos bans, sabíamos que a defesa seria mais complicada. Tínhamos como meta virar 4 a 2, e foi o que aconteceu. Com isso, no ataque, estávamos mais confortáveis e conseguimos somar cinco rounds em sequência e depois só finalizar o resultado.

Ele ainda explicou como consegue tantas eliminações com granada, até o início da rodada ele era o líder do quesito, com cinco: “Eu jogo com operador que tenha granada desde a primeira temporada, ou seja, três anos. E com isso conheço todos os mapas por completo. Sempre que vem um novo, eu o estudo e vejo todas as possibilidades. Litoral é o meu mapa favorito, e foi onde consegui mais eliminações com granada contra a ReD. Então foi tudo estudado e esperado”.

Six Invitational
O Six Invitational 2019 será disputado em Montreal, Canadá, no Place Bell, entre os dias 11 e 17 de fevereiro. Serão três dias de fase de grupos e três dias de eliminatórias com presença de público. As equipes entram na disputa pela premiação total de mais de um milhão de dólares, maior prêmio da história de Rainbow Six Siege. FaZe Clan, Immortals, Team Liquid e Ninjas in Pyjamas serão os representantes do Brasil no torneio.

Os brasileiros terão pela frente outras 12 equipes espalhadas pelas regiões Ásia-Pacífico, Europa e América do Norte. Confira os grupos:

Grupo A
FaZe Clan (América Latina)
Fnatic (Ásia-Pacífico)
Team Reciprocity (América do Norte)
Ninjas in Pyjamas (América Latina)

Grupo B
Rogue (América do Norte)
Immortals (América Latina)
Team Empire (Europa)
Spacestation Gaming (América do Norte)

Grupo C
G2 Esports (Europa)
Mock-it Esports (Europa)
Team Liquid (América Latina)
Mantis FPS (Ásia-Pacífico)

Grupo D
Evil Geniuses (América do Norte)
Nora-Rengo (Ásia-Pacífico)
PENTA (Europa)
LeStream Esport (Europa)

Classificação atual do Brasileirão Rainbow Six:

via Press FC