O encerramento da décima rodada do Brasileirão Rainbow Six 2019 contou com o brilho de Black Dragons e Team Liquid, que venceram seus compromissos e subiram na tabela de classificação neste domingo (14). Mesmo com um bom início da paiN Gaming, os Dragões dominaram o duelo e saíram com a vitória por 2 a 0. No segundo jogo da noite, Liquid e Immortals fizeram confronto equilibrado, que terminou com o triunfo por 1 a 0 para o time comandado por ziG. 


Com os resultados, a Team Liquid retoma a liderança do BR6, com 20 pontos, seguida de perto pela FaZe Clan, que tem 19. A Black Dragons se manteve na quinta posição com treze, mesma pontuação da Ninjas in Pyjamas, e ficou atrás apenas pelo saldo de mapas - primeiro critério de desempate. Já a Immortals continua na sexta colocação com 8 pontos, enquanto a paiN Gaming está em sétimo lugar, com seis.

O Brasileirão Rainbow Six 2019 fará uma pausa e retorna no dia 28 de abril, com o início da décima primeira rodada. Às 18h, na briga pelo topo da tabela, a FaZe Clan tentará bater a ReD DevilS, que luta para não ser rebaixada. Em seguida, a Ninjas in Pyjamas pode dar mais um passo rumo aos playoffs do campeonato contra a paiN Gaming.

Os jogos serão transmitidos ao vivo pelo Sportv.com e nos canais oficiais do Rainbow Six Esports Brasil na Twitch e no Youtube.

Dragões voando alto – Black Dragons 2x0 paiN Gaming 
Na primeira partida da noite, a Black Dragons, formada por GdNN1, HSnamuringa, hugzord, pzdd e Panico777derrotou a paiN Gaming, composta por Revol1Tz, SpwNs, nordenn, fk1LL e gCR. 
No mapa Banco, as duas equipes trocaram rounds até o oitavo ponto: 4 a 4. A Black Dragons, no entanto, teve êxito por duas vezes seguidas e marcou 6 a 4 no placar. A paiN Gaming manteve a calma e se recuperou para deixar tudo em aberto na última rodada. Com um bom trabalho de equipe, a BD garantiu a vitória por 7 a 5 e a vantagem na série. 

O mapa Fronteira foi o cenário escolhido para o segundo embate do confronto. A Black Dragons começou com muita agressividade para anular as estratégias da paiN Gaming. Com ótima atuação de Panico777, a equipe não tomou conhecimento da sua adversária. Apesar de tentar esboçar uma reação, a paiN acabou derrotada por 7 a 1. Com isso, os Dragões garantiram 2 mapas a 0 e mais três pontos na competição.

Vitor “hugzord” Gonçalves falou sobre a escolha de mapas na partida e a fase da equipe: “O primeiro palco de disputas da série foi mais truncado, pois não sabíamos qual seria o pick. Já tínhamos certeza de que Fronteira cairia, então inovamos em algumas coisas. Porém, no Banco, foi mais adaptação, já que os enfrentamos neste mapa em outra ocasião. Eles fizeram uma boa leitura do nosso jogo e acredito que foi um bom embate. Nosso psicológico está bom, o que nos dá confiança para a reta final do Brasileirão”.

Ailton “nordenn” Neto, que foi contratado como coach da paiN Gaming, mas se tornou parte da line-up no lugar de Gabriel “gabrilos” Calixto, explicou a sua nova função e o desempenho da equipe na partida: “A maior diferença com a minha entrada foi que assumi o lugar de suporte, papel que o gabrilos desempenhava, e IGL no time. Trago mais possibilidades para o jogo e, no primeiro mapa, perdemos por detalhes. O time errou em coisas bobas. Já no segundo, eles anularam todas as nossas estratégias”.

Liquid volta ao primeiro lugar – Immortals 0x1 Team Liquid 
No jogo que finalizou a 10ª rodada, a Immortals, escalada com MKing, Cyb3r, pX, Novys1 e BULLET1 perdeu para a Team Liquid formada por S3xyCake, NESKWGA, ziG, PSK1 e Paluh, em um embate de alto nível técnico.

No mapa Fronteira, as disputas começaram acirradas. Após trocarem vitórias nos primeiros rounds, com o placar em 3 a 3, a Immortals não aguentou a pressão da Team Liquid. Com boas atuações individuais, com destaque para a bela jogada de Paluh, que eliminou quatro adversários na nona rodada, a Liquid ganhou quatro pontos seguidos e derrotou os Imortais por 7 a 3.

Já no mapa Oregon, as equipes retomaram o equilíbrio. A Liquid até tentou ampliar a vantagem no placar ao marcar 4 a 2, mas a adversária não permitiu e logo igualou. Apesar da noite inspirada de Paluh, Cyber conseguiu manter a Immortals viva no confronto com importantes eliminações, não permitiu que a sua rival garantisse o último round e empatou o jogo em 6 a 6. Resultado: 1 mapa a 0 para a Team Liquid, que somou dois pontos e voltou ao primeiro lugar.

