Header Ads

 

Dr. Stone vale a pena? Veja as primeiras impressões sobre o anime

Senku protagonista do anime Dr. Stone

Começou a temporada de verão dos animes, e Dr. Stone já está entre os lançamentos que você deve manter no seu radar. Com uma proposta curiosa, a adaptação do mangá de Riichiro Inagaki estreou na última sexta-feira (5), e deixou a Pessoa que Vos Fala™ pensando. Então num raro momento da vida, pois eu não costumo resenhar animes, séries ou até filmes, vamos falar um sobre as primeiras impressões assistindo Dr. Stone.

O que é


A ideia central de Dr. Stone é quase um apocalipse invertido: um dia a vida estava normal. No outro dia a vida não estava mais normal, pois a humanidade inteira foi petrificada por uma luz brilhante. Milhares de anos depois, o estudante do ensino médio Taiju acorda, e se vê num mundo de estátuas de pedra. Ele não está sozinho, felizmente. Senku, seu amigo e amante da ciência, despertou meses antes, e já estava com um plano em andamento. Agora, com o seu conhecimento e a força de Taiju, os dois irão recomeçar a civilização.

Quem produz

Depois de "Fighting Gold", temos uma nova música favorita na redação

Riichiro Inagaki é conhecido por outro mangá, que também ganhou anime: Eyeshield 21. No mangá, Boichi é o ilustrador, e no anime, o designer de personagens. O estúdio responsável pela adaptação diz muito sobre o que pode vir por aí: é a TMS Entertainment. Reconheceu o nome? Pois é. Não se lembra ou não faz ideia? Segue um resumo.

A TMS produziu alguns animes bem conhecidos por aqui: Sonic X, Hamtaro, Monster Rancher e Saint Seiya: The Lost Canvas, minha adaptação favorita de Saint Seiya. Outros animes do estúdio incluem o interessante Orange e o sucesso Megalo Box, ou seja: a tendência é termos uma animação de boa qualidade, com cores marcantes e traços bonitos. Eu sei que é uma descrição muito genérica, mas... É isso.

Por fim, Tatsuya Katou é o compositor da trilha sonora. Katou é um cara que sabe o que faz, tendo trabalhado nas trilhas de Free!, Shokugeki no Souma (Food Wars) e Idolish7, outro animes o qual eu adoro. Então você já sabe que boa música também está garantida, vide a ótima abertura do Burnout Syndromes - Good Morning World!. O negócio gruda de jeito na sua cabeça.

Por que o primeiro episódio foi legal?

Personagem principal do anime Dr. Stone
Não vou negar, esse cabelo de alho poró me deixou curiosa em assistir Dr. Stone

Estou terminando de assistir a Parte 5 de Jojo's Bizarre Adventure e qualquer anime depois disso parece muito ruim. Jojo é sensacional. Então fiquei curiosa, mas ao mesmo tempo balançada de ver Dr. Stone. Mas com Jojo em pausa até o fim de julho, decidi dar uma chance - e não me arrependi. A estreia de Dr. Stone ficou dentro das minhas expectativas, e até me surpreendeu de um jeito bom.

O anime é muito espirituoso. Por envolver ciência, eu já esperava um protagonista convencido, ao ponto de ser arrogante. Sim, o Senku é muito seguro do poder da ciência, mas não caiu no clichê do personagem cientista sem sentimentos. A primeira impressão foi de um protagonista equilibrado, que é "humano e inteligente". Ter um protagonista cuja força está no cérebro, e não nos punhos.. É uma mudança bem-vinda.

A melhor parte

O poder da amizade vai salvar a humanidade! Grande dia

Mas o que eu gostei mesmo foi do Taiju. Ele segue o estereótipo de força bruta, o cara que não sabe se expressar os verdadeiros sentimentos por falta de coragem. O Taiju é engraçado, se orienta mais pelo instinto, e cria os alívios cômicos. Ele não liga de fazer o trabalho braçal, mas a melhor parte é o respeito que o Senku tem por ele. Em troca, o Taiju também respeita bastante o amigo.

Com isso Taiju fica divertido, mas sem virar motivo de deboche. Senku não esconde a inteligência, mas também não "joga na cara" do amigo. Pelo contrário. Numa parte os dois até tem uma discussão clássica dos dilemas de cientista.

Não é original, mas funciona

Um dos momentos mais divertidos do episódio

A dinâmica da amizade entre os dois não é nada original, seguindo a coisa do cara inteligente + cara forte. A diferença é em como o anime nos apresenta isso: de um jeito respeitosocativante. Os dois são partes totalmente diferentes, mas complementares e importantes. Se você reparar na abertura do anime, verá que teremos treta no futuro. Então a amizade entre eles é, com muita certeza, uma das coisas que vai nos fazer torcer pela dupla.

Dr. Stone é exibido todas as sextas-feiras às 11h pela Crunchyroll. A história do anime é estranha e triste, mas esperançosa, e promete uma experiência diferente. Sim, eu sei que existe o mangá, afinal eu escrevi sobre ele nesse review. Mas eu não quero ler ele. Eu quero assistir Dr. Stone e ver o que o anime tem a me oferecer. Cada meio é um meio, e uma experiência totalmente diferente.

Sobre Bruna

Publicitária. Mini Wikipedia de Scarlett Johansson Facts™. Se a Bahia fosse um anime, Ivete Sangalo seria a protagonista.

Siga no Twitter!

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.