Estão definidos os dois representantes do Brasil nas finais mundiais da Season 9 da Pro League de Rainbow Six: Siege, que acontece nos dias 18 e 19 de maio, em Milão, na Itália. Na última quarta-feira (24), FaZe Clan e Immortals garantiram as suas vagas, durante a última rodada da região latino-americana, para a competição que reúne os melhores times de R6 do mundo.


A classificação veio após a vitória da Team Liquid sobre a Ninjas in Pyjamas, que também disputava uma vaga para Milão. Os Ninjas precisavam de um resultado positivo sobre a Liquid, mas foram derrotados por 7 a 3 e perderam a chance de chegar ao mundial.

Com isso, Immortals e FaZe se garantiram nas finais da Pro League e o confronto entre as duas, que encerrou a rodada, deu o primeiro lugar da competição para a FaZe após a vitória por 7 a 5 sobre os Imortais. Os dois times repetem o feito alcançado durante a temporada passada, quando ambos também foram os dois representantes brasileiros nas finais mundiais do torneio sediado na Jeunesse Arena, no Rio de Janeiro.

Na ocasião, a equipe de Jayme “Cyber” Ramos foi eliminada nas quartas de final. A FaZe, no entanto, alcançou a decisão e passou perto do seu primeiro título internacional ao ser derrotada pela europeia G2 Esports.

Os brasileiros se juntam aos outros seis representantes classificados nos torneios regionais: Team Empire (Europa), Evil Geniuses (América do Norte), Fnatic (Ásia-Pacífico), LeStream Esport (Europa), DarkZero Esports (América do Norte) e Nora-Rengo (Ásia-Pacífico). Os oito participantes disputarão a premiação total de 167 mil dólares. O torneio será disputado no formato de eliminação simples com partidas MD3 (melhor de três).

Apesar de terminar na primeira posição da região LATAM, o início de campanha da FaZe preocupou os fãs da organização. O time oscilou nos primeiros sete jogos do torneio e terminou o primeiro turno longe das primeiras posições. Porém, após a pausa da competição durante o mês de fevereiro, a equipe voltou a mostrar a sua força e conseguiu sete vitórias seguidas.

Para Leonardo “Astro” Buzzachera, a ida para Milão ficará marcada pela superação do time: “Essa foi uma temporada muito difícil. Depois da primeira parte, estava quase impossível de nos classificarmos, mas fizemos um ótimo segundo turno com sete vitórias em sete jogos e ficamos muito felizes em poder participar de mais um grande campeonato”.

A Immortals, por sua vez, fez uma campanha sólida do início ao fim. O time mostrou grande evolução nesta temporada e, até o confronto diante da rival FaZe válido pela última rodada do campeonato, ainda não havia perdido. Foram 13 rodadas de invencibilidade que deixam a equipe com moral para a disputa no próximo mês.

Se depender do histórico brasileiro, os torcedores de FaZe e Immortals podem se animar. Nas últimas cinco edições da competição, o país chegou em quatro finais.

Em 2017, a Black Dragons passou perto em duas oportunidades: em maio, na Polônia, os Dragões ficaram com o vice-campeonato após perderem para  europeia PENTA na decisão. Em novembro, com a MAX5, em São Paulo, a BD chegou novamente na final, mas foi derrotada pelos finlandeses da ENCE.

Já em 2018, o país conquistou o seu primeiro título mundial, em Atlantic City, nos Estados Unidos. A Team Liquid surpreendeu e derrotou a multicampeã PENTA, após uma virada épica na decisão. Na última edição da competição, disputada no Rio de Janeiro, a FaZe Clan, empurrada pela torcida brasileira que esteve em peso na Jeunesse Arena, colocou o país em mais uma final, mas não conseguiu superar os europeus da G2 Esports.

ReD vence, mas disputará o Relegation

A última rodada da região latino-americana da Pro League também contou com uma briga acirrada na parte de baixo da tabela de classificação. A ReD DevilS venceu a paiN por 7 a 4, mas terá que disputar o Relegation – partida contra o segundo colocado da Challenger League, liga de acesso para a Pro League – para saber se continuará na elite do Rainbow Six.

Quem escapou foi o INTZ, que conseguiu o empate com a Black Dragons em 6 a 6 e chegou aos 13 pontos, mesmo número da ReD. Os Intrépidos, no entanto, levaram vantagem sobre a adversária nos critérios de desempate.

Confira a classificação final da nona temporada da Pro League LATAM:


Via Press FC