Destaque da Immortals na temporada, Daniel “Novys1” Coelho afirmou que a equipe não vive boa fase e precisa melhorar: “Nós estamos passando por um momento difícil, com muitos erros individuais e coletivos. A nossa team play também está em falta, então o desempenho está abaixo do que a gente espera. Precisamos entender um pouco melhor o formato MD2 do BR6, além dos aspectos do trabalho em equipe e o uso dos gadgets em conjunto”.

Para André “NESKWGA” Oliveira, da Team Liquid, o time deve evoluir nas próximas rodadas do BR6: “Estamos tentando melhorar a cada dia e treinamos para isso. Conseguimos um resultado melhor do que o de quarta, quando empatamos com a paiN, na Pro League. Agora que as chances de ir para Milão são baixas, iremos focar mais no BR6. Hoje, além do resultado positivo, jogamos melhor. Acredito que se conseguirmos continuar neste caminho, teremos a evolução que queremos”.

Fala, MVP! 
O MVP, melhor jogador da partida, é o cara que faz a diferença e ajuda a sua equipe a conseguir o resultado positivo. No encerramento da décima rodada, Dimas Panico777 Abreu, da Black Dragons, e Luccas Paluh Molina, da Team Liquid, foram os destaques da noite e comentaram sobre seus desempenhos.

“No primeiro mapa eu não gostei da minha performance porque não consegui executar o que planejei. Mas no segundo, quando eu tive liberdade para realizar as minhas jogadas, eu consegui jogar bem”, disse Panico777.

Já Paluh explicou que a mudança na rotina da equipe ajudou e que se cobra para sempre fazer uma ótima partida: “Nessa semana alteramos a nossa rotina de treino, o que permitiu jogarmos mais soltos, e isso encaixa muito com o meu estilo de jogo. Com isso, eu consigo trabalhar bem. No último compromisso da Pro League não tive um desempenho tão bom e isso me deixou com uma sensação ruim. Não afeta o meu desempenho nos jogos seguintes, mas me deixa mal. Isso me motiva a querer sempre melhorar para que não ocorra novamente".

Disputa para ser o top fragger do BR6 
Se o confronto entre Team Liquid e Immortals já era esperado por conta da força de duas grandes organizações, desta vez o encontro teve mais um aperitivo. Isso porque Daniel “Novys” Coelho, da Immortals, e Luccas “Paluh” Molina, da Liquid, estavam empatados como os jogadores com maior número de eliminações e eram os top fraggers do BR6. 
No início da rodada, ambos acumulavam 183 abates cada. E na disputa entre os dois fraggers, Paluh se deu bem. No total de vinte e dois rounds disputados, somando os dois mapas, o destaque da Liquid fez 23 eliminações, enquanto Novys ficou apenas com 13. Com isso, Paluh é o atual número um do ranking. 
Surpreso pelo feito, Paluh vê o seu alto número de eliminações como algo benéfico para a equipe: “Eu não sabia que tinha ficado na frente dele. Isso é muito legal. Me ajuda a mostrar que eu consigo trazer algo bom para a equipe”.
Já Novys vê as suas boas atuações durante o campeonato como sinal de um ótimo trabalho, não só individual, mas da equipe como um todo: “Para mim é um reflexo do nosso trabalho. Claro que eu posso ter muitas eliminações, mas vem com o bom desempenho em conjunto do time. Então significa que isso está dando certo da nossa parte. Espero que meu desempenho possa ajudar a equipe a vencer. Mais importante que as minhas eliminações é atingirmos osplayoffs”.
Rodada da Pro League já pode definir os times classificados para Milão

A Pro League está perto dos seus capítulos finais e a décima terceira rodada pode ser decisiva. Nesta quarta-feira (17), duas equipes podem garantir as suas vagas para as finais mundiais da nona temporada.

Na abertura, a FaZe Clan tentará derrotar o INTZ para abrir vantagem na zona de classificação. Já os Intrépidos precisam ao menos empatar e acabar com as chances de serem rebaixados de forma direta no campeonato. No jogo seguinte, caso vença, a Ninjas in Pyjamas pode definir a queda da paiN Gaming para a Challenger League e, de quebra, manter vivo o sonho de ir à Milão. 

Immortals e Black Dragons se enfrentarão em situações diferentes. Segundo hugzord, jogador da BD, agora que o clube não tem chances de classificação, tentará dificultar a vida das demais equipes. Enquanto isso, os Imortais podem se aproximar ainda mais das finais mundiais. No último duelo do dia, a ReD DevilS terá a dura missão de tentar bater a Team Liquid para se livrar do Relegation. A Liquid, por sua vez, terá que vencer para continuar sonhando em carimbar o passaporte para as finais.

Confira os jogos da décima terceira rodada:

18h – INTZ x FaZe Clan
19h – Ninjas in Pyjamas x paiN Gaming
20h – Immortals x Black Dragons
21h – Team Liquid x ReD DevilS

Classificação atual do Brasileirão Rainbow Six:

via Press FC