Header Ads

 

Circuito Spcine, Spcine Play e Looke fazem programação especial com filmes dirigidos por mulheres

Embora a data comemorativa seja 8 de março, o Circuito Spcine e a Spcine Play preparam uma programação em homenagem ao Dia Internacional da Mulher ao longo de todo o mês. O foco do especial são filmes dirigidos por mulheres.

Para a cineasta Laís Bodanzky, que acabou de assumir a presidência da Spcine, é uma ótima coincidência chegar na empresa no mês da mulher e durante a divulgação de um especial como este. “Nós, mulheres no audiovisual, apesar de marcarmos presença em diversas funções executivas e de criação, somos poucas na direção. Então, qualquer iniciativa que jogue luz sobre elas, como a do Circuito e da Spcine Play, é necessária e muito bem-vinda”.

O primeiro destaque vem da sessão Quarta na Faixa, que acontece sempre às quartas-feiras, às 19h, na sala Spcine Roberto Santos. Até 27 de março, quatro filmes de sucesso internacional marcam lugar na programação do espaço. São eles: “Encontros e Desencontros”, de Sofia Coppola, que será exibido em 6/3, “Lady Bird: A Hora de Voar” (13/3), de Greta Gerwig, “O Jardim Secreto”, de Agnieszka Holland, e “Domando o Destino” (27/3), de Chloé Zhao.

A sala do Circuito Spcine ainda exibe a animação “Valente” em 9/3, sábado, às 15h, com entrada gratuita. O filme dirigido por Brenda Chapman e Mark Andrews conta a história de uma princesa que quebra o protocolo do reino depois que uma competição é organizada para escolher seu futuro marido.

Duas outras salas do Circuito também entram na programação especial. Na Spcine Olido, entre 7 e 13 de março, será exibido o documentário “My Name is Now, Elza Soares”, que conta a trajetória de vida e carreira da intérprete. Entre os seus sucessos está o álbum “A mulher do fim do mundo”, além de canções que viraram marca registrada como “A Carne” e “Se Acaso Você Chegasse”. A direção é de Elizabete Martins Campos.

Também estão programados nestes dias, tanto na Spcine Olido como na sala Paulo Emilio, no Centro Cultural São Paulo, os curtas “Guaxuma”, “Dia Estrelado” e “Sem Coração”. Eles compõem um programa da cineasta Nara Normande sobre histórias humanas e sensíveis.

Ainda na sala Paulo Emilio haverá uma sessão em 9 de março, às 17h, com os curtas-metragens "Experimentando o Vermelho em Dilúvio", "Tea for Two" e "Peripatético". Um debate com as realizadoras Michelle Mattiuzzi, Julia Katharine e Jessica Queiroz acontece na sequência.

Spcine Play
A plataforma de vídeo sob demanda da Spcine também comemora a efeméride. A primeira novidade é a formação de uma estante exclusiva com 11 curtas-metragens de diretoras brasileiras, todos para assistir gratuitamente. "Deusa" de Bruna Callegari, "Irmãos Mai", de Thais Fujinaga, e “Quem Matou Eloá”, de Livia Perez, estão entre os títulos.

A equipe da Spcine Play também realizou curadoria de diversos filmes dirigidos por mulheres que estão disponíveis no Looke, – www.looke.com.br/ –serviço brasileiro de streaming. Eles ficarão em destaque na plataforma – www.spcineplay.com.br – e estarão disponíveis até 1º de abril pela metade do preço, tanto para locação como para download. Integram a lista filmes como “O Banquete”, de Daniela Thomas, “O Animal Cordial”, de Gabriela Amaral, “À Queima Roupa”, de Theresa Jessouroun, “Sinfonia da Necrópole”, de Juliana Rojas, e "Doces Poderes", de Lucia Murat.

“No geral, são filmes representativos e de qualidade. Me chamou atenção a expressiva quantidade de mulheres produzindo curta-metragem. Isso significa que vamos ter mais mulheres nos longas”, projeta Bodanzky, que ainda evidencia o caráter educativo da ação. “Os dois programas da Spcine dialogam com a formação de público. Estão oferecendo um material muito rico, informações que muitas vezes passam desapercebidas pelo espectador”, completa.

SERVIÇO

CIRCUITO SPCINE

Spcine Roberto Santos
Biblioteca Roberto Santos (Rua Cisplatina, 505, Ipiranga)
Entrada Gratuita

- Encontros e Desencontros, de Sofia Coppola (6/3, às 19h)
- Valente, de Brenda Chapman e Mark Andrews (9/3, às 15h)
- Lady Bird: A Hora de Voar, de Greta Gerwig (13/3, às 19h)
- O Jardim Secreto, de Agnieszka Holland (20/3, às 19h)
- Domando o Destino, de Chloé Zhao (27/3, às 19h)

Spcine Olido
Galeria Olido (Av. São João, 473, Centro)
Ingressos até R$ 4,00

- Guaxuma e Outras Histórias c/ os curtas Guaxuma, Dia Estrelado e Sem Coração (7, 8 e 9 e 13/3, às 14h30 | 10/3, às 14h)

- My Name is Now, Elza Soares (7, 8, 9 e 13/3, às 15h45)

Spcine Paulo Emilio
Centro Cultural São Paulo (Rua Vergueiro, 1000, Paraíso)

- Guaxuma e Outras Histórias c/ os curtas Guaxuma, Dia Estrelado e Sem Coração (7, 8, 10, 12 e 13/3, às 16h | 9/3, às 15h30)
- Exibição dos curtas Experimentando o Vermelho em Dilúvio, Tea for Two e Peripatético. Sessão seguida de debate (9/3, às 17h)

SPCINE PLAY
www.spcineplay.com.br

Estante Mês da Mulher c/ curtas-metragens disponíveis gratuitamente

De 7 de março a 7 de abril
Sinistro, de Mariani Ohno
Os Irmãos Mai, de Thais Fujinaga
Deusa, de Bruna Callegari
Quem Matou Eloá, de Livia Perez
Na Esquina da Minha Rua Favorita com a Tua, de Alice Name-Bomtempo
Solon, de Clarissa Campolina
Namoro a Distancia, de Carol Markowicz
Tea for two, de Julia Katharine
Peripatético, de Jéssica Queiroz
Apenas o que Você Precisa Saber de Mim, de Maria Augusta Nunes
Inconfissões, de Ana Galizia

Lista de filmes com curadoria da equipe Spcine Play
O Banquete, de Daniela Thomas
Animal Cordial, de Gabriela Amaral
À Queima Roupa, de Theresa Jessouroun
As Boas Maneiras, de Juliana Rojas e Marco Dutra
Carandiru.DOC, de Rita Buzzar
Sinfonia da Necrópole, de Juliana Rojas
A Cidade Onde Envelheço, de Marília Rocha
Brava Gente Brasileira, de Lucia Murat
Uma Longa Viagem, de Lucia Murat
Histórias Que Só Existem Quando São Lembradas, de Julia Murat
Doces Poderes, de Lucia Murat
Maré Nossa História de Amor, de Lucia Murat
Que Bom Te Ver Viva, de Lucia Murat
O Crime da Cabra, de Teresa Aguiar
As Melhores Coisas do Mundo, de Lais Bodanzky

Preços
Para locação: de R$ 1,99 a R$ 4,99 (já com a promoção de 50% do valor original)
Para download: de R$ 5,99 a R$ 14,99 (já com a promoção de 50% do valor original)

via Looke

Sobre Renan

Gamer que joga, escreve para gravar e a vida lhe fez fazer tudo que nunca pensou em fazer. Perito na discórdia por ter opinião, Renan também disse que nunca se referir a si mesmo na terceira pessoa por fugir da fama. Renan vem fazendo bem isso ¯\_(ツ)_/¯

Siga no Twitter!

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.